[post-slides]

Projeto Gentiliza

Projetos Pedagógicos

Atrelando com os 7 hábitos que trabalhamos com os alunos, desenvolvi o Projeto Gentileza, no qual tem como função estimular gentilezas de um aluno para com o outro e desenvolver a empatia.

Projeto Gentileza Projeto Gentileza

Tendo em mente que gentileza gera gentileza, os alunos colocaram em prática este ato, lancharam com alunos que ainda não conheciam, se abriram para novas oportunidades e amaram levar a carta da Missão Possível para a casa. Esta carta é um sucesso, ainda tenho alunos que não a levaram e estão ansiosos para poderem levar e saber o que está escrito nela e eles realmente se comprometeram e guardaram segredo sobre esta carta.

Espero que gostem do projeto e possam colocá-lo em prática também.

Mês: Outubro

Mês Outubro

O mês de outubro não é apenas dedicado às crianças, mas também aos professores que dedicam horas e horas de suas vidas para poder ensinar a todos e transformar crianças em cidadãs, por isso nada mais justo do que eu trazer algumas dicas de livros que podem ajudar os professores nesta luta diária, que é o ensinar.

1. Pais brilhantes, professores fascinantes de Augusto Cury – Editora Sextante
Descrição: Formar crianças e adolescentes sociáveis, felizes, livres e empreendedores é um belo desafio nos dias de hoje. A solidão nunca foi tão intensa: os pais escondem seus sentimentos dos filhos, os filhos escondem suas lágrimas dos pais, os professores se ocultam atrás do giz. Estes são alguns dos temas fundamentais que você encontrará neste livro: os sete hábitos dos pais brilhantes; os sete hábitos dos professores fascinantes; os sete pecados capitais dos educadores; as dez técnicas pedagógicas que podem revolucionar a sala de aula e a de casa. A quem interessa este livro? Aos pais, aos professores da pré-escola, do ensino fundamental, médio e universitário, aos psicólogos, aos profissionais de recursos humanos, aos jovens e a todos os que desejam conhecer alguns segredos da personalidade e enriquecer suas relações sociais.

2. Conversas com um jovem professor de Leandro Karnal – Editora Contexto
Descrição: O professor entra na escola e parece que nasceu para dar aula: sabe como lidar com os alunos, faz camaradagem com os colegas, dialoga com os pais. Nunca comete um deslize, passa muito bem o seu recado e todos o adoram. Será que nasceu sabendo ou foi aprendendo ao longo de alguns sucessos e outros tantos fracassos?
Muitos são os livros que trazem teorias sobre a sala de aula, mas faltava um sobre a prática de ensinar. Não falta mais. Nestas “conversas” o leitor não encontrará citações de grandes obras, conhecerá experiências em classe. Tanto as que deram certo como as que fizeram o autor se arrepender depois.
Professor com vasta experiência, dono de texto envolvente, Leandro Karnal discute os problemas cotidianos daqueles que lecionam: como dar aula, como corrigir provas, o que é necessário lembrar numa reunião com os pais. Em poucas palavras: como realmente lidar com as práticas escolares.

3. 20 regras de ouro para educar filhos e alunos de Augusto Cury – Editora Acadêmia de Inteligência
Descrição: Um dos mais respeitados psiquiatras brasileiros e autor de inúmeros best-sellers, Augusto Cury vem se dedicando ao estudo da educação há anos. Já publicou livros e artigos a respeito, mas, desta vez, ele escreve um livro que servirá de guia para pais e professores. Como ele mesmo diz: “Não mudamos ninguém, mas podemos usar ferramentas de ouro para que eles mesmo se reciclem, reescrevam sua história e dirijam seu próprio script”. Conheça abaixo algumas das 20 regras de ouro de gestão da emoção que Cury explica neste livro: compreender o eu maduro e o imaturo; colocar limites inteligentes; pacificar a mente dos filhos e alunos; não elevar o tom de voz; jamais criticar excessivamente; conhecer a nova geração; prevenir a intoxicação digital; ter alergia a ser entediante e chato; dialogar com inteligência; não piorar o outro.

4. Como as crianças aprendem de Paul Tough – Editora Intrínseca
Descrição: Essa pergunta intriga pais e pedagogos do mundo inteiro, e a resposta mais comum tende a ser que o potencial de sucesso de uma criança varia de acordo com sua inteligência. Mas, nas últimas décadas, pesquisadores vêm constatando que notas altas e testes de QI não são indicadores de uma educação de qualidade — e muito menos uma garantia de sucesso na vida. O jornalista Paul Tough coloca em debate o atual paradigma da educação e questiona o valor dado à ideia de que uma criança bem-sucedida é aquela capaz de memorizar todo o conteúdo transmitido na sala de aula. Em Como as crianças aprendem, o autor aborda com grande clareza o problema e alerta: não estamos dando a devida atenção ao desenvolvimento de qualidades não cognitivas, como curiosidade e a capacidade de lidar com o estresse. Com base em dados científicos, Tough defende que é possível proporcionar uma educação de qualidade tanto para alunos privilegiados quanto para as crianças e adolescentes que vivem em situação de pobreza e dependem de políticas públicas ineficientes. O objetivo: fazer com que nossos filhos estejam mais preparados para a vida e sejam capazes de conquistar realização pessoal e melhores oportunidades.

Mês Outubro

Usei… E gostei

Não adianta usarmos um monte de produto bom e que deixa nossos cabelos fabulosos, mas não usarmos uma boa escova, concordam?

Tangle Teezer

Depois de muita pesquisa, muito olhar, muito paquerar e desejar, comprei uma Tangle Teezer na Sephora, fui atrás dela depois de muitas resenhas boas, e depois de testá-la muito, vim compartilhar a minha opinião com vocês. Esta escova promete:

A Tangle Teezer Salon Elite Pink Fizz tem a capacidade de desembaraçar com facilidade e agilidade. Ela desfaz nós e escova sem quebrar os fios.

O formato côncavo centralizado da Salon Elite Pink Fizz, de Tangle Teezer, proporciona um manuseio fácil para escovar da raiz às pontas. Assim, o design ergonômico da escova é aliado à sua cor rosa, que a deixa com um ar vibrante e descolado. Seus dentes são flexíveis e assim, não puxam os fios. Ela deixa o cabelo desembraçado, macio e penteado com facilidade e rapidez.

Eu realmente confirmo o que ela promete, pois já tive escovas de tudo quanto é jeito, já usei apenas pentes, pois diziam que era bom para diminuir os frizz, apelei para o pente de madeira e nada… Mas na primeira vez que usei a Tangle Teezer já percebi que ela era diferente, meu cabelo por estar descolorido dá muitos nós e esses nós foram desfeitos com facilidade e rapidez e sem aquela sensação de que estava sendo quebrado, fora que os frizz diminuem mesmo!

Tangle Teezer

Este com certeza é um investimento muito viável, porque escova de cabelo não é uma coisa que precisamos comprar todo mês né? Só compramos outra se a estragamos ou perdemos, por isso eu realmente indico este investimento!

Você sabia?

Uma das mais antigas escritoras de suspense policial mais aclamadas do mundo terá um de seus livros adaptado para as telinhas do cinema em 17 de novembro pela Fox Film, sabem quem é?

O livro Assassinato no Expresso do Oriente de Agata Christie foi adaptado para as telinhas, e já, já poderemos assisti-lo. A história foi dirigida por Kenneth Branagh e teve como roteirista o Michael Green e conta com grandes atores, como Kenneth Branagh, Johnny Depp, Daisy Ridley, Michelle Pfeiffer, Josh Gad, entre outros.

Assassinato no Expresso do Oriente Assassinato no Expresso do Oriente

A adaptação promete ser fiel, por isso segue abaixo a descrição do livro.

Nada menos que um telegrama aguarda Hercule Poirot na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano.
O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca, e um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos.

Esta já é a segunda vez que esta obra de Agatha é adaptada aos cinemas, a primeira foi realizada em 1974 pelo diretor Sidney Lumet e recebeu o Oscar de melhor atriz coadjuvante, sendo ela Ingrid Bergman.

Como ainda não tive a oportunidade de ler este livro, ainda está em tempo, por isso vou correr para lê-la antes do filme entrar no cinema. Vocês já leram? Me contem o que acharam e se estão gostando do fato do livro ser adaptado aos cinemas novamente.

Mês: Outubro

Mês Outubro

Mais uma sessão de dicas de livros infanto-juvenil, pois ler para crianças e incentivá-los a lerem nunca é demais… Além do mais, este é o mês dedicado as crianças, e não há nada mais gostoso do que presentear uma criança com um bom livro!

1. Onde vivem os monstros de Maurice Sendak – Editora Cosac Naify
Descrição: Na história escrita em 1963, o garoto Max, vestido com sua fantasia de lobo, faz tamanha malcriação que é mandado para o quarto sem jantar. Lá, ele se transporta para uma floresta, embarca em um mini veleiro, navega pelo oceano, por dias, semanas, meses, até chegar na ilha onde vivem os monstros. Max, então, fica livre para mandar e desmandar, longe de regras ou restrições. Mas, quando a saudade de casa e daqueles que realmente o amam começa a apertar o peito, Max fica em dúvida sobre suas escolhas. No livro de Sendak, os conflitos entre obediência e rebeldia são personificados em monstros enormes e cativantes. Trata-se de uma bela obra sobre a infância e a eterna luta entre a liberdade almejada pelas crianças e a autoridade dos pais. O autor reconstruiu, de forma imaginativa e sensível, os sentimentos e as emoções silenciados na infância.

2. O Menino Maluquinho de Ziraldo – Editora Melhoramentos
Descrição: Na obra infantil, verso e desenho contam a história de um menino traquinas que aprontava muita confusão. Alegria da casa, liderava a garotada, era sabido e um amigão. Fazia versinhos, canções, inventava brincadeiras.Tirava dez em todas as matérias, mas era zero em comportamento. Menino maluquinho, diziam. Mas na verdade ele era um menino feliz.

3. Marcelo, marmelo, martelo  de Ruth Rocha – Editora Salamandra
Descrição: Este livro mostra situações reais do cotidiano de um jeito que procura ser simples e de modo colorido. Os personagens dos três contos que compõem este livro são crianças que vivem no espaço urbano. Elas resolvem seus impasses com muita esperteza e vivacidade; Marcelo cria palavras novas, Teresinha e Gabriela descobrem a identidade na diferença e Carlos Alberto compreende a importância da amizade.

4. O senhor Tomatos de Ana Gobel – Editora Autêntica Infantil e Juvenil
Descrição: Um carro novo, rosado e violeta como um bolo de morango com framboesa… O Senhor Tomatos estava feliz da vida com o seu carrinho, todo animado, pronto pra sair passeando pela cidade. Mas aconteceu uma coisa que atrapalhou pra valer os planos dele!

Mês Outubro

[instagram-feed]