Anna e o beijo francês

Escritora: Stephanie Perkins ǀǀ Editora:…

View more

Usei… E não gostei!

O protetor solar facial é…

View more

Mês: Novembro

Este mês vamos de livros…

View more

Mês: Outubro

As últimas dicas infanto-juvenil para…

View more

Motive-se

Ahhhh… Como eu amo o…

View more

Mês: Outubro

E o mês das crianças…

View more

Usei… E gostei!

Sabe qual é o melhor…

View more

Rocambole de carne moída com purê de batatas

Ingredientes do rocambole • 1…

View more

Mês: Outubro

E o mês das crianças continua por aqui… O dia das crianças é na verdade todos os dias, mas porque não paparicá-las este mês todo com muitas dicas de livros e um belo incentivo a leitura?

1. Cíntia Holmes & Watson e suas incríveis descobertas (Volume 1) de Christiane Gribel – Editora Salamandra
Descrição: Cínthia Holmes, é uma menina muito esperta e precoce para os seus 7 anos. Usando a inteligência e a imaginação, ela deduziu que, com seu sobrenome, só poderia ser descendente do famoso detetive inglês Sherlock Holmes, e que, para fazer jus ao parentesco, ela precisa de duas coisas – fazer investigações e trabalhar com um companheiro, que ela encontra em seu hamster de estimação (Watson). Nesta história desenvolvida em forma de diário, o leitor vai conhecer as primeiras aventuras da dupla e irá acompanhar Cínthia no desvendamento de mistérios e na conquista de um grande amigo.

2. Guilherme Augusto Araujo Fernandes de Mem Fox – Editora Brinque Book
Descrição: Este título é o nome do personagem, que era vizinho de um asilo de idosos, todos seus amigos. Mas era de Dona Antônia que ele mais gostava. Quando soube que ela perdera a memória, quis saber o que isso significava e foi perguntar aos outros moradores do asilo. Como resposta, ouve que memória é algo: bem antigo, que faz chorar, faz rir, vale ouro e é quente… Então, monta uma cesta e vai levá-la a Dona Antônia. Quando ela recebe os presentes ‘maravilhosos’, conchas, marionete, medalha, bola de futebol e um ovo ainda quente, cada um deles lhe devolve a lembrança de belas histórias.

3. Os cinco esquisitos de Beatrice Alemagna – Editora Martins Fontes
Descrição: Eram cinco. Cinco esquisitos. Eles não conseguiam fazer nada na vida, nem tinham vontade de fazer grande coisa. Certo dia, ninguém sabe de onde, chegou um sujeito extraordinário. Com ilustrações e texto muito bem-humorados, Beatrice Alemagna mostra que às vezes as esquisitices são muito menos esquisitas e as perfeições muito menos perfeitas do que parecem.

4. Depois do foram felizes para sempre de Ilan Brenman – Editora Callis
Descrição: E eles viveram felizes para sempre.’ É assim que boa parte dos contos infantis termina, mas o que pode ter acontecido depois disso? O que será que a Branca de Neve, a Rapunzel ou o Pequeno Polegar andaram aprontando após o ‘fim’ da história? Ilan Brenman conta aos pequenos leitores o que aconteceu depois que as histórias chegaram ao ‘fim’.

Mês - Outubro 2018

 

Mês: Julho

Julho 2018

Com a chegada das férias, chegou também a oportunidade de ler mais, por isso as quatro indicações de hoje são sobre livros que nos trazem histórias infanto-juvenil tendo como tema as… Férias!

1. Minhas férias de Marcelo Coelho – Editora Companhia das Letrinhas
Descrição: ´Eu sempre achava que devia entrar em alguma aventura. Não é que eu fosse muito corajoso. Mas achava bacana imaginar alguma coisa como as que acontecem nos livros – garotos que se perdem numa ilha misteriosa, numa caverna, descobrem um tesouro, enfim, aquilo tudo que se sabe´.
Marcelo Coelho é do tempo em que ninguém escapava de fazer uma redação sobre as férias. O tema não perdeu atualidade, mas antes era regra absoluta. Entrava ano, saía ano, e lá vinha uma professora de português propondo aos alunos que contassem todas as coisas interessantes que tinham vivido no período de descanso. Os alunos eram obrigados a escrever – mesmo que nada de interessante tivesse acontecido com eles.

2. Minhas férias, pula uma linha, parágrafo de Christiane Gribel – Editora Salamandra
Descrição: “Aqueles dois meses inteirinhos de despreocupações estavam prestes a virar 30 linhas de preocupações com acentos, vírgulas, parágrafos e ainda por cima com a letra legível depois de tanto tempo sem treino.’ – Guilherme está no 7º ano, e em seu primeiro dia de aula se vê obrigado a fazer uma redação sobre suas férias. Mas será que é tão divertido assim ver momentos alegres sujeitos a valer nota?

3. As férias da Bruxa Onilda de E. Larreula – Editora Scipione
Descrição: O calor estava infernal, então Bruxa Onilda decidiu tirar férias na praia. Só que ela não sabia como era famosa. Mesmo com chapéu de palha e óculos de sol, tinha de dar autógrafos a uma multidão. Mesmo assim, participou de um concurso de castelos de areia e ganhou o primeiro lugar. O prêmio era uma prancha de windsurfe. Foi aí que começaram as confusões. Bruxa Onilda quase se afogou, foi levada para o hotel e, de tão assediada, decidiu fugir pela janela. O fim das férias foi no hospital, e nem ali ela teve sossego.

4. As férias de Miguel e Pedro de Ruth Rocha – Editora Melhoramentos
Descrição: Miguel e Pedro estão de férias. Eles querem ir para a praia, e não para o sítio do tio Chico, em Minas Gerais. Mas a viagem para a praia não dá certo e eles acabam indo para o sítio. O que fazer lá, já que não tem nem TV nem videogame? Isso eles só descobrem depois, ao entrar no jipão do tio Chico e ao encontrar os primos. Será que dois meninos da cidade vão se divertir no interior?

Julho 2018