[post-slides]

Como eu era antes de você

como eu era antes de voceInformações: Este é um romance, escrito pela Jojo Moyes e publicado em 5 de janeiro de 2012. Foi traduzido e publicado pela Editora Intrínseca em 2013 aqui no Brasil.

Descrição: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã que é mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

como eu era antes de voce

Opinião: Esse é um livro que mexeu comigo, pois realmente a Lou quer fazer diferença. Apesar de ela ser acomodada a sua vida, ela é diferente e  você logo percebe isso ao modo como ela se veste. Acho que a situação da família dela e sua insegurança por não ter feito uma faculdade a deixou acomodada.

A história inicia com o Will Traynor antes do acidente e pelo que vimos ele era um homem ativo, gostava de esportes radicais e era bem sucedido, mas após seu acidente ele fica deprimido e sem vontade de viver.

Logo após embarcamos na vida de Louisa Clark que é uma jovem de 26 anos, que trabalha há anos no mesmo café e sempre faz as mesmas coisas, ela possui um relacionamento há 7 anos, no qual ela sempre se pergunta porque não foi pedida em casamento ainda. Seu namorado é superficial e bem frio em minha opinião.

Quando o café onde ela trabalha tem que fechar, ela se vê sem rumo, pois não sabe fazer outra coisa, mas mesmo assim vai à busca de um novo trabalho e acaba como cuidadora de um tetraplégico, o Will Traynor.

No início foi muito difícil para ela, pois o Will não facilita e é arrogante, chato, grosso e deixa bem claro que não a quer por perto, mas ela faz o serviço dela sem questionar, mesmo não estando feliz com a situação. Mas quando ela descobre que o Will tentou suicídio a história muda, pois ela quer ajudar ele e por isso faz um acordo com os pais dele, ela pede 6 meses para poder tentar ajudá-lo a mudar de opinião.

E é aí que a história começa!

E não posso falar mais, rs. Mas o modo como a Lou tenta ajudá-lo… Ela programa vários passeios, viagem para tentar reanima-lo  e isso acabou me tocando, pois mostrou o quanto ela era boa e se importava com ele, mesmo no início ele ter demonstrado total aversão a ela. Nessa busca para ajudá-lo, os dois passam a serem cumplices, companheiros e até mesmo desenvolver um sentimento um pelo outro que vai amadurecendo ao decorrer do livro e o namorado frio da Lou passa a ficar com ciúmes.

Mas o mais engraçado é que ela tenta ajudar o Will a ver como a vida é boa e não deve ser tirada e ele ao mesmo tempo tenta fazê-la enxergar que ela é jovem e tem que ir atrás de seus sonhos.  A simplicidade como esses personagens foram construídos e como a história aconteceu, me prendeu muito e me fez chorar, rir, sentir dó e ficar realmente tocada, a história realmente é muito bonita.

Fora que a ligação que ela tem com a família e o modo como ela se preocupa e os coloca sempre acima de tudo é bonito, pois aborda as dificuldades que há em uma família, mas como eles podem se ajudar e se fortalecer.

Essa é a minha opinião sobre o livro e espero que vocês gostem. Se já leram deixa a opinião sobre o livro, mas se não leram deixa a opinião sobre a minha resenha!

Senhor Fedor

Informações: É um livro para todas as idades escrito pelo David Walliams e publicado pela Editora Intrínseca no ano de 2.014. Número de páginas: 224.

Descrição: Em Senhor Fedor, conhecemos Chloe, que certamente poderia ganhar o título de menina mais solitária do mundo. Então ela conhece o Senhor Fedor, um mendigo que vive em seu bairro. É, ele fede um pouco, mas é a única pessoa neste mundo que é legal com ela. Um dia, quando o Senhor Fedor precisa de um lugar para ficar, Chloe resolve escondê-lo no barracão do quintal de sua casa. Isso, é claro, não dá certo.  Especialmente considerando que a mãe dela, se fosse ganhar um título também, seria o de “mulher mais esnobe e de nariz em pé da Inglaterra”. Nessa confusão, Chloe vai aprender que alguns pequenos segredos podem causar enormes desastres. E, por falar em segredo, pode ser que o Senhor Fedor também tenha lá os dele, escondidos pelo notório mau cheiro…

senhorfedor

Opinião: O livro me chamou atenção por causa do título que é bem diferente do que estou acostumada, mas resolvi dar uma chance para ele.

Ele possui uma leitura fácil e uma história que nos surpreende por causa da solidão da Chloe e pelo modo como a mãe dela age com relação a ela e a sua irmã, que claro é totalmente diferente da Chloe em todos os sentidos. Enquanto Annabelle (irmã da Chloe) tem uma agenda cheia de tarefas e cursos para serem feitos além da escola, a Chloe só pensa em ser escritora e diferente.

Mas um dia quando está voltando sozinha para casa resolve falar com o mendigo que ela vê todos os dias enquanto volta para casa com sua mãe. Ninguém que passava na rua parecia ver aquele senhor, mas a Chloe estava determinada a conhecer um pouco sobre ele e assim acabaram tornando-se amigos, ela o visitava escondida dos pais, levava comida sempre que possível e assim que ele precisou de um lugar para ficar e ela o esconde em seu quintal, no barracão que há lá. Mas o que será que vai acontecer se seus pais descobrirem?

Esse é um livro que nos traz muitas lições, como preconceito, compaixão família e diferenças, pois o modo como a Chloe tratou o senhor fedor desde o começo – sem preconceito nenhum – nos surpreende, pois não é algo comum das crianças da idade dela.

Realmente recomendo esse livro para todas as idades, pois vale a pena ler ele!

Eleanor & Park

Como junho é o mês dos namorados, hoje vou falar de um livro fofo e que me encantou em todos os sentidos, tem um casal que eu me apaixonei e me deixou cheia de paixão…

Informações: É um livro de ficção juvenil escrito pela Rainbow Rowell e publicado pela Editora Novo Século em 12 de abril de 2.012.

Descrição: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias.

Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

eleanor-&-park

Opinião: Eu não conhecia livros da Rainbow, mas sinceramente, após ter lido Eleanor & Park eu quero ler todos os livros dela se todos seguirem a mesma linha de fofurice e meiguice que esse livro tem.

O livro nos apresenta Eleanor como uma garota nova na escola, bem diferente das outras e que gosta de ler, seus pais são separados e ela vive com a mãe, os irmãos e um padrasto que a odeia, seu pai não liga para ela e nem para os irmãos. Já o Park vem de uma família bem estruturada, carinhosa e bem presente em sua vida.

Eles se conhecem no ônibus escolar em 1.986, onde Eleanor em seu primeiro dia de aula acaba sentando do lado de Park e ele como menino e sendo conhecido na escola, acabou ficando com vergonha e não quis papo com ela. Depois da relutância de ambas as partes e de a Eleanor ficar espiando o que ele lia a caminho da escola, ele começou a ceder e começaram a ler juntos, mas sem conversar.

Depois de um tempo começaram a falar o necessário um com o outro  e o Park começou a emprestar os gibis para a Eleanor que ficava ansiosa só de pensar em chegar o dia seguinte para que ela pudesse ler o próximo número.

E nessas poucas conversas, trocas de gibis, músicas, um esbarrando na mão do outro, acabaram descobrindo e desenvolvendo um sentimento um pelo outro. Um sentimento puro, no qual nenhum dos dois haviam sentido antes. Eleanor mesmo com medo de que eles descobrisse sobre sua história, sobre a sua vida, sobre como ela realmente pensa que é, se deixou levar e caiu nesse romance. Ela passou a frequentar a casa dele, eles passaram a se encontrar escondidos – pois o padrasto dela nunca aceitaria o namoro deles – e tiveram um encontro de verdade…

Esse livro realmente vale a pena ser lido, ele é fofo, meigo, cativante… Não tenho palavras para escrever o quanto gostei desse livro, marquei ele todo com post it, já copiei frases, falas. É um livro de escrita leve, fácil, envolvente e um romance que me fez pensar no meu tempo de escola, no meu namoro e me fez ficar apaixonada por tudo e a torcer por esse casal diferente. Espero que tenham a oportunidade de ler e que gostem assim como gostei.

Tchau Leitores e até a próxima dica.

Não conte a ninguém

Oláááá pessoal!

O feriado acabou e a mordomia também, o pior é que passou tão rápido que mal deu para aproveitar, mas valeu a pena. O que vocês fizeram de bom? Viajaram? Ou ficaram em casa? Assim como eu. Apesar de ter ficado em casa fiz muitas coisas, sai e coloquei em dia o que precisava da escola…

Demorei, mas vim com uma dica de livro novo. O livro de hoje não é um romance, pois não é só de romance que se vive um leitor (rs), apesar de eu ter passado por uma fase entre o final do ano passado e janeiro em que eu quis ler apenas romances, rs. Mas agora quero mudar um pouco, vamos para o livro então…

Informações: Este foi o primeiro livro do autor Harlan Coben a aparecer entre os best-sellers da The New York Times. É um romance de suspense que foi publicado em 2001 pela editora Arqueiro. Em 2006 foi adaptado ao cinema por um cineasta francês. Número de páginas: 339.

Descrição: Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer. O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto
com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter siso enviado por sua e acabar em contato com o marido?

Opinião: Esse foi o primeiro livro de suspense que eu li, pesquisei bastante e vi muitas pessoas falando muito bem dele, comprei e comecei a ler.

O livro conta a história de David e sua esposa Elizabeth, todo ano na data do aniversário de casamento deles, eles
comemoram indo ao local de seu primeiro beijo. Só que há oito anos o compromisso deles não ocorreu como esperado, David foi golpeado na cabeça e sua esposa sequestrada e assassinada. Quando um barranco desabou por causa da chuva o corpo de Elizabeth foi encontrado com a arma do crime e com o sangue do David. O desenrolar da
história é em cima do misterioso e-mail que o David recebe, falando algo que só a Elizabeth poderia saber, mas ele acredita que isso não passa apenas de uma brincadeira, mas logo ele recebe um vídeo que acaba deixando a sua vida de cabeça para baixo, pois ele começa a ir atrás e querer desvendar os segredos e mistérios que o rondam desde aquele dia, mas quanto mais ele vai atrás mais fica atolado.

Com essa busca ele deixa de ser a vítima e começa a ser suspeito de outros crimes que foram cometidos no mesmo local. A partir daí David começa a lutar contra o tempo para poder descobrir toda a verdade e poder se sair dessa ileso. A maneira como o Harlan Coben escreve e coloca os personagens em algumas situações acaba nos prendendo até o fim. Ele acaba fazendo você repensar na honestidade dos personagens, os que são bons você acaba ficando em dúvidas se realmente eles são vítimas.

Comecei minha leitura cheia de expectativa e o final foi surpreendente. Vale a pena ler e tome cuidado, pois nem tudo é o que parece ser nesse livro, preste bastante atenção.

Beijinhos e até a próxima dica de livro.

Easy

Bom dia pessoal!
Tudo bem com vocês? Hoje vim dar a primeira dica de livros do ano de 2.015 e escolhi um romance no qual eu amo e sou apaixonada, eu o li no ano passado e é um dos meus favoritos, tem continuação, mas eu ainda não li, pois lançou faz pouco tempo, maaaas como uma boa leitora compulsiva eu já comprei e está na minha lista para ler, rs. Então vamos lá!

Livro I da série Contornos do Coração

Informações: Livro escrito pela Tammara Webber e publicado pela Editora Verus em 2.013, seu gênero é New Adult e já está em sua 2º edição. Número de páginas: 305.

Descrição: Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa.

No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.

Opinião: O gênero New Adult está cada vez mais encantando as pessoas de todas as idades e como não sou diferente me encantei por este livro.

Esta história ocorre na faculdade, que é onde Jacqueline vai com o seu namorado estudar. Ela acaba terminando o namoro de forma triste e tem que encarar tudo sozinha apesar de ter amigos que a ajudam, pois ela estava lá com ele, e acaba mostrando o que acontece quando seguimos uma pessoa e acaba não dando certo. A forma como retrata a separação e como mostra o turbilhão de sentimentos que ela tem é o que prendeu a minha atenção desde o começo.

A forma como ela e o Lucas se conhecem e o fato de os dois vivenciarem conflitos internos, mas tentarem se aproximar e ficar juntos é surpreendente. O livro ainda trás troca de e-mails entre os dois, aonde começam a se conhecer e ficarem cada vez mais íntimos.

O romance é envolvente e abrange vários fatores e assuntos polêmicos, como namoro, assédio, família, perdas e como é a universidade americana, mas tudo isso narrado pela autora é o que faz com que sentimos o mesmo que os personagens, como: raiva, aflição, desejo, conflitos, entre outros sentimentos. A leitura é fácil e agradável e nos prende do começo ao fim.

Espero que tenham gostado! Até a próxima dica de livro.

O irresistível café de cupcakes

Hoje vim falar sobre um livro que acabei de ler na semana passada, eu o li em 4 dias, só não li em menos tempo, pois as coisas estão corridas na escola e tenho um monte de coisas para fazer, como: fechar notas, preparar teatro, música, apresentação, corrigir provas, etc.

Informações: Esse livro foi escrito pela Mary Simses, foi publicado pela editora paralela em 2014 e é considerado uma literatura norte americana. Número de páginas: 283.

Descrição: Ellen é uma advogada de Manhattan e seu noivo está prestes a se tornar um importante político. Tudo em sua vida parece estar perfeito e no caminho certo. Até que ela decide realizar o último desejo de sua avó e entregar em mãos uma carta. Para isso, ela precisa ir para Beacon, uma charmosa cidadezinha do interior. Entre cupcakes de blueberry e deliciosas rosquinhas, Ellen desvenda os mistérios da vida de sua avó. Aos poucos, ela descobre os simples prazeres da vida e que “perfeito” nem sempre é o que parece.

Opinião: O livro começou a ficar interessante quando ela começou a descrever a cidadezinha Beacon, pois é no interior, e nada chama mais minha atenção do que interior, porque meu sonho é morar no interior, não sei o de vocês (rs). Cada vez que ela falava sobre a cidadezinha, o que havia ali e como ela conheceu o rústico Roy Cummimgs, fui me apaixonando mais e mais.

A história gira em torno da morte da avó de Ellen, pois ela fica incumbida de entregar uma carta para alguém que a avó pediu, mas para isso ela tem que ir até Beacon e nessa viajem ela acaba descobrindo coisas diferentes, acaba agindo diferente e até deixando de lado algumas coisas que fazia e entrando com questionamentos do que ela realmente gosta na vida… Até que o James, seu noivo resolve aparecer lá de surpresa, mas o resto vocês saberão se lerem (rs).

O livro me prendeu totalmente e eu simplesmente me apaixonei por ele, não achei mamão com açúcar, achei um romance gostoso, até por causa das paisagens que muitas vezes ela descreve. O desenrolar da entrega da carta é gostoso, assim como as coisas que ela acaba descobrindo da avó, coisas que ninguém sabia. O livro fala muitas vezes em cupcakes de blueberries, o que acaba nos dando água na boca e fome (rs).

A capa é linda, a história é linda, então vale a pena ler!

Beijos e até o próximo assunto.

Dica de livro: Belo desastre

Boa tarde leitores!

Tudo bem com vocês? Por causa do feriado acabei não postando na quarta-feira, estava cheia de coisas da escola para fazer e também acabei me dando uma folga, mas vim hoje fazer uma postagem e quarta-feira terá outra, rs. Hoje a dica é de um romance.

Belo desastre

Informações: Esse livro foi escrito pela norte-americana Jamie McGuire, foi publicado em junho de 2.011 pela Editora Verus. Número de páginas: 392.

Descrição: A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. 

Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.

Opinião: O livro do começo ao fim é envolvente, cheio de detalhes e o Travis cativa todos com sua beleza, charme, inteligência, rebeldia e arrogância. Já a Abby é uma menina mais reservada, que não quer chamar atenção, o contrário do Travis.  O modo como se conhecem a acabam se aproximando cada vez mais, faz com que não queremos parar de ler o livro.

Algumas pessoas acham que o romance entre os dois é um pouco doentio, mas em minha opinião não é, pois  eles contam o porque agem de maneiras diferentes, porque não se entregam logo ao amor e deixam as coisas fluírem e
isso é o que mais faz com que a leitura seja agradável.

O livro fala sobre tudo um pouco, desde amor até brigas, superação, bebidas, ciúmes, entre outras coisas. É um excelente romance, não consegui para de ler. E sim, me apaixonei pelo Travis, e não tem como não se apaixonar.

E para quem quiser mais histórias desse casal fantástico e envolvente também poderá ler Desastre Iminente e Belo casamento.

Boa leitura!!!

Dicas de livros: Extraordinário e Pó de Lua

Hoje vim dar dicas de livros, espero que vocês gostem das dicas de hoje.

Extraórdinário

Informações: O livro foi escrito por R. J. Palacio que trabalha no mercado editorial há mais de duas décadas. Extraordinário foi publicado em 14 de fevereiro de 2012 pela Intrínseca, já teve duas versões da sua capa, uma branca e uma azul (esta ao lado). Para espalhar a mensagem do Extraordinário, Palacio iniciou uma camapanha anti bullying, da qual milhares de crianças já participaram. Número de páginas: 320.

Descrição: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Resenha: Extraordinário é um livro super fácil e gostoso de se ler. Eu o li já faz alguns meses, porém lembro que o li em poucos dias e a cada página não conseguia parar de ler. Ele nos mostra como é difícil ser alguém diferente, ainda mais com um defeito  no qual todos veem e como é a dura inclusão numa escola. Mas nos mostra como o Auggie enfrenta tudo isso e como ele cativa as pessoas sendo ele mesmo e mostrando que ele é normal apesar do seu defeito. Esse é um livro que eu recomendo para todas as idades, já até recomendei para os meus alunos(rs)

Pó de Lua

Informações: O livro foi escrito por Clarice Freire publicitária que nasceu em Recife que teve seu publicado pela Intrínseca em 2014. Mas tudo começou no facebook com a sua página ‘Pó de Lua’ criada em 2011. Em seu livro seus pensamentos são colocados com delicadeza, humor sutil e despretensioso combinando com desenhos. Número de páginas: 192.

Descrição: Em 2011, discretamente, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página para reunir seus escritos e desenhos. Batizou-a como Pó de Lua, sua receita infalível “para tirar a gravidade das coisas”. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenho e até fragmentos de palavras. Entre eles, estão personalidades como a atriz Grazi Massafera e a apresentadora Ticiane Pinheiro.

Da internet para as páginas de um livro, foi mais um salto para a jovem autora recifense, de apenas 26 anos. Ela surpreende seus admiradores com uma proposta diferente. Pó de lua, o livro, tem o formato de um dos cadernos moleskine em que Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas quatro fases da lua – minguante, nova, crescente e cheia – ela trata em frases concisas e certeiras de sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre em sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos.

Opinião: O livro nos chama atenção desde a capa até os detalhes, é um livro lindo, não tenho palavras para expressar o que senti quando o vi, de tão lindo. Não consegui parar de ler ele, pois não sei como dizer, se são frases, ou poemas, mas sei que o livro tem dizeres engraçados, tristes, tocantes e que realmente nos deixam felizes. A cada vez que eu via uma mensagem que me tocava de alguma forma eu tirava foto e postava no instagram, mas me certifiquei de não postar muitas senão acabaria com a supresa de quem ainda irá ler ele.

Espero que tenham gostado das minhas resenhas de hoje.

Dica de livro: Claros sinais de loucura

Boa noite!

Sei que fiquei ausente uns 6 meses, mas é que estava muito difícil para eu poder postar, mas realmente quero melhorar as quantidades de postagem por aqui.

Estou voltando cheia de ideais e vontades, mas vou fazendo aos pouquinhos… Quero mudar a aparência do blog, tirar algumas coisas e colocar outras, mas continuarei falando sobre lecionar, dando dicas, trazendo coisas novas e até algumas coisas que eles fazem em sala de aula.

Hoje gostaria de falar sobre um livro maravilhoso que eu li e que me encantou do inicio ao fim. Conforme eu ia lendo ia falando para os meus alunos o que estava acontecendo na história e cativando-os da mesma forma em que fui cativada… Eu o li em uma semana e não queria mais largar, além de cativante ele prende nossa atenção e
fiquei mais feliz de após ter lido o livro ver meus alunos querendo saber mais, perguntando, querendo folhear o livro e até comprando-o, ou baixando no celular.

É muita fofura… Estou super feliz por poder ser um bom exemplo e fazer com que eles leiam mais e possam se interessar pela leitura, desta maneira melhorando o vocabulário, escrevendo melhor e até mesmo lendo melhor.

Bom é isso gente, queria compartilhar minha alegria com vocês, abaixo colocarei a sinopse e tudo mais.

Claros Sinais de Loucura

Informações: Claros sinais de Loucura foi publicado originalmente pela Intrínseca, escrito por Karen Harrington. Seu estilo é young adult e está cativando pessoas de todas as idades. Número de páginas: 256.

Sinopse: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos
amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai tornou-se alcoólatra. Prestes a completar doze anos, Sarah sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa porque seu primeiro beijo de língua ainda não aconteceu. Tragédia e humor combinam-se de forma magistral nesta incrível história sobre a aventura que é crescer.

Opinião: É um livro com uma leitura gostosa e fácil, contendo o significado de algumas palavras. Quem conhecer a Sarah Nelson jamais a esquecerá. É uma menina doce e com problemas como todas as meninas da idade, como: sobre o primeiro beijo, primeiro amor, pais, conflitos e tudo mais. O desenrolar da história acontece com ela narrando e sempre dividindo-o entre dois diários… Não vou contar mais, pois já tem muito spoiler, mas vale a pena
ler. Meus alunos estão amando.

Beijos e até o próximo post.

Dicas de livros: O menino do piajama listrado e P.S. Eu te amo

Hoje vim fazer mais duas indicações de livros.

 O menino do pijama listrado

 

Informações: O Menino do Pijama Listrado é um drama que foi escrito por John Boyne em 2004 e lançado em 2006. A partir de março de 2010, o livro vendeu mais de cinco milhões de exemplares ao redor do mundo. Em 2007 e 2008 foi o livro mais vendido do ano na Espanha. Também chegou a número dois na lista de bestsellers do New York Times, nos Estados Unidos, assim como no Reino Unido, Irlanda e Austrália. Seu filme foi lançado em 2008. Número de
páginas: 224.

Descrição: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz ideia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga.

Em uma de suas explorações Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando esclarecer o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.

Opinião: É um livro com uma leitura super gostosa, apesar de ser triste. Mostra duas realidades totalmente diferentes, mas que apesar disso, duas crianças que não tem preconceitos, muito menos ligam para o dinheiro podem ser amigos e que acima de tudo o que importa é a amizade. Teve horas que duvidei da ingenuidade do Bruno, pois ele faz coisas que são um pouco mesquinhas, ou egocêntricas, mas lendo você vê que é dele, pois ele acha que o Shmuel tem a mesma condição de vida que ele, ou até mesmo melhor, pois tem vários amigos do lado da cerca com ele e o Bruno não tem ninguém. Para quem gosta de livros tipo “O caçador de pipas”, ou “Cidade do sol” eu recomendo, pois é um drama marcante e forte, mas ele conquista todos que o leem. O filme como sempre é totalmente diferente e este eu não recomendo.

 

P.S. Eu te amo

Informações: P.S. Eu te amo é o primeiro romance escrito pela irlandesa Cecilia Ahern publicado em 2004 o livro alcançou como best-seller na Irlanda durante 19 semanas. Depois disso teve adaptação para os cinemas, com o mesmo título em 2007.

Descrição: Gerry e Holly eram namorados e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada.

Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas qual Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

Opinião: O livro P.S. Eu te amo mostra uma história de perda e superação, com um toque de leveza. Os dramas e as tristezas que a Holly passa poderiam, ser os meus, ou os seus e isso meche com o leitor e faz com que leiamos mais e mais o livro, e nos faz chorar com as coisas que acontecem.

Me apaixonei pelo Gerry, não só pelo que ele foi para Holly, mas o fato dele ter mudado a vida dela para melhor, mesmo não estando com ela, e a ideia dele de enviar cartas, deixar bilhetes e tudo mais foi lindo e muito romântico,
porque mesmo depois da morte ele mostrou o quanto se importava com ela e a amava e a fez enxergar que havia mais do que ele na vida dela, que ela poderia ser feliz de diversas maneiras. Este é um livro que super recomendo, que nos dá alegria, ao mesmo tempo que sentimos tristeza, pois a Holly sempre tem os amigos e familiares ao seu
lado, ajudando-a, dando força, querendo o melhor dela e mostrando que ela não está nessa sozinha. Lendo o livro fiquei torcendo para que tudo desse certo no final. O filme muda um pouco a história, mas é bom também.

Beijinhos pessoal!

Espero que tenham gostado.



[instagram-feed]