[post-slides]

Diário de Pilar em Machu Picchu

Vocês lembram que eu ganhei da Editora Zahar um dos livros da coleção do “Diário de Pilar”? Então acontece que o livro que eu ganhei era continuação de um que minha aluna tem, e por isso ela me emprestou o dela para eu ler primeiro, li e hoje vim falar um pouco sobre este livro.

Diário de PilarInformações: Este livro foi lançado em 8 de março de 2014. Sua autora Flávia Lins e Silva realmente visitou a cidade de Machu Picchu e a ilustradora, Joana Penna também. Este e os demais livros desta coleção são publicados pela Editora Pequena Zahar. Número de páginas: 169.

Classificação: Infanto-juvenil

Descrição: Onde será que o gato Samba se meteu? É o que Pilar e Breno precisam descobrir! Num pulo, os dois entram na rede mágica e… Lá se vão para uma aventura de tirar o fôlego. No alto das montanhas do Peru, eles desbravarão os segredos de Machu Picchu, a Cidade Sagrada, e tentarão evitar que a jovem Yma, escolhida do deus Sol,fique ali para sempre. Ao mesmo tempo em que conhecem as tradições e lendas da civilização inca, Pilar, Breno e Samba vivem momentos tão inesquecíveis quanto perigosos – trilham as margens do rio Urubamba, enfrentam o poderoso Sacerdote Supremo, escondem-se nos templos de pedra, deliciam-se com choclos e quinoa e aprendem um monte de palavras no idioma quéchua.

Opinião: Este é um livro bem fantasioso, mas que nos traz uma história rica e assim conhecemos a cultura inca.

Pilar e seu amigo Breno viajam por meio de uma rede mágica na qual os leva para lugares desconhecidos e o lugar escolhido desta vez foi o alto das montanhas do Peru – Machu Picchu.

Chegando lá Pilar e Breno já fazem amizade com Yma e eles veem lhamas, conhecem outros tipos de grãos e começam sua jornada. Logo após conhecem o amigo de Yma que começa a descrever a cultura do povo inca, ensina-os a fazerem um apito artesanal e até conhecem alguém muito importante da cultura inca, um sacerdote.

Diário de Pilar

E Yma passa a ser escolhida pelo Deus Sol e tem que ir com o sacerdote, para Machu Picchu onde viverá para o resto de sua vida servindo ao imperador e junto acaba levando o gato da Pilar como oferenda, o Samba. Pilar indignada com o que sua amiga está sendo obrigada a fazer tem a ideia de segui-los para poder salvar sua amiga e seu gato. Nesta caminhada eles passam por alguns perigos e tentam sair deles e conseguem com sucesso,é claro!

Mas não poderei contar mais sobre o livro se não perde a graça, rs. Mas este é livro infanto-juvenil que eu realmente gostei, pois além de ter a fantasia de se viajar por uma rede mágica, a Pilar ainda inventa palavras, conhecemos outros lugares do mundo, no qual ainda não tivemos a oportunidade de conhecer. Fora que no final do livro há o vocabulário que traz o significado das palavras quéchua, que é o idioma dos incas que conhecemos através de Yma e seu amigo.

Diário de Pilar

A capa, a diagramação e ilustrações são excelentes, chamam muita atenção e são bem coloridas, pois condizem com a cultura inca e isso faz com que as crianças sintam mais prazer para realizar a leitura e querer saber como Pilar e Breno voltam para casa.

Eu recomendo o livro na verdade para todas as idades, pois eu não conhecia a cultura inca e através deste livro fofo passei a conhecer e é uma história leve, na qual realizamos após sair de uma história pesada, rs.


Comentar


[instagram-feed]