Talvez um dia

Escritora: Colleen Hoover ǀǀ Editora:…

View more

Mês: Julho

Cada vez mais o gênero…

View more

Usei… E gostei!

Aqueles dias mais frios, deixam…

View more

Mês: Julho

Os livros que irei indicar…

View more

Almondegas assadas

Ingredientes • 500 gramas de…

View more

Mês: Julho

Com a chegada das férias,…

View more

Motive-se

Mais um Motive-se para terminar…

View more

Nossos dias infinitos

Escritora: Claire Fuller ǀǀ Editora:…

View more

5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente

Em 5 de junho celebramos o Dia Mundial do Meio Ambiente, esta data foi criada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, tendo o objetivo de promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente, e alertar a população e o governo sobre a falta de cuidados com a natureza.

Achei três opções de lembrancinhas e atividade que me agradaram bastante e espero que gostem…

5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente

Sempre podemos melhorar as ideias, ou ter como base estas atividades para dar luz a novas ideias, me digam o que vocês pretendem fazer para esta data.

ǀǀ Fonte de pesquisa: Wikipédia ǀǀ Ideias: Pinterest ǀǀ

Motive-se

Motive-se

Ano passado comecei a fazer com os meus alunos um projeto motivacional, no qual incluía frases trazidas por eles. Todo dia era a mesma rotina: relaxamento, leitura da frase, discussão sobre ela e depois começávamos nosso dia com a agenda e as matérias.

• Por que eu criei esse esse projeto?
Pois percebi um pouco de falta de empatia dos alunos, falta de respeito com a opinião dos demais e aproveitei a deixa e linkei com os 7 hábitos desenvolvido no colégio que eu trabalho, com o decorrer do projeto percebi uma mudança nos alunos, mudança esta que os deixou até mais calmos.

• Como funcionava o projeto?
O líder do dia era responsável por trazer uma frase e lê-la para a sala, depois do debate ele a escrevia em metade de uma folha de sulfite e colocávamos na parede para que aquela frase ficasse exposta e quem quisesse a leria depois. Mas com o passar do tempo não apenas o líder do dia trazia uma frase, mas como vários alunos traziam e muitas vezes um aluno trazia mais de uma frase gerando assim um acréscimo no nosso dia, já que o começávamos com motivação e inspiração. Logo os alunos passaram a gostar e interiorizar algumas palavras ditas, por isso realmente acredito nesse projeto.

Confesso que ainda não comecei este projeto este ano, mas ele irá começar ainda neste trimestre!

Logo, pensando no meu projeto, vou começá-lo aqui também trazendo frases motivacionais e que nos dê inspirações, e claro trazer pessoas diferentes e que fazem de uma frase não apenas uma frase, mas uma arte que nos dá inspiração e que alegra nossos dias. Espero que gostem!

O casal que mora ao lado

Escritora: Shari Lapena ǀǀ Editora: Record ǀǀ 294 Páginas ǀǀ Gênero: Adulto ǀǀ Classificação: 3,5

O casal que mora ao ladoDescrição: Tudo começou em um jantar… Um thriller psicológico surpreendente da autora best-seller internacional Shari Lapena. É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a esposa; afinal, ela quase nunca sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando. Marco garante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço. Afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletrônica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai dar certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta; Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores.

Opinião: A estreia de Shari com o thriller “O casal que mora ao lado” já começa com o sequestro da filha de Anne e Marco Conti, que, ao aceitarem o convite de jantar de seus vizinhos, Cynthia e Graham deixam sua filha Cora em casa sozinha e vão de 30 em 30 minutos ver se ela está bem, só que estas idas e vindas não saem como eles esperavam, assim que Anne cansa do jantar e resolve voltar para casa, a porta está entreaberta e ela corre diretamente atrás de sua filha que não está mais no berço. Tamanho é o desespero de Anne que ela chega a quebrar o vidro do espelho e só depois que eles chamam a polícia, este acontecimentos faz com que o casal pareça culpado.

Nas páginas seguintes seguimos com a investigação do caso, onde os pais de Anne acabam se envolvendo, e como sempre excluem o Marco. Esta investigação acaba desvendando segredos, mentiras e intrigas de família, mostrando várias reviravoltas e muitas mudanças de comportamento dos personagens, só que isto não nos ajuda a escolher alguém ou a suspeitar de alguém.

O casal que mora ao lado

No início fiquei muito confusa, pois não sabia se haveria um desenrolar surpreendente, já que as coisas estavam acontecendo e aparecendo tão rapidamente, cheguei a me perguntar se o livro acabaria no meio, mas a cada página virada a história mudava e era contada através do olhar de outro personagem, uma vez de Anne, depois do seu marido. Teria sido melhor se fosse narrada apenas através do olhar do detetive Rasbach, mas ele foi totalmente apagado na história e era apresentado apenas pelo o olhar dos outros personagens.

Em suma a premissa da autora é boa, mas este não se tornou um dos meus thrillers favoritos, pois ela começou bem, descobrimos o culpado no meio, há a reviravolta e depois alguns clichês, isso fez com que a história enfraquecesse e perdesse o sentido em minha opinião. Não existiu aquele impacto, aquela ansiedade para ver o desenrolar da história…

Quase casados

Escritora: Jane Costello ǀǀ Editora: Record ǀǀ 416 Páginas ǀǀ Gênero: Chick Lit ǀǀ Classificação: 4

Quase casadosDescrição: Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.

Opinião: Quando peguei o livro achei que fosse estilo Marian Keys, e realmente era muito parecido, mas me fez gostar mais do que dos livros da Marian, pois não foi massante e a história me fez querer saber o que aconteceria na vida da Zoe rapidamente.

O livro já começa com a Zoe deprimida por ter sido largada no altar, ela mal quer ver as pessoas, não quer conversar e só come, por isso acaba engordando um pouco, então cansada de sua vida, de sua mãe super protetora e de sua cidade, ela resolve embarcar para os Estados Unidos trabalhar de babá, só que o problema é que a Zoe nunca havia viajado, muito menos saído de sua cidade.

Logo de cara a protagonista mostra que é engraçada e estabanada – fato que fez-me identificar muito com a Zoe, rs. Tudo dá errado na vida de Zoe, a caminho dos Estados Unidos a empresa que a contratou liga e diz que ela não vai mais para lá e sim para Boston, ficar com outra família e ela já chega em Boston toda atrapalhada, comete uma gafe com seu novo chefe, o Ryan Miller, e conhece seus filhos, Ruby e Samuel.

A primeira vista Ryan é lindo, porém é um conquistador barato, que sai com uma e com outra e ainda não tem tempo para ficar com seus filhos, fazendo com que a babá fique 24 horas e 7 dias por semana com seus filhos, e isso acaba tirando a Zoe do sério, mas não a impede de ter uma quedinha por seu chefe e de tentar arrumar a vida das crianças. E é nesta hora que a história clichê começa, mas com uma pitada de humor e muito desastre.

Quase casados

Conforme a história vai fluindo conhecemos mais sobre o Ryan Miller, descobrimos o motivo dele ser como é, e aprendemos a gostar dele – além de sua beleza – e a desejar que as coisas mudem para ele, que ele realmente encontre uma mulher boa e legal para a vida dele e das crianças.

Desde o início o final já fica claro, mas eu realmente gostei do livro e da Zoe, que ao meu ver é ingênua com relação a algumas coisas, não se por ter ficado 7 anos com o mesmo cara, ou por nunca ter saído de sua cidade, mas acho que tal ingenuidade que fez com o que o livro fosse bom, mas também o fato de Zoe estar sempre caindo, rolando as escadas, tropeçando – tão eu! – e falando algo errado na hora errada, esses episódios me faziam rir muito e tornavam a leitura mais envolvente.

Quase casados

No quesito chick lit este é um excelente livro, com uma escrita leve e cheio de humor!

Mês: Maio

Maio 2018

Muitas vezes passa desapercebido por nós o dever de ensinar sobre dinheiro para as crianças a nossa volta, por isso vim trazer alguns livros que abordam este assunto de forma divertida e diferente e espero que os ajude a inserir o valor do dinheiro na vida dos pequenos.

1. Como se fosse dinheiro de Ruth Rocha – Editora Salamandra
Descrição: Em ‘Como se fosse dinheiro’ o leitor pode descobrir a diferença entre uma bala e uma moeda. E quando alguém não quiser dar o troco, vai saber que a coisa pode dar bode.

2. Crise financeira na floresta de Ana Paula Hornos – Editora Geraçãozinha
Descrição: Este livro de educação financeira para crianças ensina, de forma lúdica e divertida, a importância do trabalho, do poupar e investir, e o impacto das dívidas e do consumismo. Traz conceitos sobre empreendedorismo e trabalha valores como honestidade e ética. Indicado para crianças de 7 a 12 anos, esta história pode ser útil para qualquer um que queira entender como se forma uma crise financeira e seus impactos. É fundamental ensinar, desde cedo, valores de educação financeira às crianças para que se tornem adultos e cidadãos responsáveis, bem-sucedidos e éticos ao lidarem com o dinheiro.

3. Dinheiro compra tudo? de Cássia D’Aquino – Editora Moderna
Descrição: Onde é fabricado o dinheiro? As moedas têm sempre o mesmo formato? Qual a maior cédula do mundo? Afinal, dinheiro compra ou não felicidade? As respostas para essas e outras perguntas estão reunidas neste livro. Além de aprender um montão de novidades, os alunos poderão rir com as anedotas, desvendar truques de mágica, aprender a plantar dinheiro e fabricar as moedinhas mais saborosas do mundo!

4. O poço dos desejos de Álvaro Modernell – Editora Mais Ativos
Descrição: Fundamentos de finanças abordados de maneira agradável às crianças. Belinha descobre que no quintal de sua casa há um Poço dos Desejos. Mas, com o tempo e a ajuda dos pais, ela descobre muito mais. Aprende que seus desejos podem realmente ser realizados. Mas é preciso paciência e perseverança. Ela percebe a importância do tempo para a formação de patrimônio e valorização de investimentos. A história resgata elementos de fábulas famosas para auxiliar na educação financeira infantil.

Maio 2018