Livro: O Sol é para todos

Informações: Escrito pela…

View more

Usei… E gostei

Mais uma nova…

View more

Livro: O Orfanato da Srta. Peregrine

Informações: É um…

View more

Projeto de Leitura

Desde o ano…

View more

Mês: Março

Sei que faz…

View more

Brincando na cozinha: Pão de minuto

Esta receita além…

View more

Dica de livro: Menina má

Informações: É um romance…

View more

Mês: Agosto

Um novo mês…

View more

Compras de livros

Antes das férias de julho iniciarem eu fiz uma bela compra de livros, porque eu precisava estar bem acompanhada as férias inteiras já que não ia viajar, né?

Alguns livros eu já li e vou trazer as resenhas, outros ainda não li, mas hoje vim mostrar para vocês quais foram as minhas compras.

1. Lugares escuros da Gillian Flynn
2. O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares de Ransom Riggs
3. O livro dos vilões de várias autoras
4. No escuro de Elizabeth Haynes
5. Menina má de William March

Compras de livros

6. Box Quarteto de noivas da Nora Roberts
Livro 1: Albúm de casamento; Livro 2: Mar de rosas; Livro 3: em-casados Livro; 4: Felizes para sempre.
7. Box Saga Encantada da Sarah Pinborough
Livro 1: Veneno; Livro 2: Feitiço; Livro 3: Poder.

Compras de livros

Como toda boa compradora de livros fiquei garimpando pela internet até achar bons preços, rs. Mas minha próxima compra de livros será feita apenas na Bienal de livro de SP. Quem aqui também vai na Bienal?

Não sei vocês, mas eu estou muiiiiiiito ansiosa para ir!

Mês: julho – parte 3

Mês Julho

Leitores, ainda há tempo de realizar ótimas leituras nessas férias de julho, então vamos para a parte 3 das indicações que são de livros para jovens adultos (YA)….

1. Anna e o beijo francês de Stephanie Perkins – Editora Novo Conceito

Descrição: “Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina… Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo.” Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada… Anna e Etiénne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?

2. Se eu ficar de Gayle Forman – Editora Novo Conceito

Descrição: A última coisa de que Mia se lembra é a música. Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera… e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

3. A lista negra de Jennifer Brown – Editora Gutenberg

Descrição: Abril. Um mês que, inevitavelmente, será sempre lembrado pelo horror de massacres ocorridos em escolas por jovens: 20 de abril de 1999, Columbine, Estados Unidos; 26 de abril de 2002 , Erfurt, Alemanha; 16 de abril de 2007, Virginia Tech, também nos EUA; e 7 de abril de 2011, Realengo, Brasil. Além desses, muitos outros já ocuparam os noticiários do mundo inteiro, chocando pela violência com que jovens assassinam seus próprios colegas. É com um noticiário como esse que o romance A lista negra abre suas páginas. Lançado agora no Brasil pela Editora Gutenberg, a obra Jennifer Brown é uma ficção que mergulha no mundo juvenil repleto por situações marcadas pelo bullying, preconceito e rejeição.
Essa é a história de Val e Nick. Eles são dois adolescentes que se conhecem no primeiro ano do ensino médio e se identificam de imediato. Val convive com pais ausentes, que brigam o tempo todo e só criticam suas roupas e atitudes. Nick tem uma mãe divorciada que vive em bares atrás de novos namorados. Os dois são alvo de bullying por parte de seus colegas do Colégio Garvin. Nick apanha dos atletas e Val sofre com os apelidos dados pelas meninas bonitas e populares. Ambos compartilham suas angústias num caderno com o nome de todos e tudo que odeiam, criando um oásis, um local de fuga, um momento de desabafo, pelo menos para Val. Já Nick não encara a lista e os comentários como uma simples piada. Há alguns meses, ele abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma co¬lega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista das pessoas e das coisas que ela e Nick odiavam. A lista que ele usou para esco¬lher seus alvos.

4. O doador de memórias de Lois Lowry – Editora Arqueiro

Descrição: Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis. Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo
nunca mais será o mesmo.

Mês de julho

Brincando na cozinha: Biscoito amanteigado

Brincando na cozinha

Hoje a receita é uma delícia e as crianças irão amar, apenas pelo simples fato de colocarem a mão na massa, rs. As crianças podem inventar nesta receita o que quiserem na hora de moldar os biscoitos. Vamos lá!

Ingredientes

• 200 gr de amido de milho
• 5 colheres de sopa de farinha de trigo
• 1 e meia xícara de manteiga
• 4 colheres de sopa de açúcar
• 3 colheres de sopa de coco ralado (opcional)

Biscoito amanteigado

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um recipiente e mexa com as mãos até adquirir consistência de massa. Se você achar que está muito oleosa, pode colocar um pouco mais de farinha de trigo para que os biscoitos fiquem mais sequinhos.

Biscoito amanteigado
Faça bolinhas com a massa e coloque-as em uma forma de alumínio sem untar e leve-os para o forno por 15 minutos.
Espere esfriar, e seus biscoitos estão prontos para serem deliciados.

Biscoito amanteigado

Como eu gosto de inventar, coloquei geleia de frutas vermelhas em alguns biscoitos e até mesmo coco ralado por cima, quem gosta de goiabada, também fica uma delícia colocar, eu já testei rs.

 

Mês: Julho – parte 2

Mês Julho

As indicações desta semana, são de livros de estilo chick lit, que são livros românticos com uma escrita leve, divertida, que retratam as mulheres modernas da melhor forma possível. Então pesquisei e selecionei 5 livros para dar um up nas leituras.

1. Doce Perdão de Lori Nelson – Editora Verus

Descrição: Hannah Farr é uma personalidade de New Orleans. Apresentadora de TV, seu programa diário é adorado por milhares de fãs, e há dois anos ela namora o prefeito da cidade , Michael Payne. Mas sua vida, que parece tão certa, está prestes a ser abalada por duas pequenas pedras… As Pedras do Perdão viraram mania no país inteiros. O conceito é simples: envie duas pedras para alguém que você ofendeu ou maltratou. Se a pessoa lhe devolver uma delas, significa que você foi perdoado. Inofensivas no início, as Pedras do Perdão vão forçar Hannah a mrgulhar de volta ao passado – o mesmo que ela cuidadosamente enterrou -, e todas as certezas de sua vida virão abaixo. Agora ela vai precisar ser forte para consertar os erros que cometeu, oou arriscar perder qualquer vislumbre de uma vida autêntica para sempre.

2. Tamanho 42 não é gorda da Meg Cabot – Editora Galera Record

Descrição: A cantora pop Heather Wells chegou ao fundo do poço. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com todas as suas economias. Quando finalmente consegue um emprego de inspetora em uma faculdade, Heather acredita que tudo está melhorando. Ou será que ela está enganada?

3. Um presente da Tifanny de Melissa hill – Editora Intrínseca

Descrição: Véspera de Natal na Quinta Avenida: dois homens estão comprando presentes para as mulheres que amam.
Gary quer dar para a namorada, Rachel, uma pulseira de berloques. Em parte, como agradecimento por ela ter pagado a viagem a Nova York durante as festas de fim de ano, mas principalmente porque ele deixou, como sempre, tudo para a última hora.
Enquanto isso, Ethan está procurando algo mais especial — um anel de noivado para Vanessa, a mulher que conseguiu levar felicidade à sua vida e à de sua filha depois da morte da primeira esposa, que ele amava tanto.
A vida desses dois casais acaba se cruzando por acidente. Quando as sacolas de compras dos dois homens se misturam sem que ninguém perceba, Rachel ganha o anel de noivado que seria de Vanessa, e encontrar a joia para entregá-la à sua legítima dona revela-se uma tarefa mais complicada do que Ethan imaginava.
Será que o destino tem algo inesperado reservado para os casais? Ou será a magia da Tiffany que está no ar?

4. Melancia de Marian Keyes – Editora Bertrand Brasil

Descrição: ‘Melancia’ é um romance sobre a arte de manter o bom humor mesmo nos momentos mais adversos. Com 29 anos, uma filha recém-nascida e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais de gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Nada tendo em vista que a anime, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; a mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e o pai, à beira de um ataque de nervos. Após passar alguns dias em depressão, bebendo e chorando, Claire decide avaliar os prós e os contras de um casamento de três anos. É justamente nessa hora que James, seu ex-marido, reaparece. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.

5. Bolsas, beijos e brigadeiros de Fernanda França – Editora Planeta do Brasil

Descrição: Melissa é uma jovem e impetuosa jornalista, que vive de escrever suas deliciosas aventuras por belas e curiosas cidades do mundo. Em nova fase de sua vida profissional, ela viaja à Europa em busca de cenários para as suas matérias e também de suas raízes italianas. Em meio a essa instigante jornada, além dos percalços comuns a uma mochileira no Velho Mundo, Melissa precisa lidar com a distância de seus familiares queridos, principalmente de sua mãe — grávida de um lho temporão —, e os misteriosos sumiços de seu namorado, Théo. O que será que ele lhe esconde? Por que desaparece sem deixar rastros e reaparece como se nada tivesse acontecido? É o que o leitor irá descobrir ao ler este saboroso romance e misto de guia turístico da Europa.

Mês Julho

Como ajudar as crianças a entenderem a matemática

Nós, adultos, temos dificuldade em alguma área da matemática, imaginem as crianças…

Mês passado fiz um curso sobre matemática cujo o nome era “Construindo e compreendendo as ações e operações matemáticas”. Este curso me abriu muito os olhos, principalmente com relação as operações mais simples. Aos poucos vou vir compartilhar com vocês o que aprendi, mas hoje vou falar um pouco sobre a dificuldade que as crianças tem em desenvolver as contas e as situações problemas mais simples da matemática.

As crianças de hoje em dia são diferentes das de antigamente, pois hoje em dia os estudos estão mais avançados, a criação é diferente, as crianças estão mais espertas, principalmente com relação as tecnologias e estão sempre em busca de mais, por isso devemos sempre nos reinventar e traçar novos métodos para podermos ter a atenção das crianças e poder fazer com que compreendam a matéria.

Antigamente tínhamos que aprender na raça, ou apenas decorar, principalmente quando o assunto era TABUADA – ninguém nem conseguia ouvir o nome sem ficar estressado, rs. Não explicavam para a gente o porque, qual era o objetivo e para que servia, mas hoje com muitos estudos, principalmente na área da neurociência, vemos qual a importância de se passar tais informações para as crianças e vemos quão diferente é a aprendizagem assim que você passa a explicar melhor, ao invés de impor e querer que a criança apenas decore.

A primeira dica valiosa que aprendi no meu curso de matemática foi que, tudo que for apresentado para as crianças, primeiro elas precisam ter o contato com o concreto, pois para ela é muito abstrato apenas ter que fazer uma operação ou até mesmo uma situação problema, por isso tudo primeiro tem que ser trabalhado com o concreto (ficou redundante, mas é para dar muita enfase na necessidade da criança de tocar e olhar o material), com a construção. É rico e de grande ajuda para a criança se o que for trago estiver relacionado com o dia a dia da classe, pois além de concreto a criança também está familiarizada com o assunto.

Muitas vezes queremos passar logo a matéria, porque o prazo dos livros/ apostilas estão se excedendo e temos um prazo para terminá-los, mas não adianta darmos a matéria de qualquer jeito, temos que focar num bom aprendizado e levar em conta que cada aluno tem o seu tempo e precisa realizar a construção da matemática e a construção das operações.

Abaixo há duas fotos de exemplos de como ajudar as crianças com dificuldade em operações simples de adição e subtração usando o concreto.

• 7+2 usando canetinhas como objeto concreto afim de ajudar os alunos a raciocinarem visualizando, ou pode ser feita a simbolização através de pauzinhos.

Matemática

• 8-4 usando forminhas de doces, colocando oito formas fica mais fácil para a criança poder retirar 4 e saber como funciona a subtração.

Matemática

Depois deste texto e dos dois exemplos, espero que eu tenha ajudado um pouco e que possamos cada vez mais ajudar as crianças a entenderem melhor a matemática e quebrar o tabu de que matemática é muito chata.