[post-slides]

Agora e para sempre, Lara Jean

Livro III da trilogia Para todos garotos que já amei

Agora e para sempre, Lara JeanInformações: Escrito por Jenny Han e publicado pela Editora Intrínseca em 2017.

Classificação: Young Adult

Descrição: Na aguardada conclusão da série Para todos os garotos que já amei, Lara Jean vai ter que tomar as decisões mais difíceis de sua vida. Em Para todos os garotos que já amei, as cartas mais secretas de Lara Jean — aquelas em que se declara às suas paixonites platônicas para conseguir superá-las — foram enviadas aos destinatários sem explicação, e em P.S.: Ainda amo você Lara Jean descobriu os altos e baixos de estar em um relacionamento que não é de faz de conta. Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás. Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir?

Opinião: O livro já inicia com a Lara Jean ansiosa e em um pico de estresse grande, tanto que ela passa o livro inteiro descontando este estresse em busca da receita de cookie com gotas de chocolate perfeito.

Seu relacionamento com Peter Kavinsky não poderia estar melhor, eles se encontram no pico da paixão, se entendem melhor, conversam e fazem planos juntos. Como Lara Jean é sonhadora e gosta de programar e fazer tudo mais do que perfeito, ela faz planos para os dois aproveitarem cada minuto juntos dos últimos dias do último ano escolar.

Agora e para sempre, Lara Jean

Mesmo programando tudo para os últimos dias serem perfeitos, Lara Jean ainda arruma um tempo para ajudar seu pai e a sra. Rothschild a planejarem seu casamento e dar atenção para a Margot que está vindo passar as férias em casa, mas há algo que não sai da cabeça de Lara Jean, que é o que sua mãe sempre dizia “Não seja a garota que vai para a faculdade namorando”, esta frase tem um impacto tão grande em Lara Jean, que várias dúvidas surgem e ela ainda tem uma escolha muito importante a fazer, que é escolher para que faculdade ir.

O livro continua com uma escrita leve, no primeiro capítulo já vemos quão maduros os personagens estão e quão estressados com a escolha da faculdade, as mudanças de cidade, o namoro a distância e esses pensamentos geraram problemas e brigas entre a Lara Jean e o Kavinsky que nos fez refletir sobre o que seria melhor para os personagens, e mais uma vez embarcamos nessa história e fazemos parte dela.

Chorei muiiiiito com este livro, mas amei muito também, passei a desenvolver mais carinho pelos personagens principais, passei a gostar até mesmo da Kitty, percebi o quão madura, quão pé no chão e desapegada ela é para a sua idade.

Agora e para sempre, Lara Jean

Esta trilogia sempre estará no meu coração, pois é um encanto, nos prende e nos fascina, não consigo deixar de amá-los! E espero que vocês tenham a oportunidade de ler algo tão leve como esta trilogia.

Leia também: Para todos os garotos que já amei e P.S.: Ainda amo você.

Cidade dos Etéreos

Livro II da série O Orfanato da Srta. Peregrine

Cidade dos EtéreosInformações: Escrito por Ransom Riggs e traduzido pela Editora Intríseca e publicado em 05 de fevereiro de 2016. Número de páginas: 384.

Classificação: Young Adult

Descrição: Cidade dos etéreos dá sequência ao celebrado O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares, em que o jovem Jacob Portman, para descobrir a verdade sobre a morte do avô, segue pistas que o levam a um antigo lar para crianças em uma ilha galesa. O orfanato abriga crianças com dons sobrenaturais, protegidas graças à poderosa magia da diretora, a srta. Peregrine.
Neste segundo livro, o grupo de peculiares precisa deter um exército de monstros terríveis, e a srta. Peregrine, única pessoa que pode ajudá-los, está presa no corpo de uma ave. Jacob e seus novos amigos partem rumo a Londres, cidade onde os peculiares se concentram. Eles têm a esperança de, lá, encontrar uma cura para a amada srta. Peregrine, mas, na cidade devastada pela guerra, surpresas ameaçadoras estão à espreita em cada esquina. E, além de levar as crianças a um lugar seguro, Jacob terá que tomar uma decisão importante quanto a seu amor por Emma, uma das peculiares.
Telecinesia e viagens no tempo, ciganos e atrações de circo, malignos seres invisíveis e um desfile de animais inusitados, além de uma inédita coleção de fotografias de época — tudo isso se combina para fazer de Cidade dos etéreos uma história de fantasia comovente, uma experiência de leitura única e impactante.

Opinião: Dando sequência a trilogia, este livro começa exatamente de onde parou o primeiro, mesma frase e mesma foto.

Neste livro conhecemos a fundo os contos do livro “Contos peculiares”, só que enquanto a Bronwyin conta cada história Millard não perde tempo e põe o cérebro para pensar e vê que não são apenas histórias para consolar e acalmar os peculiares, mas que são histórias reais que poderiam ajudá-los a salvarem a Srta. Peregrine. Então Jacob, Emma, Millard, Bronwyin e os outros peculiares vão em busca dos locais onde esses contos se passaram para localizar fendas temporais e uma ymbryne para ajudá-los nessa busca.

Nessas andanças de fendas em fendas, eles fazem novos amigos, são perseguidos por etéreos e acólitos, e o Jacob acaba descobrindo que ele têm um poder, além do de enxergar os etéreos, e este poder é o que os ajudarão a sair ilesos de todos os problemas que encontrarão pela frente.

Cidade dos Etéreos

O livro flui facilmente e nos instiga a querer saber como os peculiares sairão da guerra e conseguirão despistar os acólitos e os etéreos a fim de localizar uma ymbyne para poder ajudá-los a recuperar a Srta. Peregrine. A história toda acontece em três dias e é bem explicado, há reviravoltas que fazem o queixo cair e o Ransom não deixou nenhuma ponta solta.

Ao contrário do livro anterior, a história não foi baseada nas fotos, mas as fotos foram encaixadas na história que ele construiu com muita imaginação e graça. O final ficou em aberto para que  realmente ficássemos com gostinho de quero mais e ir atrás do terceiro livro correndo.

Ainda não conhece esta trilogia? Leia o O Orfanato da Srta. Pegregrine para crianças peculiares – Livro I

P.S.: Ainda amo você

Livro II da trilogia Para todos garotos que já amei

P.S.: Ainda amo vocêInformações: Escrito pela Jenny Han e publicado pela Editora Intrínseca em 26 de maio de 2015.

Classificação: Young Adult

Descrição: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Opinião: Como esperado meu amor pela Lara Jean e pelo Peter Kavinsky apenas aumentou com esta sequência, se tem um livro que é capaz de balançar nossas estruturas e nos fazer sentir paixão e torcer pelas pessoas, é este o livro com certeza! A narrativa da Jenny continua nos cativando, suas palavras nos tocam de tal forma que nos sentimos parte história.

P.S.: Ainda amo você

Lara Jean é uma adolescente diferente de qualquer outra, ela é muito família, está sempre cozinhando algo, ela é tão fofa que você se apaixona por ela a primeira lida, rs. Ela parece uma menina comum, que eu poderia conhecer a qualquer hora na rua de tão real que a autora a deixou, ela é sonhadora, costuma expor suas opiniões sem ligar para o que os outros vão pensar e é muito responsável e madura.

Peter, o seu namorado, é lindo, popular, inteligente, carinhoso, ou seja, perfeito, pois me apaixonei e suspirei tanto por ele durante o livro que foi difícil não amá-lo. Claro que ele não me fez feliz o livro inteiro, pois tanto ele como a Lara estão em um relacionamento novo, com novos desafios e ainda estão se conhecendo, e quando surgiu mais um novo integrante – John – o relacionamento foi abalado e muitas coisas aconteceram.

John é mais um dos que receberam uma carta de amor da Lara Jean, e ao receber esta carta, como reação ele foi atrás dela para querer entender – e gente… Não é possível ter mais personagens fofos, mas John é mais um, com certeza!

Este livro nos faz viajar no tempo e nos leva de volta a nossa adolescência, ele nos traz uma pureza e uma sensação tão leve, que só lendo para entender. Além disso, ele é tão explicativo que permite que observemos o processo de amadurecimento de cada personagem, acompanhamos as reflexões e os atos impensados e também os pensados de cada um. Tanto que as instabilidades emocionais, racionais, medos e inseguranças da Lara Jean não nos deixa frustrados, pois passamos a entender cada passo que ela dá

P.S.: Ainda amo você

Mas preciso confessar que a Lara Jean me deixou brava algumas vezes, pelo modo como ela tratava o Kavinsky, mas o final foi perfeito, eu não mudaria nada e nem tiraria, pois minha admiração e amor por cada personagem apenas aumentou e estou sedenta esperando o desfecho desta trilogia.

Se você ainda não conhece esta trilogia, leia a resenha do primeiro livro Para Todos os garotos que já amei.

O Orfanato da Srta. Peregrine

Livro I da série O Orfanato da Srta Peregrine

O orfanato da Srta PeregrineInformações: É um livro que contém uma história de ficção com fantasia, escrito pelo Ransom Riggs, publicado primeiramente pela Editora Leya e depois teve seu livro publicado pela Editora Intrínseca para seguir o padrão dos livros 2 e 3. O livro deu origem ao filme, que tem o mesmo título.

Classificação: Young Adult

Descrição:  A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar vivas.

Opinião: Este foi meu primeiro livro deste gênero, a primeira instancia o livro me lembrou muito as histórias dos X-Men, rs. Conforme eu ia lendo, percebi que nada tinha a ver com os X-Men.

A história começa de forma lenta e bem descritiva e isto fez com que eu achasse um pouco maçante o início, mas aos poucos a história foi desenrolando e as imagens atribuindo formas aos personagens.

Confesso que em alguns momentos fiquei com medo de alguns personagens, até por causa das fotos que são meio estranhas, mas a história me prendeu de tal forma da metade até o fim, que deletei as fotos e devorei o livro.

Jacob ao percorrer as ruínas do orfanato acabou achando uma fenda, assim que viu uma menina passando, deste modo ele foi atrás e passou a conhecer um mundo no qual ele já conhecia, graças as histórias que seu avó contava. Agora ele tinha mais do que certeza que não eram histórias inventadas, mas sim passagens reais da vida do seu avô.

O orfanato da Srta Peregrine

Todos os dias Jacob passou a ir visitar as crianças peculiares, a fim de conhecê-los mais e também para poder ver a menina que havia roubado seu coração. Mas grandes dúvidas ainda pairavam na mente do Jacob, dúvidas nas quais ninguém queria tirar. Com o convívio diário com as crianças e com suas visitas ao orfanato, o Jacob passou a conhecer coisas que ele nem imaginava que existiam.

A leitura do livro, vale muito a pena, se você assistiu o filme, delete ele da sua mente, pois ele é totalmente diferente do livro e foi revoltante assisti-lo, rs. Eu fiquei indignada com o que o Tim Burton conseguiu fazer com o filme, mas entendi,de certa forma, porque ele quis fazer um filme infantil.

Mas por este ter sido meu primeiro livro fantástico, eu amei e me interessei muito em ler a trilogia toda, porque me cativou e despertou minha imaginação de várias formas, me envolvi com cada personagem e vivi todas aquelas vidas.

Mês: Março

Mês Março

Sei que faz muito tempo que não posto e ando devendo muiiiiitos posts, por causa disso, mas no segundo semestre de 2016, as coisas ficaram bem mais puxadas e devagarzinho vou voltar a ativa pessoal.

Para iniciar resolvi fazer dicas para o mês de março, as dicas são bem aleatórias, são livros que li desde agosto até agora e que roubaram meu coração e me deixaram ansiosa para chegar ao final da história.

1. O orfanato da Srta. Peregrine de Ransom Riggs – Editora Leya
Descrição:  A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar vivas.

2. Não se enrola, não de Isabela Freitas – Editora Intrínseca
Descrição: A vida de Isabela dá uma completa reviravolta depois do sucesso de seu blog, Garota em Preto e Branco. Decidida a perseguir seus sonhos, ela abandona o curso de direito, deixa a casa dos pais, em Juiz de Fora (MG), e se muda para São Paulo tão logo conquista um emprego numa badalada revista on-line. Enquanto se adapta aos novos tempos numa quitinete no Baixo Augusta, Isabela escreve seu primeiro livro. Seria perfeito se no apartamento em frente não morasse o envolvente Pedro Miller e os dois não se embolassem regularmente sob o mesmo lençol. Não, não é namoro. Não, não é apenas amizade. É algo muito mais enrolado, um relacionamento sem um nome definido. Um “isso”, como diz a personagem. Embora não tenha coragem de confessar seus sentimentos, Isabela sabe que está perdidamente apaixonada pelo seu melhor amigo. Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra neste Não se enrola, não os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona.

3. Quarto de Emma Donoghue – Editora Best Seller
Descrição: Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.
O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

4. O sol é para todos de Harper Lee – Editora José Olympio
Descrição: Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. ‘O Sol é Para Todos’, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

Mês: Março

 

Espero que vocês gostem dessas indicações, pois ando lendo pouco, mas cada leitura está sendo bem curtida e aproveitada de todas as maneiras.

Mês: Julho – parte 2

Mês Julho

As indicações desta semana, são de livros de estilo chick lit, que são livros românticos com uma escrita leve, divertida, que retratam as mulheres modernas da melhor forma possível. Então pesquisei e selecionei 5 livros para dar um up nas leituras.

1. Doce Perdão de Lori Nelson – Editora Verus

Descrição: Hannah Farr é uma personalidade de New Orleans. Apresentadora de TV, seu programa diário é adorado por milhares de fãs, e há dois anos ela namora o prefeito da cidade , Michael Payne. Mas sua vida, que parece tão certa, está prestes a ser abalada por duas pequenas pedras… As Pedras do Perdão viraram mania no país inteiros. O conceito é simples: envie duas pedras para alguém que você ofendeu ou maltratou. Se a pessoa lhe devolver uma delas, significa que você foi perdoado. Inofensivas no início, as Pedras do Perdão vão forçar Hannah a mrgulhar de volta ao passado – o mesmo que ela cuidadosamente enterrou -, e todas as certezas de sua vida virão abaixo. Agora ela vai precisar ser forte para consertar os erros que cometeu, oou arriscar perder qualquer vislumbre de uma vida autêntica para sempre.

2. Tamanho 42 não é gorda da Meg Cabot – Editora Galera Record

Descrição: A cantora pop Heather Wells chegou ao fundo do poço. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com todas as suas economias. Quando finalmente consegue um emprego de inspetora em uma faculdade, Heather acredita que tudo está melhorando. Ou será que ela está enganada?

3. Um presente da Tifanny de Melissa hill – Editora Intrínseca

Descrição: Véspera de Natal na Quinta Avenida: dois homens estão comprando presentes para as mulheres que amam.
Gary quer dar para a namorada, Rachel, uma pulseira de berloques. Em parte, como agradecimento por ela ter pagado a viagem a Nova York durante as festas de fim de ano, mas principalmente porque ele deixou, como sempre, tudo para a última hora.
Enquanto isso, Ethan está procurando algo mais especial — um anel de noivado para Vanessa, a mulher que conseguiu levar felicidade à sua vida e à de sua filha depois da morte da primeira esposa, que ele amava tanto.
A vida desses dois casais acaba se cruzando por acidente. Quando as sacolas de compras dos dois homens se misturam sem que ninguém perceba, Rachel ganha o anel de noivado que seria de Vanessa, e encontrar a joia para entregá-la à sua legítima dona revela-se uma tarefa mais complicada do que Ethan imaginava.
Será que o destino tem algo inesperado reservado para os casais? Ou será a magia da Tiffany que está no ar?

4. Melancia de Marian Keyes – Editora Bertrand Brasil

Descrição: ‘Melancia’ é um romance sobre a arte de manter o bom humor mesmo nos momentos mais adversos. Com 29 anos, uma filha recém-nascida e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais de gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Nada tendo em vista que a anime, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; a mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e o pai, à beira de um ataque de nervos. Após passar alguns dias em depressão, bebendo e chorando, Claire decide avaliar os prós e os contras de um casamento de três anos. É justamente nessa hora que James, seu ex-marido, reaparece. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.

5. Bolsas, beijos e brigadeiros de Fernanda França – Editora Planeta do Brasil

Descrição: Melissa é uma jovem e impetuosa jornalista, que vive de escrever suas deliciosas aventuras por belas e curiosas cidades do mundo. Em nova fase de sua vida profissional, ela viaja à Europa em busca de cenários para as suas matérias e também de suas raízes italianas. Em meio a essa instigante jornada, além dos percalços comuns a uma mochileira no Velho Mundo, Melissa precisa lidar com a distância de seus familiares queridos, principalmente de sua mãe — grávida de um lho temporão —, e os misteriosos sumiços de seu namorado, Théo. O que será que ele lhe esconde? Por que desaparece sem deixar rastros e reaparece como se nada tivesse acontecido? É o que o leitor irá descobrir ao ler este saboroso romance e misto de guia turístico da Europa.

Mês Julho

Mês: Junho

Mês Junho

Estou em tempo de fazer as indicações do mês de junho! Estou tentando manter uma regularidade e voltar ao normal. ainda estou em adaptação de trabalhar período integral, e vou logo dizendo, que não é fácil, ainda mais quando são salas diferentes, rs.
As cinco dicas do mês de junho são livros de suspense policial com um pouco de thriller psicológico. Espero que gostem.

1. Seis anos depois do Harlan Coben – Editora Arqueiro

Descrição: Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas.
E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la.
Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa… durante seis anos.
Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa.
Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.

2. Objetos cortantes da Gillian Flynn – Editora Intrínseca

Descrição: Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.
Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado.
Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.

3. Até você ser minha da Samantha Hayes – Editora Intrínseca

Descrição: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.

4. A vingança da maré de Elizabeth Haynes – Editora Intrínseca

Descrição: Depois de trabalhar arduamente por muito tempo – alternando um emprego como executiva de vendas durante o dia com o de dançarina de pole dance à noite -, Genevieve finalmente conseguiu juntar dinheiro para realizar seu sonho: comprar e reformar um barco e mudar-se para Kent, bem longe da estressante vida em Londres que tanto a aborrece. Tudo parece enfim perfeito. Até que, na festa de inauguração do barco, enquanto amigos de sua antiga vida parecem zombar do que agora lhe é tão caro, um corpo aparece boiando próximo ao ancoradouro, e Genevieve reconhece a vítima. Ao perceber seu santuário flutuante maculado, e convencida de que sua vida também está em risco, Genevieve se vê novamente envolvida com o perigoso submundo de corrupção, crimes e traição do qual pensava ter finalmente escapado. E está prestes a descobrir os problemas de se misturar negócios e prazer.

5. Os 13 porquês do Jay Asher – Editora Ática

Descrição: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker – uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Mês Junho

Mês: Março

Mês

As dicas de hoje serão de livros infanto-juvenis, mas antes gostaria de me desculpar pelo atraso e pela falta de postagem, mas este ano estou trabalhando período integral e isto é ótimo, porém até eu me acostumar, entrar na rotina e aprender a me organizar vai demorar um pouquinho, por isso agradeço a paciência de vocês leitores!

Mas vamos ao que interessa…. 4 dicas de livros, rs.

1. Annie – Editora Intrínseca

Descrição: Aos onze anos, “Annie” é uma garotinha corajosa o suficiente para encarar sozinha as ruas de Nova York perseguindo seu grande sonho: encontrar os pais. Deixada por eles num orfanato quando ainda era um bebê com a promessa de que um dia voltariam para buscá-la, Annie leva uma vida difícil sob o comando da malvada Srta. Hannigan, diretora do lugar. Felizmente, a sorte da menina parece mudar quando o bilionário Oliver Warbucks, auxiliado por sua secretária, a amável Srta. Grace Farrell, decide convidar Annie para passar as festas de fim de ano em sua mansão e logo se vê cativado pelo otimismo da menina. Mas será que ela vai conseguir mesmo escapar da vida dura do orfanato?

2. Você é um homem mau, Sr. Gum! – Editora Galera Record

Descrição: O Sr. Gum é um terror completo, que odeia crianças, animais, diversão e milho verde. Este livro é sobre ele. E sobre uma fada irritada que vive em sua banheira. E também sobre Jake, o cão, uma garotinha chamada Polly e um açougueiro malvado e fedorento, todo coberto de tripas e as aventuras de toda essa turma em Lamonic Bibber.

3. O menino de vestido – Editora Intrínseca

Descrição: A vida de Dennis não é nenhum mar de rosas: ele foi abandonado pela mãe, não se entende com o irmão, o pai está deprimido e, para piorar, há uma regra em casa que proíbe abraços. Só duas coisas o fazem feliz: jogar futebol e olhar vestidos bonitos. Ele é o atacante do time do colégio e adora a revista Vogue. Durante uma detenção, Dennis conhece Lisa, a menina mais bonita da escola e que também se interessa por moda. Os dois se tornam amigos e passam a se encontrar na casa dela. Até que um dia ela o convence a pôr um vestido e ir à aula fingindo ser uma aluna de intercâmbio. É nesse momento que a vida chata e comum de Dennis se transforma em algo extraordinário.

4. Bat Pat 1 – O tesouro do cemitério – Editora Fundamento

Descrição: Oi! Eu sou o Bat Pat! Sim, eu sou um morcego e, sim, eu falo. Mas isso não é importante agora. O que eu tenho para contar neste livro vai fazer você se arrepiar! Uma noite, da janela da minha cripta, vi uma sombra que rondava o cemitério e parecia procurar alguma coisa nos túmulos. E logo depois veio a notícia de que alguém andava invadindo as casas da cidade…
Pela chaminé! Ai, Ai, Ai, que medo medonho! O que será que ele está procurando? Agora eu e meus amigos, Rebeca, Martim e Léo, precisamos resolver esse mistério antes que seja tarde demais!

Mês

Este último livro foi indicação de um aluno que já leu alguns livros da coleção Bat Pat, ele garante que realmente vale a pena ler, mas ainda vou lê-lo e voltarei com a resenha detalhada. Espero que tenham gostado e em breve voltarei com mais dicas!

 

Mês: Fevereiro

Fevereiro

Como estamos no início do mês, hoje temos indicações para fevereiro!
E hoje indicarei livros infanto-juvenis que são excelentes e leves para todas as idades. Sei que nem todos gostam, mas sempre faço questão de ler um livro infanto-juvenil por causa dos meus alunos, como vocês já sabem, e geralmente eles amam as indicações. Vamos lá…

1. O diário da Princesa Volume 1 – Editora Galera Record

Descrição: Mia Thermopolis, uma garota nova-iorquina comum, descobre, de repente, ser a herdeira de um reino europeu. Ela vai, então, morar com seu pai, para aprender a agir como a verdadeira nobre que é. Mas sua avó, a velha princesa Genovia, acha que ela tem muito a aprender antes de poder subir ao trono.

2. Frank Einstein e o motor antimatéria – Editora Intrínseca

Descrição: Frank Einstein é um menino de 10 anos que adora passar o tempo em seu laboratório na garagem do avô, onde pode misturar ciência e muita imaginação para criar inventos bem originais. Sua criação mais recente é o RobôGente, uma máquina capaz de pensar. Frank tem um plano mirabolante e só precisa de uma noite repleta de raios no céu para colocá-lo em funcionamento.
De repente, o que parecia destinado ao fracasso ganha vida.
No meio da noite, dois robôs se autoconstroem e de uma hora para outra Frank ganha dois ajudantes de laboratório. Donos de personalidades bem diferentes, o espertinho Klink e o desajeitado Klank não são os auxiliares ideais, mas mesmo assim ajudam o jovem cientista a construir um motor antimatéria para competir no Prêmio de Ciências da cidade. Tudo parece ir bem… até que o arqui-inimigo de Frank, T. Edison, entra em cena e sequestra os robôs, obrigando-os a colaborar em um plano maligno.

3. Histórias de Antigamente – Editora Companhia das Letrinhas

Descrição: Toda família tem histórias que passam de uma geração para outra. Patricia Auerbach sempre gostou muito de saber sobre a vida de antigamente, e ficava pedindo para os avós e pais contarem histórias engraçadas e interessantes que se passaram com eles.
Além de narrar seus divertidos causos familiares e falar sobre os costumes de antigamente, a autora explica como e quando essas engenhocas — a televisão, a geladeira, o carro, a privada e o telefone — foram inventadas, revolucionando o nosso jeito de viver.

4. Contos de Adivinhação – Editora Scipione

Descrição: Já ouviu falar de um rei infeliz que vive atazanando os súditos com adivinhas? Ou do velho soldado que, para escapar da morte, inventa poesia? Da estranha moça que só aceita se casar com quem se esconder e ela não puder encontrar? Assim são as histórias deste livro: divertidas e instigantes. Todas resgatadas por Ricardo de Azevedo da rica cultura popular brasileira.

5. Diário de um Banana Volume 1 – Editora V&R

Descrição: Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam.
Em “Diário de um banana”, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável. Como Greg diz em seu diário: “ Só não espere que eu seja todo ‘Querido diário’ isso, ‘Querido diário’ aquilo.”
Para nossa sorte, o que Greg Heffley diz que fará e o que ele realmente faz são duas coisas bem diferentes.

Fevereiro

Mês: Janeiro

Janeiro 2016

O primeiro mês do ano começou gente e eu preparei uma lista de livros diferentes para vocês. Hoje vim dar umas dicas de livros Young Adults, ou como somos brasileiros chamamos de livros para jovens adultos. Mas muitas pessoas as vezes tem dificuldade para diferenciar Kidult, de Young Adult e de New Adult, por isso antes das dicas vou escrever as características dos livros YA para vocês poderem distinguir os estilos de livros direitinho!

Características dos livros YA:
• Público alvo entre 14 e 24 anos;
• Status social;
• Ambiente escolar;
• Conflitos familiares;
• Dúvidas sobre qual carreira profissional seguir;
• Descoberta do primeiro amor;
• Personagens que apresentam problemas de personalidade;
• Dramatização em excesso nos acontecimentos;
• Rixas adolescentes, prática de bullying.

Essas são apenas algumas das características, mas os escritores cada vez mais usam suas imaginações e acabam acrescentando mais características na escrita YA, mas para procurar um livro deste gênero dá para usar as dicas acima! E abaixo segue a minha lista de indicações.

1. Por Lugares Incríveis da Jennifer Niven – Editora Seguinte

Descrição: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, a garota se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

2. Eleanor & Park da Rainbow Rowell – Editora Novo Século

Descrição: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

3. A Seleção da Kiera Cass – Editora Seguinte

Descrição: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

4. Claros Sinais de Loucura de Karen Harrington – Editora Intrínseca

Descrição: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai tornou-se alcoólatra. Prestes a completar doze anos, Sarah sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa porque seu primeiro beijo de língua ainda não aconteceu. Tragédia e humor combinam-se de forma magistral nesta incrível história sobre a aventura que é crescer.

5. Uma história de amor e TOC de Corey Ann Haydu – Editora Galera Record

Descrição: Bea foi diagnosticada com transtorno obsessivo-compulsivo. De uns tempos pra cá, desenvolveu algumas manias que podem se tornar bem graves quando se trata de… garotos! Ela jura que está melhorando, que está tudo sob controle. Até começar a se apaixonar por Beck, um menino que também tem TOC. Enquanto ele lava as mãos oito vezes depois de beijá-la, ela persegue outro cara nos intervalos dos encontros. Mas eles sabem que são a única esperança um do outro. Afinal, se existem tantos casais complicados por aí, por que as coisas não dariam certo para um casal obsessivo-compulsivo? No fundo, esta é só mais uma história de amor… e TOC.

Janeiro 2016

Espero que vocês façam uma excelente leitura agora em janeiro aproveitando os últimos dias de férias!



[instagram-feed]