[post-slides]

Mês: Dezembro

Mês Dezembro

Não sei vocês, mas gosto de conhecer um pouco mais sobre o holocausto e como viveram as pessoas durante o período da Segunda Guerra Mundial. Estas histórias servem como lição de vida para nós que as vezes reclamamos do mínimo, porque essas pessoas viveram com tão pouco, achavam soluções para seus problemas e sabiam ver o lado bom das coisas mesmo em meio a tanta tragédia, por isso como dica vim trazer alguns livros que tem como base a Segunda Guerra Mundial.

1. O Menino Dos Fantoches de Varsóvia de Eva Weaver – Editora Novo Conceito
Descrição: Mesmo diante de uma vida extremamente difícil, há esperança. E às vezes essa esperança vem na forma de um garotinho, armado com uma trupe de marionetes – um príncipe, uma menina, um bobo da corte, um crocodilo… O avô de Mika morreu no gueto de Varsóvia, e o menino herdou não apenas o seu grande casaco, mas também um tesouro cheio de segredos. Em um bolso meio escondido, ele encontra uma cabeça de papel machê, um retalho… o príncipe. E um teatro de marionetes seria uma maneira incrível de alegrar o primo que acabou de perder o pai, o menininho que está doente, os vizinhos que moram em um quartinho apertado. Logo o gueto inteiro só fala do mestre das marionetes – até chegar o dia em que Mika é parado por um oficial alemão e empurrado para uma vida obscura. Esta é uma história sobre sobrevivência. Uma jornada épica, que atravessa continentes e gerações, de Varsóvia à Sibéria, e duas vidas que se entrelaçam em meio ao caos da guerra. Porque mesmo em tempo de guerra existe esperança.

2. A Bibliotecária de Auschwitz de Antonio G. Iturbe – Editora Harpercollins
Descrição: Muitas histórias do horror e sofrimento testemunhados dentro dos campos de concentração nazistas são contadas e recontadas, já estão gravadas e arquivadas. É difícil, nesses relatos, encontrar atos de esperança e força diante de todo o mal registrado durante o Holocausto. A Bibliotecária de Auschwitz é um livro diferente. É uma história verdadeira e cheia de detalhes a respeito de um professor judeu, Fredy Hirsh, que criou uma escola secreta dentro do bloco 31, no campo de concentração de Auschwitz, dedicando-se a lecionar para cerca de 500 crianças. Criou também uma biblioteca de poucos volumes com a ajuda de Dita Dorachova, uma menina judia de 14 anos que se arriscava para manter viva a esperança trazida pelo conhecimento e escondia os livros embaixo do vestido. É um registro de uma época sofrida da História, mas que também mostra a coragem de pessoas que não se renderam ao terror e se mantiveram firmes usando os livros como “arma”.

3. O Zoológico de Varsóvia de Diane Ackerman – Editora Harpercollins
Descrição: Jan e Antonina Zabinski eram os encarregados cristãos do Jardim Zoológico de Varsóvia quando, no início da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha invadiu a Polônia, e os bombardeios que destruíram a cidade mataram boa parte dos animais. O casal passou, então, a esconder judeus nas celas vazias, aproveitando a obsessão dos nazistas por animais raros e com isso salvou mais de trezentas pessoas condenadas. Sua história, no entanto, desapareceu por entre as frestas da ‘grande’ História, como às vezes acontece com os atos de compaixão radical e extrema coragem. Este livro de Diane Ackerman é o testemunho poderoso dessa coragem, uma história que celebra, com rara sensibilidade, a beleza, o mistério e a tenacidade do espírito humano e da própria vida.

4. Os meninos que enganaram os nazistas de Joseph Joffo – Editora Vestígio
Descrição: Paris, 1941. O país é ocupado pelo exército nazista e o medo invade as casas e as ruas francesas. O poder de Hitler se mostra absoluto e brutal na França… É durante um dos períodos mais turbulentos da História que a emocionante narrativa de Joseph e Maurice se desenrola. Irmãos judeus de 10 e 12 anos de idade, eles perambulam sozinhos pelas estradas, vivendo experiências surpreendentes, tentando escapar da morte e em busca da zona livre para ganhar a liberdade. Essa é uma história real, autobiográfica, cuja espontaneidade, ternura e humor comprovam o triunfo da humanidade e da empatia nos momentos mais sombrios, quando o perigo está sempre à espreita… “Os meninos que enganavam nazistas” conta a fantástica e emocionante epopeia de duas crianças judias durante a ocupação, narrada por Joseph, o mais jovem.

Mês Dezembro

Mês: Dezembro

Mês Dezembro

Para começarmos bem o mês que antecede as férias e também as festas de final de ano, por que não estimular nossos pequenos a lerem mais e se interessarem pela leitura?

Com as dicas de hoje teremos ideias de presentes para a criançada, já que livro não têm data para se dar e nunca é de mais ter livros em casa, até mesmo para receber visitas com crianças, é sempre bom termos um bom livro para entreter os baixinhos, assim eles não ficarão entediados.

1. Ou isto ou aquilo de Cecilia Meireles – Editora Global
Descrição: Cantigas de ninar, cantigas de roda e trava línguas são formas de expressão muito próximas do mundo da criança. Em Ou isto ou aquilo, Cecília Meireles utiliza de forma inigualável estes e outros recursos. A autora joga com as palavras, criando um universo encantador, e, de maneira leve, coloca a criança diante dos caminhos a seguir, como no poema que dá nome ao livro: “Ou se tem chuva e não se tem sol / ou se tem sol e não se tem chuva! / Ou se calça a luva e não se põe o anel, / ou se põe o anel e não se calça a luva!”. Cecília explora a sonoridade, o ritmo, as rimas, as repetições e a musicalidade, como se pode notar em “Rômulo rema”: “Rômulo rema no rio. / A romã dorme no ramo, / a romã rubra. (E o céu.)”.
A autora resgata o universo infantil, permeado por perguntas imprevisíveis, monólogos, situações surpreendentes, comparações incomuns, em que a fantasia e a imaginação estão sempre presentes. Nos deparamos com a borboleta no jardim, a bela bola que rola, a casa da avó, a água da chuva e a lua, que aparece depois da chuva, além de outras cenas e sensações. Sensações estas que parecem sempre ter existido, mas que somente a sensibilidade de Cecília Meireles tem o dom de revelar.

2. Menina bonita do laço de fita de Ana Maria Machado – Editora Ática
Descrição: Uma linda menina negra desperta a admiração de um coelho branco, que deseja ter uma filha tão pretinha quanto ela. Cada vez que ele lhe pergunta qual o segredo de sua cor, ela inventa uma história. O coelho segue todos os “conselhos” da menina, mas continua branco.

3. A casa sonolenta de Audrey Wood – Editora Ática
Descrição: Era uma casa sonolenta, onde todos viviam dormindo. Quem diria que uma simples pulguinha saltitante pudesse acabar com tudo aquilo num só instante!

4. Da pequena toupeira que queria saber quem tinha feito cocô na cabeça dela de Werner Hozwarth – Editora Companhia das letrinhas
Descrição: Para esclarecer o enigma, a pequena toupeira interroga todos os animais que encontra no campo, até que finalmente, graças à ajuda de uma dupla de especialistas, acha o culpado e dá um jeito de se vingar.

Mês Dezembro

 

Mês: Novembro

Mês Novembro

Como sabemos que dia 20 de novembro é o Dia da Consciência Negra, escolhi livros com esta temática, sobre pessoas que fizeram a diferença e que foram fortes para suportar e tolerar tal preconceito. São livros que gostei muito e que me deixaram de coração partido, pois saber que humanos foram tratados da forma que foram antigamente me deixa bestificada, pois todos somos iguais, a cor da pele não muda nada.

1. A vida secreta das abelhas de Sue Monk Kidd – Editora Nova Fronteira
Descrição: O mundo de Lily, uma menina de 14 anos, é marcado pela dor e culpa pela morte de sua mãe. Diante de um momento crítico, em que a única pessoa que lhe resta está em perigo, Lily vai iniciar sua aventura, um experiência que a abrirá finalmente para o amor. Um romance sobre o autoconhecimento, no qual a solidariedade humana é a abelha rainha que consagra todos os corações à sua volta.

 2. O Sol é para todos de Harper Lee – Editora José Olympio
Descrição: Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado.

3. A resposta de Kathryn – Editora Bertrand Brasil
Descrição: O romance, história de otimismo ambientada no Mississippi em 1962, durante a gestação do movimento dos direitos civis nos EUA. A trama segue Eugenia ‘Skeeter’ Phelan, jovem que acabou de se graduar e quer virar escritora, mas encontra a resistência da mãe, que quer vê-la casada. Aconselhada a escrever sobre o que a incomoda, Skeeter encontra um tema em duas mulheres negras: Aibileen, empregada que já ajudou a criar 17 crianças brancas mas chora a perda do próprio filho, e Minny, cozinheira de mão cheia que não arruma emprego porque não leva desaforo dos patrões para casa.

4. Estrelas além do tempo de Margo Lee – Editora Harpercollins
Descrição: Durante a Segunda Guerra Mundial, a incipiente indústria aeronáutica americana contratou matemáticas negras para suprir sua falta de mão de obra. Esses “computadores humanos” continuaram trabalhando para seu governo e passaram a fazer parte da NASA em uma época em que vingava a segregação racial. Elas garantiram que os Estados Unidos ganhassem a corrida especial contra a União Soviética e lutaram para realizar o sonho americano.

Mês Novembro

Mês: Outubro

Mês Outubro

O mês de outubro não é apenas dedicado às crianças, mas também aos professores que dedicam horas e horas de suas vidas para poder ensinar a todos e transformar crianças em cidadãs, por isso nada mais justo do que eu trazer algumas dicas de livros que podem ajudar os professores nesta luta diária, que é o ensinar.

1. Pais brilhantes, professores fascinantes de Augusto Cury – Editora Sextante
Descrição: Formar crianças e adolescentes sociáveis, felizes, livres e empreendedores é um belo desafio nos dias de hoje. A solidão nunca foi tão intensa: os pais escondem seus sentimentos dos filhos, os filhos escondem suas lágrimas dos pais, os professores se ocultam atrás do giz. Estes são alguns dos temas fundamentais que você encontrará neste livro: os sete hábitos dos pais brilhantes; os sete hábitos dos professores fascinantes; os sete pecados capitais dos educadores; as dez técnicas pedagógicas que podem revolucionar a sala de aula e a de casa. A quem interessa este livro? Aos pais, aos professores da pré-escola, do ensino fundamental, médio e universitário, aos psicólogos, aos profissionais de recursos humanos, aos jovens e a todos os que desejam conhecer alguns segredos da personalidade e enriquecer suas relações sociais.

2. Conversas com um jovem professor de Leandro Karnal – Editora Contexto
Descrição: O professor entra na escola e parece que nasceu para dar aula: sabe como lidar com os alunos, faz camaradagem com os colegas, dialoga com os pais. Nunca comete um deslize, passa muito bem o seu recado e todos o adoram. Será que nasceu sabendo ou foi aprendendo ao longo de alguns sucessos e outros tantos fracassos?
Muitos são os livros que trazem teorias sobre a sala de aula, mas faltava um sobre a prática de ensinar. Não falta mais. Nestas “conversas” o leitor não encontrará citações de grandes obras, conhecerá experiências em classe. Tanto as que deram certo como as que fizeram o autor se arrepender depois.
Professor com vasta experiência, dono de texto envolvente, Leandro Karnal discute os problemas cotidianos daqueles que lecionam: como dar aula, como corrigir provas, o que é necessário lembrar numa reunião com os pais. Em poucas palavras: como realmente lidar com as práticas escolares.

3. 20 regras de ouro para educar filhos e alunos de Augusto Cury – Editora Acadêmia de Inteligência
Descrição: Um dos mais respeitados psiquiatras brasileiros e autor de inúmeros best-sellers, Augusto Cury vem se dedicando ao estudo da educação há anos. Já publicou livros e artigos a respeito, mas, desta vez, ele escreve um livro que servirá de guia para pais e professores. Como ele mesmo diz: “Não mudamos ninguém, mas podemos usar ferramentas de ouro para que eles mesmo se reciclem, reescrevam sua história e dirijam seu próprio script”. Conheça abaixo algumas das 20 regras de ouro de gestão da emoção que Cury explica neste livro: compreender o eu maduro e o imaturo; colocar limites inteligentes; pacificar a mente dos filhos e alunos; não elevar o tom de voz; jamais criticar excessivamente; conhecer a nova geração; prevenir a intoxicação digital; ter alergia a ser entediante e chato; dialogar com inteligência; não piorar o outro.

4. Como as crianças aprendem de Paul Tough – Editora Intrínseca
Descrição: Essa pergunta intriga pais e pedagogos do mundo inteiro, e a resposta mais comum tende a ser que o potencial de sucesso de uma criança varia de acordo com sua inteligência. Mas, nas últimas décadas, pesquisadores vêm constatando que notas altas e testes de QI não são indicadores de uma educação de qualidade — e muito menos uma garantia de sucesso na vida. O jornalista Paul Tough coloca em debate o atual paradigma da educação e questiona o valor dado à ideia de que uma criança bem-sucedida é aquela capaz de memorizar todo o conteúdo transmitido na sala de aula. Em Como as crianças aprendem, o autor aborda com grande clareza o problema e alerta: não estamos dando a devida atenção ao desenvolvimento de qualidades não cognitivas, como curiosidade e a capacidade de lidar com o estresse. Com base em dados científicos, Tough defende que é possível proporcionar uma educação de qualidade tanto para alunos privilegiados quanto para as crianças e adolescentes que vivem em situação de pobreza e dependem de políticas públicas ineficientes. O objetivo: fazer com que nossos filhos estejam mais preparados para a vida e sejam capazes de conquistar realização pessoal e melhores oportunidades.

Mês Outubro

Mês: Outubro

Mês Outubro

Mais uma sessão de dicas de livros infanto-juvenil, pois ler para crianças e incentivá-los a lerem nunca é demais… Além do mais, este é o mês dedicado as crianças, e não há nada mais gostoso do que presentear uma criança com um bom livro!

1. Onde vivem os monstros de Maurice Sendak – Editora Cosac Naify
Descrição: Na história escrita em 1963, o garoto Max, vestido com sua fantasia de lobo, faz tamanha malcriação que é mandado para o quarto sem jantar. Lá, ele se transporta para uma floresta, embarca em um mini veleiro, navega pelo oceano, por dias, semanas, meses, até chegar na ilha onde vivem os monstros. Max, então, fica livre para mandar e desmandar, longe de regras ou restrições. Mas, quando a saudade de casa e daqueles que realmente o amam começa a apertar o peito, Max fica em dúvida sobre suas escolhas. No livro de Sendak, os conflitos entre obediência e rebeldia são personificados em monstros enormes e cativantes. Trata-se de uma bela obra sobre a infância e a eterna luta entre a liberdade almejada pelas crianças e a autoridade dos pais. O autor reconstruiu, de forma imaginativa e sensível, os sentimentos e as emoções silenciados na infância.

2. O Menino Maluquinho de Ziraldo – Editora Melhoramentos
Descrição: Na obra infantil, verso e desenho contam a história de um menino traquinas que aprontava muita confusão. Alegria da casa, liderava a garotada, era sabido e um amigão. Fazia versinhos, canções, inventava brincadeiras.Tirava dez em todas as matérias, mas era zero em comportamento. Menino maluquinho, diziam. Mas na verdade ele era um menino feliz.

3. Marcelo, marmelo, martelo  de Ruth Rocha – Editora Salamandra
Descrição: Este livro mostra situações reais do cotidiano de um jeito que procura ser simples e de modo colorido. Os personagens dos três contos que compõem este livro são crianças que vivem no espaço urbano. Elas resolvem seus impasses com muita esperteza e vivacidade; Marcelo cria palavras novas, Teresinha e Gabriela descobrem a identidade na diferença e Carlos Alberto compreende a importância da amizade.

4. O senhor Tomatos de Ana Gobel – Editora Autêntica Infantil e Juvenil
Descrição: Um carro novo, rosado e violeta como um bolo de morango com framboesa… O Senhor Tomatos estava feliz da vida com o seu carrinho, todo animado, pronto pra sair passeando pela cidade. Mas aconteceu uma coisa que atrapalhou pra valer os planos dele!

Mês Outubro

Mês: Setembro

Mês Setembro

Oiiiiii… As dicas de livro desse mês, são dicas de livros young adult, mais conhecidos como leitura para jovem adulto (entre 14 e 21 anos). Eu não sigo apenas um segmento de leitura, os livros young adult por terem uma pegada mais leve, mais romântica me atraem sempre que estou saindo de um livro que me prendeu e mexeu bastante comigo, sempre recorro a um YA. Espero que gostem das minhas escolhas…

1. Anna e o beijo francês de Stephanie Perkins – Editora Novo Conceito
Descrição: Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris. Porém, seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, sua fiel melhor amiga e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, ela conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito, que além de muitas qualidades, tem uma namorada… Anna e Étienne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?

2. A rainha vermelha de Victoria Aveyard – Editora Seguinte
Descrição: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe — e Mare contra seu próprio coração

3. Mil beijos de garoto de Tillie Cole – Editora Outro Planeta
Descrição: Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

4. Legend de Marie Lu – Editora Prumo
Descrição: Ambientado na cidade de Los Angeles em 2 130 D.C, na atual República da América. Conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda.

Mês Setembro

Mês: Agosto

Mês Agosto

Para este mês teremos indicações de livros infanto-juvenil, já que sou professora e estou sempre lendo livros para indicar para os meus alunos, tenho algumas referências, e claro, sempre peço a opinião deles para saber se eles realmente gostaram.

1. A sabedoria do Califa de Ilan Brenman – Editora Ática
Descrição: Em Bagdá, havia um califa muito conhecido por sua sabedoria e pelo amor aos livros. Seu costume era reservar uns dias da semana para resolver casos conflituosos dos súditos. Um desses casos envolvia o proprietário de um restaurante e o mendigo chamado Hashid. O dono queria cobrar do mendigo, a qualquer custo, a comida que ele ficou durante 20 minutos cheirando bem diante da porta do restaurante. Usando de toda a sua sabedoria – adquirida, de acordo com ele, por meio dos livros de sua imensa biblioteca -, o califa tomou as únicas moedas no poder do mendigo e pagou ao dono do restaurante de modo semelhante ao que a comida foi consumida…

2. O Reizinho mandão de Rutg Rocha – Editora Salamandra
Descrição: A morte de um rei sábio e justo leva ao trono seu filho mimado e mandão. Além de criar leis absurdas, seu autoritarismo faz o povo literalmente perder a voz. Até que um dia… Um livro premiado, que deu origem à série que tem hoje o seu nome.

3. Prendedor de sonhos de João Anzanello – Editora Scipione
Descrição: Zelito Traquitana era o único inventor daquela cidadezinha. Um dia, remexendo em seus velhos inventos, encontrou a máquina de fabricar sonhos e resolveu consertá-la. Mas, por algum defeito em seu mecanismo, em vez de produzir os seus próprios, a máquina começou a prender os sonhos de toda a população, espalhando um clima de desencanto pela cidade.

Mês de Agosto 2017

Mês: Julho

Mês Julho

Este mês as indicações são de livros que falam sobre bullying, pois este é um assunto que vem instigando muito as pessoas, até mesmo para querer saber como as pessoas sofrem bullying, como se sentem e como reconhecer os sinais. Então, vamos as dicas…

1.Os treze porquês de Jay Asher – Editora Ática
Descrição: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker – uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

2. A lista negra de Jennifer Brown – Editora Gutenberg
Descrição: Abril. Um mês que, inevitavelmente, será sempre lembrado pelo horror de massacres ocorridos em escolas por jovens: 20 de abril de 1999, Columbine, Estados Unidos; 26 de abril de 2002 , Erfurt, Alemanha; 16 de abril de 2007, Virginia Tech, também nos EUA; e 7 de abril de 2011, Realengo, Brasil. Além desses, muitos outros já ocuparam os noticiários do mundo inteiro, chocando pela violência com que jovens assassinam seus próprios colegas. É com um noticiário como esse que o romance A lista negra abre suas páginas. Lançado agora no Brasil pela Editora Gutenberg, a obra Jennifer Brown é uma ficção que mergulha no mundo juvenil repleto por situações marcadas pelo bullying, preconceito e rejeição.
Essa é a história de Val e Nick. Eles são dois adolescentes que se conhecem no primeiro ano do ensino médio e se identificam de imediato. Val convive com pais ausentes, que brigam o tempo todo e só criticam suas roupas e atitudes. Nick tem uma mãe divorciada que vive em bares atrás de novos namorados. Os dois são alvo de bullying por parte de seus colegas do Colégio Garvin. Nick apanha dos atletas e Val sofre com os apelidos dados pelas meninas bonitas e populares. Ambos compartilham suas angústias num caderno com o nome de todos e tudo que odeiam, criando um oásis, um local de fuga, um momento de desabafo, pelo menos para Val. Já Nick não encara a lista e os comentários como uma simples piada. Há alguns meses, ele abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma co¬lega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista das pessoas e das coisas que ela e Nick odiavam. A lista que ele usou para escolher seus alvos.

3. Ponte para Terabitia de Katherine Paterson – Editora Salamandra
Descrição: Jess Aarons, um garoto de 10 anos, passou o verão treinando para ser o campeão de corrida da escola. Na volta às aulas, é ultrapassado por uma aluna nova. Os dois tornam-se grandes amigos, e criam um reino imaginário chamado Terabítia, onde governam soberanos protegidos das ameaças e zombarias da vida cotidiana. Até que um dia, uma fatalidade os separa, e Jess precisa ser forte para enfrentar essa triste realidade.

4. Por que Indiana, João? de Danilo Leonardi – Editora Giz Editorial
Descrição: Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas. Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet. João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor.

Mês de Julho

Me contem um pouco dessas histórias se vocês já leram, as indicações 2 e 3 eu já li e vou trazer as resenhas aqui para o blog futuramente.

Mês: Março

Mês Março

Sei que faz muito tempo que não posto e ando devendo muiiiiitos posts, por causa disso, mas no segundo semestre de 2016, as coisas ficaram bem mais puxadas e devagarzinho vou voltar a ativa pessoal.

Para iniciar resolvi fazer dicas para o mês de março, as dicas são bem aleatórias, são livros que li desde agosto até agora e que roubaram meu coração e me deixaram ansiosa para chegar ao final da história.

1. O orfanato da Srta. Peregrine de Ransom Riggs – Editora Leya
Descrição:  A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar vivas.

2. Não se enrola, não de Isabela Freitas – Editora Intrínseca
Descrição: A vida de Isabela dá uma completa reviravolta depois do sucesso de seu blog, Garota em Preto e Branco. Decidida a perseguir seus sonhos, ela abandona o curso de direito, deixa a casa dos pais, em Juiz de Fora (MG), e se muda para São Paulo tão logo conquista um emprego numa badalada revista on-line. Enquanto se adapta aos novos tempos numa quitinete no Baixo Augusta, Isabela escreve seu primeiro livro. Seria perfeito se no apartamento em frente não morasse o envolvente Pedro Miller e os dois não se embolassem regularmente sob o mesmo lençol. Não, não é namoro. Não, não é apenas amizade. É algo muito mais enrolado, um relacionamento sem um nome definido. Um “isso”, como diz a personagem. Embora não tenha coragem de confessar seus sentimentos, Isabela sabe que está perdidamente apaixonada pelo seu melhor amigo. Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra neste Não se enrola, não os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona.

3. Quarto de Emma Donoghue – Editora Best Seller
Descrição: Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.
O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

4. O sol é para todos de Harper Lee – Editora José Olympio
Descrição: Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. ‘O Sol é Para Todos’, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

Mês: Março

 

Espero que vocês gostem dessas indicações, pois ando lendo pouco, mas cada leitura está sendo bem curtida e aproveitada de todas as maneiras.

Mês: Agosto

Mês Agosto

Um novo mês está começando e junto com ele mais um semestre, e como estamos voltando das férias agora, estamos renovados e com a cabeça fresca e aberta a novas histórias. Hoje vim fazer indicações infantis e espero que gostem!

1. Pax de Sara Pennypacker – Editora Intrínseca

Descrição: Peter e sua raposa são inseparáveis desde que ele a resgatou, órfã, ainda filhote. Um dia, o inimaginável acontece: o pai do menino vai servir na guerra, e o obriga a devolver Pax à natureza. Ao chegar à distante casa do avô, onde passará a morar, Peter reconhece que não está onde deveria: seu verdadeiro lugar é ao lado de Pax. Movido por amor, lealdade e culpa, ele parte em uma jornada solitária de quase quinhentos quilômetros para reencontrar sua raposa, apesar da guerra que se aproxima. Enquanto isso, mesmo sem desistir de esperar por seu menino, Pax embarca em suas próprias aventuras e descobertas. Alternando perspectivas para mostrar os caminhos paralelos dos dois personagens centrais, Pax expõe o desenvolvimento do menino em sua tentativa de enfrentar a ferocidade herdada pelo pai, enquanto a raposa, domesticada, segue o caminho contrário, de explorar sua natureza selvagem. Um romance atemporal e para todas as idades, que aborda relações familiares, a relação do homem com o ambiente e os perigos que carregamos dentro de nós mesmos. Pax emociona o leitor desde a primeira página. Um mundo repleto de sentimentos em que natureza e humanidade se encontram numa história que celebra a lealdade e o amor.

2. O mundo mutante de Norm de Jonatahn Meres – Editora Ciranda Cultural

Descrição: Norm sabia que aquele ia ser mais um dia daqueles quando foi acusado de causar o aquecimento global. E essa era só a ponta do iceberg… Parece que o mundo inteiro enlouqueceu. O pai de norm está neurótico com gases do efeito estufa, seu melhor amigo está na puberdade e seu irmão precisa urgentemente de desodorante. Parece que isso não está cheirando nada bem. Será que a vida de norm ainda está sendo injusta com ele? Pior que sim!

3. Livros! de John Alcorn – Editora Pequena Zahar

Descrição: Um livro irresistível – por seu design, ilustrações e espírito – que desafia o domínio generalizado das novas tecnologias e reafirma o encanto sem igual dos livros.

Um clássico de um grande designer e ilustrador americano, que revolucionou a imagem e a edição de livros na década de 1970:John Alcorn. Uma pequena obra destinada a todos os leitores. Um hino de amor aos livros, à leitura, às palavras, à literatura e à inteligência.

4. Para chorar de rir: piadas e charadas de Vários autores – Editora Ciranda Cultural

Descrição: Divirta-se com as mais variadas piadas e charadas! Prepara-se para rir e aproveite para fazer todos ao seu redor rirem também! Torne-se o mestre do riso.

Mês Agosto

 



[instagram-feed]