[post-slides]

Dica de livro: Claros sinais de loucura

Boa noite!

Sei que fiquei ausente uns 6 meses, mas é que estava muito difícil para eu poder postar, mas realmente quero melhorar as quantidades de postagem por aqui.

Estou voltando cheia de ideais e vontades, mas vou fazendo aos pouquinhos… Quero mudar a aparência do blog, tirar algumas coisas e colocar outras, mas continuarei falando sobre lecionar, dando dicas, trazendo coisas novas e até algumas coisas que eles fazem em sala de aula.

Hoje gostaria de falar sobre um livro maravilhoso que eu li e que me encantou do inicio ao fim. Conforme eu ia lendo ia falando para os meus alunos o que estava acontecendo na história e cativando-os da mesma forma em que fui cativada… Eu o li em uma semana e não queria mais largar, além de cativante ele prende nossa atenção e
fiquei mais feliz de após ter lido o livro ver meus alunos querendo saber mais, perguntando, querendo folhear o livro e até comprando-o, ou baixando no celular.

É muita fofura… Estou super feliz por poder ser um bom exemplo e fazer com que eles leiam mais e possam se interessar pela leitura, desta maneira melhorando o vocabulário, escrevendo melhor e até mesmo lendo melhor.

Bom é isso gente, queria compartilhar minha alegria com vocês, abaixo colocarei a sinopse e tudo mais.

Claros Sinais de Loucura

Informações: Claros sinais de Loucura foi publicado originalmente pela Intrínseca, escrito por Karen Harrington. Seu estilo é young adult e está cativando pessoas de todas as idades. Número de páginas: 256.

Sinopse: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos
amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai tornou-se alcoólatra. Prestes a completar doze anos, Sarah sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa porque seu primeiro beijo de língua ainda não aconteceu. Tragédia e humor combinam-se de forma magistral nesta incrível história sobre a aventura que é crescer.

Opinião: É um livro com uma leitura gostosa e fácil, contendo o significado de algumas palavras. Quem conhecer a Sarah Nelson jamais a esquecerá. É uma menina doce e com problemas como todas as meninas da idade, como: sobre o primeiro beijo, primeiro amor, pais, conflitos e tudo mais. O desenrolar da história acontece com ela narrando e sempre dividindo-o entre dois diários… Não vou contar mais, pois já tem muito spoiler, mas vale a pena
ler. Meus alunos estão amando.

Beijos e até o próximo post.


Comentar


[instagram-feed]