A mulher na cabine 10

Escritora: Ruth Ware ǀǀ Editora:…

View more

Usei… E gostei!

Se você assim como eu…

View more

Antepasto de berinjela

Ingredientes • 1 berinjela grande…

View more

Mês: Setembro

Este mês as dicas de…

View more

Motive-se

Para acabar com a negatividade…

View more

Meu pé de laranja lima

Escritora: José Mauro de Vaconcelos…

View more

Mês: Agosto

As aulas já começaram, por…

View more

Danoninho caseiro

Esta é uma receita que…

View more

Mês: Março

Março de 2018

Nada melhor do que começar o mês de março com leituras boas e criativas, não acham? E para explorar esta criatividade e também desenvolver o senso-comum, eu trouxe livros infanto-juvenil interessantíssimos e espero que gostem!

1. O rei maluco e a rainha mais ainda de Fernanda Lopes de Almeida – Editora Ática
Descrição: No reino desta história, as pessoas fazem o que dá na telha: o padeiro não fabrica pão há anos porque prefere pintar quadros, uma moça passa a vida ao lado de um poço esperando se encontrar no que sai lá de dentro, uma velhinha vigia a Torre do Sono para que ninguém se atreva a dormir… e todos procuram um estafilágrio, coisa que ninguém sabe o que é. Mais malucos ainda são o rei e a rainha: é ele quem serve o povo (até engraxa os sapatos do engraxate!) e só será coroado depois de ter servido bastante, e é ela quem dá aula quando a professora falta. Todo mundo ali fala o que tem vontade e acha muito sábios os provérbios do avô do rei, coisas aparentemente sem pé nem cabeça como ‘quem nunca se afoga muito se arroga’ e ‘uma cauda sem tropeço ou é falsa ou é de gesso’. É nesse lugar que a menina Heloísa vai parar um dia, guiada por uma formiga falante e questionadora. Levando na bagagem todas as referências do seu próprio mundo, Heloísa chega achando tudo aquilo muito errado. Os habitantes malucos do reino, por sua vez, acreditam que é Heloísa quem tem problemas – para eles, ela sofre de ‘dicionário’, mal que acomete quem se prende demais ao uso literal e utilitário das palavras. Em meio a diálogos sensacionais e situações muito inusitadas, Heloísa vai, aos poucos, descobrindo que cada um tem o seu jeito de ser e que há mais de uma maneira de ver as coisas. Enquanto acompanham as aventuras da menina, os leitores compartilham as suas descobertas e, assim como ela, assimilam sem perceber valores essenciais: o questionamento do senso-comum e a autoconfiança.

2. A trem da amizade de vários autores – Editora Brinque Book
Descrição: Desde pequenos, descobrimos que os amigos são um bem precioso. Muitas crianças logo encontram seus pares. Outras têm mais dificuldades em se relacionar e se sentem sós, sem amigos. Artur era um desses. Todos os dias esperava na estação de trem de alguém viesse visitá-lo, mas nunca vinha ninguém. Até o dis em que ele resolveu procurar seus amigos em outras estações.

3. No reino perdido do Beleléu de Maria Heloisa Penteado – Editora Ática
Descrição: Valdomira é uma menina esperta e, quando seu irmão desaparece, ela tem certeza de onde ele está: no Beleléu, porque é lá que vão parar todas as coisas perdidas. Mas resgatar o irmão bagunceiro não será nada fácil. Primeiro ela vai precisar encontrar esse lugar misterioso e, então, terá de convencer um orangotango gigante, o Joaquim, a ajudá-la. Ainda bem que ela não desiste fácil…

4. O livro dos pontos de vista de Ricardo Azevedo – Editora Ática
Descrição: Mãe, pai, filho, filha e quatro animais de estimação: oito histórias, oito maneiras diferentes de ver a vida e avaliar as situações mais comuns do dia-a-dia. Cada um fala sobre o outro, e como se contradizem! Que diversidade e riqueza de pontos de vista!

Março de 2018

Mês: Fevereiro

Fevereiro 2018

Romance… romance e romance… Porque gosto de todos os gêneros, mas toda vez que vejo minha estante ou vou escolher um livro para comprar, me deparo apaixonada por mais um romance!!!!
Então… Mais quatro dicas de romances leves e lindos ♥

1. A garota das sapatilhas brancas de Ana Beatriz Brandão – Editora Verus
Descrição: Ele foi o farol que a salvou da escuridão. Ela devolveu as cores ao mundo dele. Da mesma autora de O garoto do cachecol vermelho. Daniel Lobos vive a vida plenamente. Dono de um coração enorme, o jovem divide seu tempo entre duas paixões: a música e as causas sociais. Até que seu caminho cruza o de Melissa, uma bailarina preconceituosa e mesquinha, que põe à prova aquilo em que ele mais acredita: que todo mundo merece uma segunda chance. Este romance mostra, através das lembranças de diversos personagens já conhecidos em O garoto do cachecol vermelho e amados pelo leitor, como as nossas decisões podem afetar o nosso destino. Respire fundo e venha descobrir o que levou Daniel a ter tanta fé em Melissa, quando ninguém mais acreditava nela. Toda história tem dois lados, e agora é a vez de conhecer a do garoto do cachecol vermelho.

2. Bela gratidão de Corey Ann – Editora Galera Record
Descrição: Um romance sobre amadurecimento e a dureza de crescer em uma cultura que exige das mulheres nada menos que a perfeição.
Corey Ann Haydu explora as complexidades da família, os limites do amor e quão duro é crescer em uma cultura que premia a beleza acima de qualquer outra coisa e cobra das mulheres nada menos que a perfeição. Uma leitura atual que dialoga direta e honestamente com a multiplicidade de questões enfrentadas por adolescentes e jovens no mundo todo – a confusão do primeiro amor, os dramas familiares e a construção da própria identidade no meio de toda essa loucura. O livro está cheio de personagens realistas, que tropeçam nos próprios medos e cometem erros com alguns dos quais é impossível não se identificar. Montana e sua irmã Arizona têm um pacto desde que a mãe as deixou: São elas duas contra todo o mundo. Com o pai sempre imerso em relacionamentos tóxicos e uma sucessão de madrastas essa foi a maneira que encontraram de seguir em frente. Mas agora que Arizona foi para a faculdade Montana se sente deixada pra trás e perdida, mergulhando em uma amizade vertiginosa e empolgante com a ousada Karissa. No meio disso tudo, Montana encontra uma distração em Bernardo. Resta saber se Montana têm a confiança necessária no que sentem um pelo outro para encaixar Bernardo na sua vida imperfeita.

3. O primeiro dia do resto da nossa vida de Kate Eberlen – Editora Arqueiro
Descrição: Tess e Gus foram feitos um para o outro. Só que eles não se encontraram ainda. E pode ser que nunca se encontrem… Tess sonha em ir para a universidade. Gus mal pode esperar para fugir do controle da família e descobrir sozinho o que realmente quer ser. Por um dia, nas férias, os caminhos desses dois jovens de 18 anos se cruzam antes que os dois retornem para casa e vejam que a vida nem sempre acontece como o planejado. Ao longo dos dezesseis anos seguintes, traçando rumos diferentes, cada um vai descobrir os prazeres da juventude, enfrentar problemas familiares e encarar as dificuldades da vida adulta. Separados pela distância e pelo destino, tudo indica que é impossível que um dia eles se conheçam de verdade… ou será que não? “O primeiro dia do resto da nossa vida” narra duas trajetórias que se entrelaçam sem de fato se tocarem, fazendo o leitor se divertir, se emocionar e torcer o tempo todo por um encontro que pode nunca acontecer.

4. É cada coisa que escrevo para dizer que te amo de Lucão – Editora Benvirá
Descrição: Às vezes, as palavras do dicionário parecem não ser suficientes para explicar sentimentos tão intensos e verdadeiros como o amor e a saudade, mas Lucão tem o dom de misturá-las de um jeito tão excepcional, que consegue dar explicações perfeitas para o coração. Escreve em poesia os sentimentos que muitas pessoas não conseguem escrever ou falar em língua alguma.
Em “É cada coisa que escrevo só pra dizer que te amo”, Lucão traz versos inéditos e faz uma compilação das melhores frases e poemas que publicou em seu blog – Abra o bico – ao longo de 10 anos. Nestas páginas há muitas facetas do poeta que nunca recusa um grande amor.

Fevereiro 2018

Mês: Janeiro

Janeiro 2018

Estamos chegando no final das férias…. Mas isso não nos impede de incentivar nossos filhos, primos, alunos a lerem livros, por isso lá vai mais quatro indicações de livros infanto-juvenil para a listinha de vocês, leitores!

1. O fantástico mistério da feiurinha de Pedro Bandeira – Editora Moderna
Descrição: Um pouco mais velha, e esperando o sétimo filho, Branca de Neve, agora Branca Encantado, convocou suas amigas para que descobrissem o paradeiro de Feiurinha, que havia desaparecido com seu príncipe, seu castelo e seu reino sem deixar pistas. Logo, a reunião estava completa. Chegaram Chapeuzinho Vermelho, Cinderela Encantado, Bela Adormecida Encantado, Rapunzel Encantado e Rosa Encantado Della Moura Torta. Juntas, começaram a discutir possibilidades e a pesquisar nos livros. Mas nem sinal da história de Feiurinha. Foram procurar um autor, que também não conseguiu nenhuma pista, e já estavam todos desanimados, quando Jerusa, a empregada, contou a história que ninguém encontrava. Agora, Feiurinha existiria para todos, com sua história escrita pelo autor.

2. Querido diário otário de Jim Benton – Editora Fundamento
Descrição: No primeiro livro da série ‘Querido Diário Otário’, Jamie Kelly consegue, através de estratégias mirabolantes, ler a ficha disciplinar da sua maior inimiga, a linda e loira Angelina. Mas a ficha acaba sumindo! Quem será o culpado? Fedido, o beagle vingativo, ou o priminho Dudu?

3. O touro Ferdinando de Munro Leaf – Editora Intrínseca
Descrição: O livro infantil conta a história do touro Ferdinando, que prefere cheirar as flores ao invés de lutar em touradas. Convocado para atuar nas touradas, Ferdinando evita as provocações tanto do toureiro quanto da plateia, pois, para ele, era mais divertido a vida no campo e viver em paz com a natureza.

4. A fada que tinha ideias de Fernanda Lopes de Almeida – Editora Ática
Descrição: As fadinhas aprendem que não se deve sair por aí inventando mágicas que não estejam no Livro das Fadas. Mas vai dizer isso a Clara Luz! Questionadora e criativa, ela quer ter idéias próprias, como transformar bule de café em passarinho, dar vida às nuvens e colorir a chuva. ‘Quando alguém inventa alguma coisa o mundo anda’, é o que ela diz. Mas nem todos aprovam comportamento tão original e inovador. Principalmente a rabugenta Rainha… E agora? O que será de Clara Luz?

Janeiro 2018

Mês: Janeiro

Janeiro 2018

Como ainda estamos na época de férias, ainda temos muiiiiiiito tempo para realizar boas leituras, nesta caso, vim fazer indicações de livros que contém animais como protagonista. Porque acredito que assim como eu há muitas pessoas que ainda gostam de animais e de histórias sobre animais, né?

1. A arte de correr na chuva de Garthu Stein – Editora Ediouro
Descrição: A história de uma família contada sob a visão do dócil e sábio Enzo, um cachorro com alma humana. Enzo foi criado assistindo a programas no canal “National Geographic” e aprendeu que todo cachorro que morre, se estiver preparado, reencarna como ser humano. Em um flashback de sua vida, Enzo relembra momentos de ternura, amor, injustiça e traição que presenciou na vida de seu dono Denny. Ele aprendeu a administrar a vida como numa corrida de carros, onde nem sempre a velocidade é a melhor estratégia. E agora tudo o que deseja é colocar este aprendizado em prática. 

2. Um gato chamado Bob de James Bowen – Editora Novo Conceito
Descrição: É uma tarde de outono em Covent Garden, Londres. Trabalhadores correm para o almoço, turistas brotam de todos os lados e clientes entram e saem das lojas. No meio de tudo isso está um gato. Usando um vistoso lenço Union Jack em volta do pescoço e cercado por uma multidão de 30 espectadores de boca aberta, Bob, o gatinho cor de laranja, sorri timidamente. Próximo a ele, está seu dono James Bowen, com seu violão surrado, cantando músicas do Oasis. Então, ele para de tocar e se abaixa para Bob: Vamos, Bob, cumprimente! Bob mexe os bigodes, levanta uma pata e a estende para James. A multidão assobia. Não é todo dia que se vê um gato sentado, calmamente, no centro de Londres, aparentemente sem se abalar com o barulho das sirenes, os carros passando e todo aquele movimento, mas Bob não é um gato comum.

3. Fraser e Billy de Alzira Allegro – Editora Venvirá
Descrição: Fraser é um garoto autista com inúmeros problemas de relacionamento. Billy é um gato resgatado de uma casa abandonada. Quando se viram pela primeira vez, Billy ronronou, pousou as patinhas sobre o colo de Fraser, e desde então eles nunca mais se separaram. Foi a partir desse dia que – de maneira lenta, mas genuína – Billy transformou a vida de Fraser com gestos puros de afeto e amizade, abrindo portas para que sua doença e sua relação com o mundo melhorassem significativamente.

4. John e George de John Dolan – Editora Rocco
Descrição: Criado em reformatórios e sem estímulo para viver, John Dolan era um ilustrador talentoso, mas deprimido. Até que um cachorro louco e cheio de manias entra em sua vida e transforma o seu destino. Nesta história real, a amizade de John e George mostra que o amor entre homens e animais pode salvar vidas.

Janeiro 2018

Mês: Janeiro

Janeiro 2018

Os livros de romance no tempo da regência vem cada vez mais encantando os corações das mulheres, então decidi fazer um post para indicar 4 livros deste gênero e espero que gostem!

1. A luz através da janela de Lucinda Riley – Editora Novo Conceito
Descrição: A Segunda Guerra Mundial deixou muitos destroços e segredos familiares principalmente na família de Emilie, os De La Martinières. Quando sua mãe faleceu, deixando o legado do château da família para ela, a única herdeira, Emilie fica devastada e quer vender tudo para que possa voltar à sua rotina comum de veterinária. Entretanto, Sebastian Carruthers aparece em sua vida para ajudá-la a cuidar de toda a documentação e a consola nos momentos mais difíceis. Emilie se apaixona pela sua gentileza e decide se casar com ele. Assim, ela se muda para a casa do marido, Blackmoor Hall, em Yorkshire. Contudo, a vida que ela, ingenuamente, pensa estar começando bem, trará a ela muitas surpresas e revelações do presente e do passado de toda uma geração.

2. Mais lindo que a lua de Julia Quinn – Editora Arqueiro
Descrição: Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.
Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?
Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?

3.  O campeão de Lady Isobel de Carol Townend – Editora  Harlequin
Descrição: Isobel sabia que a viagem a Troyes seria uma jornada que mudaria a sua vida. Por nove anos ela esperou que Lucien, o conde d’Averyon a desposasse. Até que chegou a hora de realizar o enlace. A única dúvida de Isobel era: o que poderia tê-lo mantido longe por tanto tempo? Ela sabia que o casamento era um acordo entre as famílias, porém, nunca negou o fato que de se sentia atraída pelo noivo.
Lucien Vernon, o conde de d’Averyon, se sentia em débito com o falecido pai, por isso decidiu que era hora de cumprir a promessa feita para ele e se unir à Isobel. O que não esperava era a atração que o dominou ao conhecê-la. Lucien Queria uma esposa dócil e obediente, mas a impetuosidade de Isobel acaba sendo um atrativo inesperado. Mas, para conquistá-la, Lucien terá que revelar a verdade que o fez ficar longe por nove anos.

4. Uma noite inesquecível de Lisa Kleypas – Editora Arqueiro
Descrição: O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza estonteante e o físico imponente, ele tem certeza de que a linda aristocrata logo cairá a seus pés. No entanto, seus terríveis modos americanos e sua péssima reputação de farrista deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava. Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com o rude pretendente da prima. Rafe, por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah, uma mulher forte e pragmática com um coração doce e gentil. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie, quatro amigas inseparáveis que já conseguiram encontrar o homem de seus sonhos, decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer? Uma noite inesquecível é uma viagem mágica pela Londres vitoriana, com os diálogos espirituosos e personagens memoráveis que consagraram Lisa Kleypas como uma das autoras de romances de época mais aclamadas pelo público. Nesta continuação da série As Quatro Estações do Amor, os mais cínicos se tornam românticos e até os mais tímidos suspiram, arrebatados de paixão.

Janeiro 2018

Mês: Dezembro

Mês Dezembro

Não sei vocês, mas gosto de conhecer um pouco mais sobre o holocausto e como viveram as pessoas durante o período da Segunda Guerra Mundial. Estas histórias servem como lição de vida para nós que as vezes reclamamos do mínimo, porque essas pessoas viveram com tão pouco, achavam soluções para seus problemas e sabiam ver o lado bom das coisas mesmo em meio a tanta tragédia, por isso como dica vim trazer alguns livros que tem como base a Segunda Guerra Mundial.

1. O Menino Dos Fantoches de Varsóvia de Eva Weaver – Editora Novo Conceito
Descrição: Mesmo diante de uma vida extremamente difícil, há esperança. E às vezes essa esperança vem na forma de um garotinho, armado com uma trupe de marionetes – um príncipe, uma menina, um bobo da corte, um crocodilo… O avô de Mika morreu no gueto de Varsóvia, e o menino herdou não apenas o seu grande casaco, mas também um tesouro cheio de segredos. Em um bolso meio escondido, ele encontra uma cabeça de papel machê, um retalho… o príncipe. E um teatro de marionetes seria uma maneira incrível de alegrar o primo que acabou de perder o pai, o menininho que está doente, os vizinhos que moram em um quartinho apertado. Logo o gueto inteiro só fala do mestre das marionetes – até chegar o dia em que Mika é parado por um oficial alemão e empurrado para uma vida obscura. Esta é uma história sobre sobrevivência. Uma jornada épica, que atravessa continentes e gerações, de Varsóvia à Sibéria, e duas vidas que se entrelaçam em meio ao caos da guerra. Porque mesmo em tempo de guerra existe esperança.

2. A Bibliotecária de Auschwitz de Antonio G. Iturbe – Editora Harpercollins
Descrição: Muitas histórias do horror e sofrimento testemunhados dentro dos campos de concentração nazistas são contadas e recontadas, já estão gravadas e arquivadas. É difícil, nesses relatos, encontrar atos de esperança e força diante de todo o mal registrado durante o Holocausto. A Bibliotecária de Auschwitz é um livro diferente. É uma história verdadeira e cheia de detalhes a respeito de um professor judeu, Fredy Hirsh, que criou uma escola secreta dentro do bloco 31, no campo de concentração de Auschwitz, dedicando-se a lecionar para cerca de 500 crianças. Criou também uma biblioteca de poucos volumes com a ajuda de Dita Dorachova, uma menina judia de 14 anos que se arriscava para manter viva a esperança trazida pelo conhecimento e escondia os livros embaixo do vestido. É um registro de uma época sofrida da História, mas que também mostra a coragem de pessoas que não se renderam ao terror e se mantiveram firmes usando os livros como “arma”.

3. O Zoológico de Varsóvia de Diane Ackerman – Editora Harpercollins
Descrição: Jan e Antonina Zabinski eram os encarregados cristãos do Jardim Zoológico de Varsóvia quando, no início da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha invadiu a Polônia, e os bombardeios que destruíram a cidade mataram boa parte dos animais. O casal passou, então, a esconder judeus nas celas vazias, aproveitando a obsessão dos nazistas por animais raros e com isso salvou mais de trezentas pessoas condenadas. Sua história, no entanto, desapareceu por entre as frestas da ‘grande’ História, como às vezes acontece com os atos de compaixão radical e extrema coragem. Este livro de Diane Ackerman é o testemunho poderoso dessa coragem, uma história que celebra, com rara sensibilidade, a beleza, o mistério e a tenacidade do espírito humano e da própria vida.

4. Os meninos que enganaram os nazistas de Joseph Joffo – Editora Vestígio
Descrição: Paris, 1941. O país é ocupado pelo exército nazista e o medo invade as casas e as ruas francesas. O poder de Hitler se mostra absoluto e brutal na França… É durante um dos períodos mais turbulentos da História que a emocionante narrativa de Joseph e Maurice se desenrola. Irmãos judeus de 10 e 12 anos de idade, eles perambulam sozinhos pelas estradas, vivendo experiências surpreendentes, tentando escapar da morte e em busca da zona livre para ganhar a liberdade. Essa é uma história real, autobiográfica, cuja espontaneidade, ternura e humor comprovam o triunfo da humanidade e da empatia nos momentos mais sombrios, quando o perigo está sempre à espreita… “Os meninos que enganavam nazistas” conta a fantástica e emocionante epopeia de duas crianças judias durante a ocupação, narrada por Joseph, o mais jovem.

Mês Dezembro

Mês: Dezembro

Mês Dezembro

Para começarmos bem o mês que antecede as férias e também as festas de final de ano, por que não estimular nossos pequenos a lerem mais e se interessarem pela leitura?

Com as dicas de hoje teremos ideias de presentes para a criançada, já que livro não têm data para se dar e nunca é de mais ter livros em casa, até mesmo para receber visitas com crianças, é sempre bom termos um bom livro para entreter os baixinhos, assim eles não ficarão entediados.

1. Ou isto ou aquilo de Cecilia Meireles – Editora Global
Descrição: Cantigas de ninar, cantigas de roda e trava línguas são formas de expressão muito próximas do mundo da criança. Em Ou isto ou aquilo, Cecília Meireles utiliza de forma inigualável estes e outros recursos. A autora joga com as palavras, criando um universo encantador, e, de maneira leve, coloca a criança diante dos caminhos a seguir, como no poema que dá nome ao livro: “Ou se tem chuva e não se tem sol / ou se tem sol e não se tem chuva! / Ou se calça a luva e não se põe o anel, / ou se põe o anel e não se calça a luva!”. Cecília explora a sonoridade, o ritmo, as rimas, as repetições e a musicalidade, como se pode notar em “Rômulo rema”: “Rômulo rema no rio. / A romã dorme no ramo, / a romã rubra. (E o céu.)”.
A autora resgata o universo infantil, permeado por perguntas imprevisíveis, monólogos, situações surpreendentes, comparações incomuns, em que a fantasia e a imaginação estão sempre presentes. Nos deparamos com a borboleta no jardim, a bela bola que rola, a casa da avó, a água da chuva e a lua, que aparece depois da chuva, além de outras cenas e sensações. Sensações estas que parecem sempre ter existido, mas que somente a sensibilidade de Cecília Meireles tem o dom de revelar.

2. Menina bonita do laço de fita de Ana Maria Machado – Editora Ática
Descrição: Uma linda menina negra desperta a admiração de um coelho branco, que deseja ter uma filha tão pretinha quanto ela. Cada vez que ele lhe pergunta qual o segredo de sua cor, ela inventa uma história. O coelho segue todos os “conselhos” da menina, mas continua branco.

3. A casa sonolenta de Audrey Wood – Editora Ática
Descrição: Era uma casa sonolenta, onde todos viviam dormindo. Quem diria que uma simples pulguinha saltitante pudesse acabar com tudo aquilo num só instante!

4. Da pequena toupeira que queria saber quem tinha feito cocô na cabeça dela de Werner Hozwarth – Editora Companhia das letrinhas
Descrição: Para esclarecer o enigma, a pequena toupeira interroga todos os animais que encontra no campo, até que finalmente, graças à ajuda de uma dupla de especialistas, acha o culpado e dá um jeito de se vingar.

Mês Dezembro

 

Mês: Novembro

Mês Novembro

Como sabemos que dia 20 de novembro é o Dia da Consciência Negra, escolhi livros com esta temática, sobre pessoas que fizeram a diferença e que foram fortes para suportar e tolerar tal preconceito. São livros que gostei muito e que me deixaram de coração partido, pois saber que humanos foram tratados da forma que foram antigamente me deixa bestificada, pois todos somos iguais, a cor da pele não muda nada.

1. A vida secreta das abelhas de Sue Monk Kidd – Editora Nova Fronteira
Descrição: O mundo de Lily, uma menina de 14 anos, é marcado pela dor e culpa pela morte de sua mãe. Diante de um momento crítico, em que a única pessoa que lhe resta está em perigo, Lily vai iniciar sua aventura, um experiência que a abrirá finalmente para o amor. Um romance sobre o autoconhecimento, no qual a solidariedade humana é a abelha rainha que consagra todos os corações à sua volta.

 2. O Sol é para todos de Harper Lee – Editora José Olympio
Descrição: Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado.

3. A resposta de Kathryn – Editora Bertrand Brasil
Descrição: O romance, história de otimismo ambientada no Mississippi em 1962, durante a gestação do movimento dos direitos civis nos EUA. A trama segue Eugenia ‘Skeeter’ Phelan, jovem que acabou de se graduar e quer virar escritora, mas encontra a resistência da mãe, que quer vê-la casada. Aconselhada a escrever sobre o que a incomoda, Skeeter encontra um tema em duas mulheres negras: Aibileen, empregada que já ajudou a criar 17 crianças brancas mas chora a perda do próprio filho, e Minny, cozinheira de mão cheia que não arruma emprego porque não leva desaforo dos patrões para casa.

4. Estrelas além do tempo de Margo Lee – Editora Harpercollins
Descrição: Durante a Segunda Guerra Mundial, a incipiente indústria aeronáutica americana contratou matemáticas negras para suprir sua falta de mão de obra. Esses “computadores humanos” continuaram trabalhando para seu governo e passaram a fazer parte da NASA em uma época em que vingava a segregação racial. Elas garantiram que os Estados Unidos ganhassem a corrida especial contra a União Soviética e lutaram para realizar o sonho americano.

Mês Novembro

Mês: Outubro

Mês Outubro

O mês de outubro não é apenas dedicado às crianças, mas também aos professores que dedicam horas e horas de suas vidas para poder ensinar a todos e transformar crianças em cidadãs, por isso nada mais justo do que eu trazer algumas dicas de livros que podem ajudar os professores nesta luta diária, que é o ensinar.

1. Pais brilhantes, professores fascinantes de Augusto Cury – Editora Sextante
Descrição: Formar crianças e adolescentes sociáveis, felizes, livres e empreendedores é um belo desafio nos dias de hoje. A solidão nunca foi tão intensa: os pais escondem seus sentimentos dos filhos, os filhos escondem suas lágrimas dos pais, os professores se ocultam atrás do giz. Estes são alguns dos temas fundamentais que você encontrará neste livro: os sete hábitos dos pais brilhantes; os sete hábitos dos professores fascinantes; os sete pecados capitais dos educadores; as dez técnicas pedagógicas que podem revolucionar a sala de aula e a de casa. A quem interessa este livro? Aos pais, aos professores da pré-escola, do ensino fundamental, médio e universitário, aos psicólogos, aos profissionais de recursos humanos, aos jovens e a todos os que desejam conhecer alguns segredos da personalidade e enriquecer suas relações sociais.

2. Conversas com um jovem professor de Leandro Karnal – Editora Contexto
Descrição: O professor entra na escola e parece que nasceu para dar aula: sabe como lidar com os alunos, faz camaradagem com os colegas, dialoga com os pais. Nunca comete um deslize, passa muito bem o seu recado e todos o adoram. Será que nasceu sabendo ou foi aprendendo ao longo de alguns sucessos e outros tantos fracassos?
Muitos são os livros que trazem teorias sobre a sala de aula, mas faltava um sobre a prática de ensinar. Não falta mais. Nestas “conversas” o leitor não encontrará citações de grandes obras, conhecerá experiências em classe. Tanto as que deram certo como as que fizeram o autor se arrepender depois.
Professor com vasta experiência, dono de texto envolvente, Leandro Karnal discute os problemas cotidianos daqueles que lecionam: como dar aula, como corrigir provas, o que é necessário lembrar numa reunião com os pais. Em poucas palavras: como realmente lidar com as práticas escolares.

3. 20 regras de ouro para educar filhos e alunos de Augusto Cury – Editora Acadêmia de Inteligência
Descrição: Um dos mais respeitados psiquiatras brasileiros e autor de inúmeros best-sellers, Augusto Cury vem se dedicando ao estudo da educação há anos. Já publicou livros e artigos a respeito, mas, desta vez, ele escreve um livro que servirá de guia para pais e professores. Como ele mesmo diz: “Não mudamos ninguém, mas podemos usar ferramentas de ouro para que eles mesmo se reciclem, reescrevam sua história e dirijam seu próprio script”. Conheça abaixo algumas das 20 regras de ouro de gestão da emoção que Cury explica neste livro: compreender o eu maduro e o imaturo; colocar limites inteligentes; pacificar a mente dos filhos e alunos; não elevar o tom de voz; jamais criticar excessivamente; conhecer a nova geração; prevenir a intoxicação digital; ter alergia a ser entediante e chato; dialogar com inteligência; não piorar o outro.

4. Como as crianças aprendem de Paul Tough – Editora Intrínseca
Descrição: Essa pergunta intriga pais e pedagogos do mundo inteiro, e a resposta mais comum tende a ser que o potencial de sucesso de uma criança varia de acordo com sua inteligência. Mas, nas últimas décadas, pesquisadores vêm constatando que notas altas e testes de QI não são indicadores de uma educação de qualidade — e muito menos uma garantia de sucesso na vida. O jornalista Paul Tough coloca em debate o atual paradigma da educação e questiona o valor dado à ideia de que uma criança bem-sucedida é aquela capaz de memorizar todo o conteúdo transmitido na sala de aula. Em Como as crianças aprendem, o autor aborda com grande clareza o problema e alerta: não estamos dando a devida atenção ao desenvolvimento de qualidades não cognitivas, como curiosidade e a capacidade de lidar com o estresse. Com base em dados científicos, Tough defende que é possível proporcionar uma educação de qualidade tanto para alunos privilegiados quanto para as crianças e adolescentes que vivem em situação de pobreza e dependem de políticas públicas ineficientes. O objetivo: fazer com que nossos filhos estejam mais preparados para a vida e sejam capazes de conquistar realização pessoal e melhores oportunidades.

Mês Outubro

Mês: Outubro

Mês Outubro

Mais uma sessão de dicas de livros infanto-juvenil, pois ler para crianças e incentivá-los a lerem nunca é demais… Além do mais, este é o mês dedicado as crianças, e não há nada mais gostoso do que presentear uma criança com um bom livro!

1. Onde vivem os monstros de Maurice Sendak – Editora Cosac Naify
Descrição: Na história escrita em 1963, o garoto Max, vestido com sua fantasia de lobo, faz tamanha malcriação que é mandado para o quarto sem jantar. Lá, ele se transporta para uma floresta, embarca em um mini veleiro, navega pelo oceano, por dias, semanas, meses, até chegar na ilha onde vivem os monstros. Max, então, fica livre para mandar e desmandar, longe de regras ou restrições. Mas, quando a saudade de casa e daqueles que realmente o amam começa a apertar o peito, Max fica em dúvida sobre suas escolhas. No livro de Sendak, os conflitos entre obediência e rebeldia são personificados em monstros enormes e cativantes. Trata-se de uma bela obra sobre a infância e a eterna luta entre a liberdade almejada pelas crianças e a autoridade dos pais. O autor reconstruiu, de forma imaginativa e sensível, os sentimentos e as emoções silenciados na infância.

2. O Menino Maluquinho de Ziraldo – Editora Melhoramentos
Descrição: Na obra infantil, verso e desenho contam a história de um menino traquinas que aprontava muita confusão. Alegria da casa, liderava a garotada, era sabido e um amigão. Fazia versinhos, canções, inventava brincadeiras.Tirava dez em todas as matérias, mas era zero em comportamento. Menino maluquinho, diziam. Mas na verdade ele era um menino feliz.

3. Marcelo, marmelo, martelo  de Ruth Rocha – Editora Salamandra
Descrição: Este livro mostra situações reais do cotidiano de um jeito que procura ser simples e de modo colorido. Os personagens dos três contos que compõem este livro são crianças que vivem no espaço urbano. Elas resolvem seus impasses com muita esperteza e vivacidade; Marcelo cria palavras novas, Teresinha e Gabriela descobrem a identidade na diferença e Carlos Alberto compreende a importância da amizade.

4. O senhor Tomatos de Ana Gobel – Editora Autêntica Infantil e Juvenil
Descrição: Um carro novo, rosado e violeta como um bolo de morango com framboesa… O Senhor Tomatos estava feliz da vida com o seu carrinho, todo animado, pronto pra sair passeando pela cidade. Mas aconteceu uma coisa que atrapalhou pra valer os planos dele!

Mês Outubro