Mês: Janeiro

Como ainda estamos…

View more

O casal que mora ao lado

Escritora: Shari Lapena…

View more

Mês: Janeiro

Os livros de…

View more

A pequena livraria dos corações solitários

Livro I da…

View more

O Projeto Rosie

Informações: Publicado pela…

View more

Usei… E gostei

Sabe aquele dia…

View more

Você sabia?

Agora é oficial!…

View more

Mês: Dezembro

Não sei vocês,…

View more

Diário de Pilar em Machu Picchu

Vocês lembram que eu ganhei da Editora Zahar um dos livros da coleção do “Diário de Pilar”? Então acontece que o livro que eu ganhei era continuação de um que minha aluna tem, e por isso ela me emprestou o dela para eu ler primeiro, li e hoje vim falar um pouco sobre este livro.

Diário de PilarInformações: Este livro foi lançado em 8 de março de 2014. Sua autora Flávia Lins e Silva realmente visitou a cidade de Machu Picchu e a ilustradora, Joana Penna também. Este e os demais livros desta coleção são publicados pela Editora Pequena Zahar. Número de páginas: 169.

Classificação: Infanto-juvenil

Descrição: Onde será que o gato Samba se meteu? É o que Pilar e Breno precisam descobrir! Num pulo, os dois entram na rede mágica e… Lá se vão para uma aventura de tirar o fôlego. No alto das montanhas do Peru, eles desbravarão os segredos de Machu Picchu, a Cidade Sagrada, e tentarão evitar que a jovem Yma, escolhida do deus Sol,fique ali para sempre. Ao mesmo tempo em que conhecem as tradições e lendas da civilização inca, Pilar, Breno e Samba vivem momentos tão inesquecíveis quanto perigosos – trilham as margens do rio Urubamba, enfrentam o poderoso Sacerdote Supremo, escondem-se nos templos de pedra, deliciam-se com choclos e quinoa e aprendem um monte de palavras no idioma quéchua.

Opinião: Este é um livro bem fantasioso, mas que nos traz uma história rica e assim conhecemos a cultura inca.

Pilar e seu amigo Breno viajam por meio de uma rede mágica na qual os leva para lugares desconhecidos e o lugar escolhido desta vez foi o alto das montanhas do Peru – Machu Picchu.

Chegando lá Pilar e Breno já fazem amizade com Yma e eles veem lhamas, conhecem outros tipos de grãos e começam sua jornada. Logo após conhecem o amigo de Yma que começa a descrever a cultura do povo inca, ensina-os a fazerem um apito artesanal e até conhecem alguém muito importante da cultura inca, um sacerdote.

Diário de Pilar

E Yma passa a ser escolhida pelo Deus Sol e tem que ir com o sacerdote, para Machu Picchu onde viverá para o resto de sua vida servindo ao imperador e junto acaba levando o gato da Pilar como oferenda, o Samba. Pilar indignada com o que sua amiga está sendo obrigada a fazer tem a ideia de segui-los para poder salvar sua amiga e seu gato. Nesta caminhada eles passam por alguns perigos e tentam sair deles e conseguem com sucesso,é claro!

Mas não poderei contar mais sobre o livro se não perde a graça, rs. Mas este é livro infanto-juvenil que eu realmente gostei, pois além de ter a fantasia de se viajar por uma rede mágica, a Pilar ainda inventa palavras, conhecemos outros lugares do mundo, no qual ainda não tivemos a oportunidade de conhecer. Fora que no final do livro há o vocabulário que traz o significado das palavras quéchua, que é o idioma dos incas que conhecemos através de Yma e seu amigo.

Diário de Pilar

A capa, a diagramação e ilustrações são excelentes, chamam muita atenção e são bem coloridas, pois condizem com a cultura inca e isso faz com que as crianças sintam mais prazer para realizar a leitura e querer saber como Pilar e Breno voltam para casa.

Eu recomendo o livro na verdade para todas as idades, pois eu não conhecia a cultura inca e através deste livro fofo passei a conhecer e é uma história leve, na qual realizamos após sair de uma história pesada, rs.



Load More...