[post-slides]

A máquina de contar histórias

A máquina de contar históriasInformações: Escrito pelo Maurício Gomyde e publicado pela Editora Novas Páginas em 2014. Número de páginas: 191.

Classificação: Adulto

Descrição: Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos… O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar.
Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V.
Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.

Opinião: No dia em que vi esta capa no site de uma livraria (não lembro em qual foi) para comprar eu me apaixonei, foi amor a primeira vista! A arte desta capa é simplesmente encantadora, é colorida, possui desenhos que parecem ter sidos feito a mão, é simplesmente linda.

Agora vamos ao livro… Vinicius é um autor renomado e acaba se deixando levar pelo trabalho, fama e os prazos de entrega dos seus livros e passa a não ser presente na família V. Sua esposa Viviana, sofre de câncer e está a beira da morte e no dia do lançamento do último livro de Vinícius, ela acaba falecendo e ele não está perto para se despedir e apoiar a a filha mais velha, Valentina de 16 anos.

A ausência do pai nesse momento doloroso e em outros momentos da vida da família V, despertam um ódio de Valentina pelo pai, pois ela foi quem ficou do lado da mãe desde o início da sua doença, elas tinham uma ligação forte entre mãe e filha.

A máquina de contar histórias

Ao receber as mensagens de voz e mensagens de texto que sua filha e até mesmo a governanta da casa deixaram Vinicius fica arrasado, pois ele e sua esposa eram companheiros e amigos acima de tudo e imediatamente ele volta para casa e percebe que tem que recuperar de qualquer jeito a confiança da sua filha Valentina e da Vida, a caçula. Ele tenta recuperar esta confiança planejando uma viagem, mas a proposta não é bem recebida por Valentia, que trata o pai com desprezo e apatia, mas ele consegue convence-la a lhe dar uma chance.

Durante essa viagem ele realmente passa a conhecer suas filhas, suas emoções, suas qualidades e defeitos e ele a todo momento tenta agradá-las de todas as formas, tentando fazer coisas que elas gostem, eu senti que ele realmente estava se esforçando, mas a raiva da Valentina era tão grande que ela de inicio não dava muita abertura para o seu pai entrar, mas com o tempo e a insistência de Vinícius ela foi cedendo aos poucos.

Nessa viagem ele leva a família a lugares que ele conheceu com Viviana e mostra as cidades e lugares para as filhas falando como foi estar ali com a esposa falecida e a capa do livro e suas ilustrações tem ligação com esta viagem.

A máquina de contar histórias

Os personagens realmente foram bem construídos e há uma ligação forte entre o casal, no qual é retratada através de lembranças do Vinícius e nos mostra uma história que na verdade pode acontecer com qualquer um, pois neste mundo atribulado cada vez mais os pais se ausentam de casa para trabalhar e dar uma vida melhor para sua família.

Eu enxerguei a Valentina, como maior fã do seu pai, mas que foi decepcionada pelo abandono e isso gerou a raiva e o ódio que ela passou a sentir. Ela sempre lia livros, mas evitava os do pai, porque simplesmente não queria os ler. O Vinícius escrevia livros de romance de forma metódica e sua esposa sempre os lia antes e dava sua opinião, ele possuía muitas fãs que realmente acreditavam e amavam o trabalho dele, elas achavam que ele realmente tinha todos esses sentimentos que ele escrevia em seus livros, mas mal elas sabiam que ele era alheio a tais sentimentos, ele apenas escrevia seguindo regras de um livro que ele já tinha há anos.

Em busca do amor de suas filhas ele percebe o quão frio na verdade ele é e como ele foi absorto de toda sua família e então ele resolve mudar sua maneira de pensar, agir e de escrever. Então ele realmente passa a viver!

O livro é uma graça, possui uma leitura leve e de fácil compreensão e todos os seus capítulos são enfeitados e cheios de detalhes.  Realmente indico este livro a todos!

 


Comentar


[instagram-feed]