[post-slides]

Culinária em Sala de Aula

Já faz muito tempo que não venho aqui postar, pois tive alguns probleminhas pessoais, mas prometo que não irei ficar tanto tempo sem postar novamente.

Hoje vim falar de um assunto que está crescendo cada vez mais nas escolas, elas estão acrescentando a aula de culinária no seu currículo escolar e eu amo essa aula e na minha opinião ela ajuda em vários aspectos, em várias áreas e matérias.

Além de ser pura diversão para as crianças cozinharem, elas também vêem como um dever, pois é assim que é passado para elas em casa, mas na verdade a aula de culinária é um momento de muita concentração e aprendizagem.

A aula de culinária pode ser dividida na escola de forma que todas as salas participem, fazendo com que cada semana cada sala até o fundamental I participe, pois nela poderá abordar a alimentação saudável, podendo assim incentivar os alunos a experimentarem alimentos que geralmente não comeriam em casa. E cada série irá trabalhar com diferentes aspectos e desafios, como por exemplo:

1 a 2 anos: Trabalham, basicamente, usando os cincos sentidos básicos do ser humano (tato, olfato, paladar, visão e audição) que, nessa fase, ainda não estão completamente desenvolvidos.

3 a 4 anos: Começam a criar a pratica da leitura e fazem exercícios para exercitar a memória, tentando reconhecer os objetos utilizados na cozinha e testam misturas.

5 anos em diante: Fazem trabalhos teóricos – como livros de receitas -, desenvolvem receitas de culinária regional e estudam outras épocas por meio do que se comia nelas.

Os professores podem trabalhar de forma contextualizada nas aulas de culinária na hora do preparo de uma receita –
desde a hora da higienização até o valor nutritivo dos alimentos. É até possível explicar conteúdos de sala de aula em uma aula de culinária, como por exemplo:

Português: Por meio das receitas e dos rótulos das embalagens, as crianças melhoram a leitura, a capacidade de interpretação e aprimoram o vocabulário.

Matemática: Ajuda com conceitos de soma, subtração, divisão e multiplicação e jogos de estimativa e trabalha unidades de medidas (quantidade, tempo, temperatura, massa, entre outros).

Ciências: A utilização dos mais variados ingredientes ajuda a conhecer sua origem, os estados físicos de cada um deles e a diferença entre material orgânico e não-orgânico.

Geografia: Ainda em relação aos alimentos, pode-se estudar a região de onde vêm os alimentos – como o tipo de solo, clima e hidrografia.

História: Estuda-se a cultura das regiões por meio de seus hábitos alimentares.

Artes: Ao modelar e imaginar novas formas de preparar os alimentos, completa e integra o trabalho.

Espero que vocês tenham gostado da informação e que vocês tenham a possibilidade de realizar aulas de culinária com os seus alunos, filhos (as), primos (as), sobrinhos (as), pois tudo que é proposto eles aceitam com empolgação e recebemos um grande retorno deles. Mas podemos levar essas aulas de culinária para dentro de nossa casa, pois assim há uma interação entre pais e filhos junto com a aprendizagem de uma forma gostosa e produtiva.


Comentar


[instagram-feed]