Anna e o beijo francês

Escritora: Stephanie Perkins ǀǀ Editora:…

View more

Usei… E não gostei!

O protetor solar facial é…

View more

Mês: Novembro

Este mês vamos de livros…

View more

Mês: Outubro

As últimas dicas infanto-juvenil para…

View more

Motive-se

Ahhhh… Como eu amo o…

View more

Mês: Outubro

E o mês das crianças…

View more

Usei… E gostei!

Sabe qual é o melhor…

View more

Rocambole de carne moída com purê de batatas

Ingredientes do rocambole • 1…

View more

Campanha ‘Leia para uma Criança’ 2015

Hoje vim falar sobre um projeto de leitura que o Banco Itaú faz e que eu acho muito significativo, que é o ‘Leia para uma Criança’. Neste projeto você ganha dois livros, mas para isso você tem que acessar o link abaixo.
Campanha-Itaú
Após clicar você será redirecionado para uma página onde avistará os dois livros da campanha 2015 que são: “Dorme, menino, dorme” da Laura Herrera e “Tatu-balão” da Sônia Barros.

Há 3 anos eu já peço os livros e eles realmente são excelentes e são totalmente direcionados ao publico infantil. Os livros são cheios de imagens, frases curtas e de fácil compreensão e são histórias que as crianças se interessam já quando ouvem o título do livro.

Campanha Itaú 2015
Eu acho muito válido solicitar os livros mesmo que você não seja educador, pai, ou mãe, pois você pode ter um primo pequeno, sobrinho, ou até mesmo filho de amigos que se ao visitarem a sua casa, você poderá emprestar, ou até ler para as crianças e desta forma você estará incentivando a leitura e ajudando no desenvolvimento da criança.

Se você já pediu o seu livro, ou se interessou em pedir comente aqui em baixo falando o que achou desta campanha do Banco Itaú!

Estresse de fim de ano

Boa noite leitores!

Não sei para vocês, mas para mim o ano voou… Mal pisquei já estava nas férias de Julho e agora, mal voltei já estamos terminando todo o conteúdo para podermos fazer as provas finais e vem férias novamente.

Assim como os adultos as crianças também já estão estressadas, cansadas, querendo e precisando de férias, pois se vocês não sabem as crianças também se estressam.

Sempre falamos aquela frase “Como era bom ser criança, não me preocupar com nada, não me estressar” e assim vamos relembrando nossa infância, mas esquecemos que nessa mesma época, ficávamos preocupados em tirar uma boa nota na prova, ou os pais cobravam uma boa nota, nos preocupávamos com qualquer briga que nossos pais tivessem, ou se o cachorro sumia, ou se algum ente querido falecia… Não deixávamos de nos estressar de certa forma.

E esse estresse que passávamos era bom, pois nos fez e nos faz quem somos hoje, nos preparou para os perigos iminentes que temos hoje em dia. O perigo seria se esse estresse infantil se repetisse constantemente, pois isso afetaria nosso socioemocional, então o alerta de hoje é para que fiquemos de olho em nossos irmãos, filhos, alunos para o caso de se mostrarem estressados constantemente.

Caso observemos que há estresse constante devemos atuar conversando, dando colo, afeto, mostrando que somos um porto seguro, em outras palavras dando total apoio e ajuda para que a criança supere o que está passando. Paul Tough disse que “não se trata de protegê-las do estresse, mas de ajudá-las a lidar e a superar esse estresse”.

Essa é a dica de hoje!

Conscientização para economia da água

Bom dia gente!!

Hoje vim falar sobre um assunto muito importante.

Cada vez mais está chovendo menos e o calor não para e as represas e rios estão secando e então devemos aproveitar esse período para ensinar nossos alunos sobre a conscientização para economia da água, pois todos sabemos que assim que aprendem eles chegam em casa contando e querendo que os pais façam exatamente o que aprenderam na escola. Então essa é a hora!

Podemos desenvolver um projeto, trabalhos, cartazes, pesquisas e explicando para eles o que está acontecendo ao redor deles, pois muitas vezes eles não sabem, ou não ouviram falar sobre as secas, ou até mesmo racionamento que há nesta época do ano.

A melhor forma de tocar no assunto é fazendo perguntas, instigando eles, como: Vocês já pararam para pensar como a água é importante? Quantos copos de água vocês bebem por dia? Quantos banhos vocês tomam por dia? Vocês já imaginaram nosso mundo sem água? E sem chuva?… E assim nós vamos despertando a curiosidade deles e entrando no assunto de forma abrangente e com eles participando.

Texto exemplo, para ser lido para os alunos

Economizar água é necessário, pois se não mudarmos os nossos hábitos a escassez de água para o consumo vai nos afetar seriamente.

Os 2,5% de água potável disponível no planeta não são distribuídos de forma homogênea entre a população humana ao redor do mundo. A ONU (Organização das Nações Unidas) estima que um bilhão de pessoas não possuam acesso a um abastecimento de água que seja suficiente para suprir suas necessidades diárias.

Com o avanço das industrias e o aumento da população mundial, a demanda por água só tenderá a aumentar e, se não a consumirmos de forma consciente, ela será um recurso cada vez mais escasso, o que aumentará os conflitos pelo seu acesso.

• Não demore no banho, cinco minutos é o suficiente.

• Desligue o chuveiro na hora de se ensaboar e de passar o xampu e o condicionador, religue-o somente na hora do enxague.

• Evite brincadeiras com água.

• Desligue a torneira ao escovar os dentes.

É isso gente, espero que vocês gostem e despertem a conscientização em seus alunos, para que eles possam ser adultos conscientes e assim preservem a água.

Beijos e até o próximo post.

Como trabalhar a matemática?

Boa noite leitores!

 

Hoje vim tratar de um assunto que não sei para vocês, mas para mim as vezes é um pouco difícil de se passar para os alunos, pois eles ficam ansiosos e me interrompem, não deixam eu terminar a explicação e vão logo falando, ou querendo que eu explique logo.

Ensinar matemática… Não é apenas o ato de ensinar, é passar, transmitir, pois não adianta querer que eles decorem apenas para prova, pois assim nunca aprenderão.

Como sabemos a matemática vem desde a educação infantil, quando eles começam a contar, ver figuras geométricas, fazer contas básicas de 1+1, montar quebra cabeça, usar blocos de construção e por aí vai. Só que quando entram no ensino fundamental a matemática fica mais complexa, requer mais habilidades, mais memorização, mais atenção com relação a tudo, eu sempre digo para os meus alunos que se errar um número na conta, eles errarão tudo, pois o resultado já não será o mesmo.

Uma coisa que faço todos os dias antes das aulas de matemática é: pedir que façam silêncio, que primeiro compreendam para serem compreendidos, que tentem fazer pelo menos um exercício sozinhos e se a dúvida permanecer irei ajudá-los, pois todos tem que sair da sala sabendo fazer, porque tudo o que é ensinada em sala, vai de lição de casa e isso tem funcionado bastante. Conversar com eles antes da aula tem ajudado eles a ficarem menos ansiosos e ouvirem primeiro a explicação da matéria.

Outra maneira de se trabalhar é fazendo texto explicativos, cartazes em que eles mesmos confeccionem, para assim colocarem em prática visualizando o conteúdo trabalhado. Esses dias alguns alunos estavam com dúvidas em geometria, todos juntos confeccionamos um cartaz explicando o que era cada figura e colando figuras após a explicação e isso funcionou bastante.

Bem, essa é a minha experiência. Se vocês tiverem mais sugestões escrevam no comentário, ficarei feliz em lê-las e respondê-las.

Beijinhos e até o próximo post.

Campanha ‘Leia para uma criança’ 2014

Boa noite pessoal,

Como foi a semana de vocês?
Era para eu ter postado ontem, pois tenho o objetivo de postar toda quarta-feira e na semana que der

 

fazer mais de uma postagem, mas ontem eu estava muito cansada e me dei uma folga até dos serviços da escola (rs) e olha que tenho muitos textos (redações) para corrigir, pois na apostila (anglo) que usamos tem muitas construções de texto e também como é final de ano está mais corrido ainda.
Não sei se vocês já viram, mas o Itaú tem um projeto que se chama ‘Leia para uma criança’ aonde eles enviam livros para as pessoas cadastradas para que elas possam ler para uma criança, seja em casa, nas escolas, ongs. Eu acho esse projeto muito legal e quando fiquei sabendo a dois anos atrás logo fiz o meu cadastro e pedi os meus livros e esse ano não fiz diferente e já pedi os meus.
Os livros são fofos, com histórias bem legais e fáceis, tanto para eles entenderem, como para ajudar eles na hora de ler. Minha prima mesmo, pede para a filha dela desde que ela começou a aprender a ler, dessa maneira incentiva ela e ela treina a leitura.
Espero que vocês peçam e façam bom proveito e ‘Leiam para uma criança’! (é só clicar no nome do projeto que abrirá o site para fazer o cadastro)
Beijinhos e boa noite a todos!

15 de Outubro – Dia dos professores

Boa tarde queridos leitores!

Hoje vim parabenizar os professores de plantão e também para lembrar aqueles que não são professores, mas que tiveram ou tem algum professor que marcou que hoje é Dia dos Professores.
Gostaria de dar Parabéns a esses profissionais (para mim principalmente, rs) por fazerem a coisa mais importante que há no mundo: ensinar. Pois sem aprender não seríamos nada e nenhuma profissão existiria.
É um trabalho que vai além da transmissão de conhecimento, conteúdo ou avaliação. É um trabalho que nos entregamos de corpo e alma, que damos o nosso melhor e que muitas as vezes chegamos em sala de aula já cansados, por ter que preparar a aula antes, ou uma atividade bem elaborada, ou até mesmo por ter ficado até tarde no dia anterior corrigindo provas e trabalhos, mas quando vemos os sorrisos dos nossos alunos e o carinho que demonstram por nós nos derretemos.
É uma profissão difícil? É. É uma profissão cansativa? É. Mas falo por mim que é gratificante ver o quanto influenciamos e como podemos mudar a vida de uma criança e não tem recompensa maior do que ver o brilho nos olhos deles e verem que realmente aprenderam.

Aproveitem o dia professores!

Beijinhos

Como incentivar a leitura…

Boa noite pessoas,
Tudo bem como vocês?
Como disse que tentaria postar uma vez por semana, aqui estou eu… Para não me deixar desanimar novamente (rs).
Hoje vim falar sobre um assunto que não chama tanta atenção das crianças que é LER, pois com tanta tecnologia, com tantos jogos, desenhos, grupos musicais e até mesmo seriados está difícil da garotada sentar, parar e ler um livro.

 

Vou falar como comecei incentivando; comecei comentando sobre os livros que leio, falando qual eu estava lendo no momento
e até mesmo levando os livros para eles florearem, desta maneira se interessaram por um livro em que eu estava lendo na época (comentei no post anterior).
Na escola em que trabalho temos as metas e por isso coloquei uma meta da leitura, que acabou fazendo com que até os que não gostavam de ler, acabassem lendo um livro, para que assim alcançassem a meta do mês. Mesmo que você não tenha um projeto, pode criar a meta da leitura para desenvolver esse objetivo em grupo e fazer com que leiam e assim acabem gostando do que estão fazendo. Tive aluno que me disse “Nossa tia, acabei gostando de ler, pois antes não gostava. Você me fez gostar”, ou até mesmo dizendo “Tia estou amando ler e imaginar”. É gratificante ouvir tais palavras, pois nossa nação está tão defasada quanto ao ensino que se ao menos conseguirmos mudar algumas crianças e implantar neles o gosto da leitura eles poderão levar isso para a vida inteira.
Também pode haver um incentivo quando lemos nem que seja 10 minutos por dia, ou até mesmo incentivando-os a ler os textos que aparecem nos livros, ou apostilas que usamos. Separar alguns minutos por dia para que eles leiam o seu próprio livro, ou pedir que ao terminarem a lição, enquanto esperam os amigos terminarem aproveitem esse tempo para lerem um livro. Eu venho trabalhando isso e eles estão mostrando grandes avanços e cada vez mais meus alunos trazem livros, ou pedem para pegar um na biblioteca.
Espero que gostem do assunto de hoje e que tenha ajudado vocês em alguma coisa. Se tiverem alguma dúvida, ou comentário fiquem a vontade para deixá-los, pois ficarei muito feliz com eles.
Só acrescentando… Eu estava navegando pela internet e vi um site muito legal em que indica “Grandes autores para crianças” é um texto de Adriana Nogueira.
Beijos e até logo!

Avaliação dentro de sala de aula.

Hoje vou abordar um assunto que hoje em dia é muito discutido dentro e fora da escola, pois preocupa tanto os professores, como os pais.

Tem professores e escolas que até hoje acham que avaliar o aluno é meramente através da nota que ele tira em uma prova, ou trabalho, mas hoje em dia com as mudanças na escolas, nas leis e até mesmo nos materiais escolas, percebemos que essa avaliação em sala de aula está mais flexível e abrangendo vários aspectos dos alunos.

Primeiro, devemos levar em conta o aluno por si só, não avaliar o grupo, cada aluno tem o seu tempo de aprender, tem a sua capacidade e diferença de um para o outro, as vezes um pode ter mais facilidade em uma matéria do que o outro e assim por diante. É ai que entramos, se percebemos que um aluno tem mais dificuldade em uma matéria do que em outra, daremos um suporte para ele e temos que ser observadores e cautelosos para não deixar isso passar, para quando chegar o final do ano o aluno não se prejudique e nem fique sem entender a matéria.

Segundo, devemos avaliar os alunos em todos os momentos não só nas provas. Avaliar pelo caderno, pelas respostas ás perguntas, pela leitura, comportamento e o que mais for necessário. Mas quando digo avaliar, não significa dar notas e sim dar um elogio, fazer um comentário para o próprio aluno dizendo que ele tem que melhorar em certo aspecto, pois nem tudo gira em torno de uma nota, eles tem que aprender a fazer e melhorar, pois será bom para eles próprios.

Achei interessante esta nota que li em um site ”

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), aprovada em 1996, determina que a avaliação seja contínua e cumulativa e que os aspectos qualitativos prevaleçam sobre os quantitativos. Da mesma forma, os resultados obtidos pelos estudantes ao longo do ano escolar devem ser mais valorizados que a nota da prova final.

E é verdade isso, nela que me baseio para avaliar meus alunos. Mas a escola em que trabalho tem essa visão que nos ajuda bastante e faz com que os alunos façam por si sós para serem valorizados.

Então, percebemos que hoje em dia a avaliação é mais ampla e que é apenas levarmos em consideração o objetivo de cada aluno e a sua capacidade e dificuldade que conseguiremos avaliar e ajudar nossos alunos a aprenderem e crescerem.

Espero que tenham gostado da informação.
Beijinhos.

A importância da leitura

Boa noite!
Tudo bem
com você que está lendo meu blog agora?
Sei que
esta tarde e que hoje “termina” o feriado do carnaval para muitas
pessoas, mas amanhã eu ainda não trabalho (uhuul) e estava aqui finalizando uma
leitura e resolvi postar sobre a importância da leitura para as crianças, pois
não sei se você sabe, mas eu amooo ler e devoro os livros, hoje mesmo terminei
de ler um livro que comecei a ler ontem a noite, fiquei tão empolgada e
emocionada com a história que não parei mais de ler… ah o livro foi “O
menino do pijama listrado”, super recomendo é lindo e triste ao mesmo
tempo, depois eu coloco a resenha na seção de livros que precisa ser atualizada.
Mas
enfim, vamos ao assunto da noite. Você sabe qual a importância da leitura para
as crianças?
Ler nos
ajuda em vários aspectos e as crianças então nem se fale, mães que leem para os
bebês que ainda estão dentro de sua barriga não sabem o bem que estão fazendo
para o futuro dos seus filhos, pois o bebê ouve a voz da mãe, eles criam um
vinculo e faz bem para o bebê ouvir e saber q está sendo aguardado com muito
amor. Depois de nascidos a leitura é ótima para despertar a curiosidade, os
sentidos, para ensinar, aprender e serve de incentivo para ser um leitor, fora
que tudo isso acontece de uma forma gostosa, né?
Quanto mais cedo a criança tiver contato com os livros e
perceber o prazer que a leitura produz, maior será a probabilidade dela
tornar-se um adulto leitor. Da mesma forma através da leitura a criança adquire
uma postura crítico-reflexiva,extremamente relevante à sua formação cognitiva.
Pesquisas do mundo todo mostram que a criança que
lê e tem contato com a literatura desde cedo, principalmente se for com
o acompanhamento dos pais, é beneficiada em diversos sentidos: ela aprende
melhor, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral. Por
meio da leitura, a criança desenvolve a criatividade, a imaginação e
adquire cultura, conhecimentos e valores.
É essencial ler para crianças que estão na fase de
alfabetização, nem que seja pequenos trechos, ou frases, pois a leitura
frequente ajuda a criar familiaridade com o mundo da escrita. A proximidade com
o mundo da escrita, por sua vez, facilita a alfabetização e ajuda em todas as disciplinas,
já que o principal suporte para o aprendizado na escola é o livro didático. Ler
também é importante porque ajuda a fixar a grafia correta das palavras. 
Fora que quem é acostumado a ler desde pequeno tem mais
facilidade, ao decorrer dos anos para estudar, trabalhar, entrar em uma
faculdade e é uma coisa que se leva para a vida toda.
E você sabia que ler pelo menos 15 minutos por dia, faz bem a
mente e desestressa? Por isso, recomendo que pais, professores, tios, ou tias,
leiam mais para suas crianças e leiam mais para vocês mesmos, vocês não sabem o
que bem que estarão fazendo para todos e para si mesmos.
Beijos,
Carina Pontes.


Fontes de pesquisa:

Primeiras semanas

Boa noite gente!

Tudo bem com vocês? Estamos indo para a quarta semana de aula já, como passa rápido, né? E estou apanhando um pouco para poder ensinar os alunos do 4º B. Eles são mega inteligentes e falantes (rs), goooostam de falar que é uma beleza.
Eu trabalhava na EI e agora estou no F1 e ainda por cima é sistema apostilado construtivista, e com isto estou reaprendendo tudo o que já vi há anos atrás de uma forma diferente (estou gostando), começamos com a apostila no primeiro dia de aula, por causa da Copa que será aqui no Brasil as férias foram adiantadas para serem em junho e então temos que correr com as matérias.
As aulas que mais estou gostando de dar para os alunos são as de história e língua portuguesa. Em língua portuguesa eles construíram em grupo poemas com onomatopeias que ficaram muito legais, fiquei super orgulhosa deles. Em história ensinar sobre os portugueses e o Tratado de Tordesilhas foi uma delicia também, pois eles interagiram e agora eles querem fazer um teatro com o que eles aprenderam sobre os portugueses.
Estou super animada e com um desafio em minhas mãos, pois eles as vezes surgem com perguntas que eu nunca imaginaria que eles poderiam perguntar, ou se interessar em saber então recorremos a nossa a lousa digital que tem acessoa a internet e peço um help para nosso amigo e sábio google (rs).
Bom é isso por hoje gente!

Beijinhos e boa semana a todos,
Carina.