Usei… E gostei!

Como faço tratamento com a…

View more

Mês: Dezembro

Agora que as férias do…

View more

Motive-se

Mais um achado do Pinterest……

View more

Anna e o beijo francês

Escritora: Stephanie Perkins ǀǀ Editora:…

View more

Usei… E não gostei!

O protetor solar facial é…

View more

Mês: Novembro

Este mês vamos de livros…

View more

Mês: Outubro

As últimas dicas infanto-juvenil para…

View more

Motive-se

Ahhhh… Como eu amo o…

View more

Mês: Dezembro

Mês Dezembro

Agora que as férias do final do ano estão no início, que tal escolher um romance leve para ler?

1. A aposta de Rachel Van Dyken – Editora Suma de Letras
Descrição: Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares.

2. É assim que acaba de Colleen Hoover – Editora Galera Record
Descrição: Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade.
Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco.

3. Entre as estrelas de Katie Khan – Editora Bertrand Brasil
Descrição: Num futuro não muito distante, após a aniquilação dos Estados Unidos e do Oriente Médio, a Europa nada mais é que uma utopia na qual, a cada três anos, a população se muda para uma nova comunidade multicultural. Em um desses paraísos, Max conhece Carys, e é amor à primeira vista. Ele logo percebe que Carys é a pessoa com quem deseja passar o resto da vida — uma decisão impossível nesse novo mundo. Conforme o relacionamento dos dois se desenvolve, a conexão entre o tempo deles na Terra e o dilema atual no espaço vai sendo revelado. À deriva entre as estrelas, com apenas noventa minutos de oxigênio, eles concluem que só um deles tem a chance de sobreviver. Mas quem?

4. Doce Lar (Livro I) de Tillie Collie – Editora Essência
Descrição: Aos vinte anos, Molly Shakespeare acha que já sabe de tudo.
Ela leu Descartes e Kant. Ela estudou em Oxford. Ela sabe que as pessoas que te amam também te deixam.
Mas quando Molly se muda da cinzenta Inglaterra para começar uma nova vida nos Estados Unidos, ela descobre que ainda tem muito a aprender. No Alabama os verões são mais quentes, as pessoas mais intimidantes e os alunos de sua nova escola muito mais viciados em futebol. Após conhecer o famoso quarterback Romeu Prince, Molly só consegue pensar em seus olhos castanhos, cabelos loiros, físico perfeito… e em como sua vida tranquila e solitária parece estar a ponto de mudar drasticamente.

Mês - Dezembro

Talvez um dia

Escritora: Colleen Hoover ǀǀ Editora: Galera Record ǀǀ 368 Páginas ǀǀ Gênero: Young Adult ǀǀ Classificação: 3

Talvez um dia - Maybe SomedayInformações: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Opinião: Esse foi o meu primeiro contato com a Colleen Hoover e com certeza foi o que me fez me apaixonar pela sua escrita. A história é contada pelos dois protagonistas, Sidney e Ridge, e a narrativa é simples e envolvente.

Todos os dias às 20h em ponto, Sidney vai para sacada ouvir seu vizinho misterioso e charmoso tocar, e por sua vez Ridge todas as noites vai tocar na sacada para observar as caras e bocas de sua vizinha. Com o passar do tempo é visível que Sidney cria melodias para as músicas de seu vizinho e isso acaba os aproximando de tal forma que acabam se apaixonando, mas está é uma paixão que não pode acontecer, pois Ridge namora a menina dos seus sonhos e Sidney acabou de sair de um relacionamento de uma forma inesperada, e então o que fazer?

Talvez um dia - Maybe Someday

O namoro do Ridge é um namoro pra vita toda, é um relacionamento estável, palpável e durável, mas ao mesmo tempo ele estava se apaixonando por outra pessoa, esta situação nos faz pensar e repensar, principalmente nas nossas crenças e princípios, como livro me fez pensar muito e até desacreditar do que estava acontecendo, pois a namorada do Ridge não merecia passar por tal situação, umas vez que ela tinha um namorado em quem confiava. Só que ao mesmo tempo eu torcia para que algo acontecesse, pois o amor que estava surgindo entre a Sidney e o Ridge era algo puro, eles se entendiam pelo olhar, ou apenas através de uma música que compunham juntos, era algo diferente do que ambos já tiveram na vida.

Os personagens foram construídos de forma excelente, são fortes e ricos em detalhes, amei a Maggie – namorada do Ridge – desde a primeira vez que ela apareceu, sua personalidade, seu jeito, tudo foi feito para que a amássemos, e amei! Por isso da mesma forma que amei este livro, também o odiei, por causa do fim que cada personagem teve, por causa da minha instabilidade em saber com quem cada um deveria ficar. E o fato de ter trilha sonora, não me ajudou em nada, essa trilha me deixava abalada, me arrancou choros e suspiros cada vez que foi ouvida. E conforme o livro ordenava, eu lia as músicas e a história ouvindo-as e isso me abalou bastante.

Talvez um dia - Maybe Someday

A história nos traz assuntos polêmicos, nos apresenta altos e baixos, nos mostra a superação de cada personagem, mas mesmo assim não nos ajuda a aceitar o que é apresentado, por isso não posso dizer nem que gostei e que não gostei da história, mas que eu o devorei em poucos dias, ah, isso eu fiz, pois este livro me prendeu de todas as formas possíveis.