[mpsp_posts_slider id='1254']

Mês: Janeiro

Janeiro 2018

Como ainda estamos na época de férias, ainda temos muiiiiiiito tempo para realizar boas leituras, nesta caso, vim fazer indicações de livros que contém animais como protagonista. Porque acredito que assim como eu há muitas pessoas que ainda gostam de animais e de histórias sobre animais, né?

1. A arte de correr na chuva de Garthu Stein – Editora Ediouro
Descrição: A história de uma família contada sob a visão do dócil e sábio Enzo, um cachorro com alma humana. Enzo foi criado assistindo a programas no canal “National Geographic” e aprendeu que todo cachorro que morre, se estiver preparado, reencarna como ser humano. Em um flashback de sua vida, Enzo relembra momentos de ternura, amor, injustiça e traição que presenciou na vida de seu dono Denny. Ele aprendeu a administrar a vida como numa corrida de carros, onde nem sempre a velocidade é a melhor estratégia. E agora tudo o que deseja é colocar este aprendizado em prática. 

2. Um gato chamado Bob de James Bowen – Editora Novo Conceito
Descrição: É uma tarde de outono em Covent Garden, Londres. Trabalhadores correm para o almoço, turistas brotam de todos os lados e clientes entram e saem das lojas. No meio de tudo isso está um gato. Usando um vistoso lenço Union Jack em volta do pescoço e cercado por uma multidão de 30 espectadores de boca aberta, Bob, o gatinho cor de laranja, sorri timidamente. Próximo a ele, está seu dono James Bowen, com seu violão surrado, cantando músicas do Oasis. Então, ele para de tocar e se abaixa para Bob: Vamos, Bob, cumprimente! Bob mexe os bigodes, levanta uma pata e a estende para James. A multidão assobia. Não é todo dia que se vê um gato sentado, calmamente, no centro de Londres, aparentemente sem se abalar com o barulho das sirenes, os carros passando e todo aquele movimento, mas Bob não é um gato comum.

3. Fraser e Billy de Alzira Allegro – Editora Venvirá
Descrição: Fraser é um garoto autista com inúmeros problemas de relacionamento. Billy é um gato resgatado de uma casa abandonada. Quando se viram pela primeira vez, Billy ronronou, pousou as patinhas sobre o colo de Fraser, e desde então eles nunca mais se separaram. Foi a partir desse dia que – de maneira lenta, mas genuína – Billy transformou a vida de Fraser com gestos puros de afeto e amizade, abrindo portas para que sua doença e sua relação com o mundo melhorassem significativamente.

4. John e George de John Dolan – Editora Rocco
Descrição: Criado em reformatórios e sem estímulo para viver, John Dolan era um ilustrador talentoso, mas deprimido. Até que um cachorro louco e cheio de manias entra em sua vida e transforma o seu destino. Nesta história real, a amizade de John e George mostra que o amor entre homens e animais pode salvar vidas.

Janeiro 2018

A Esperança

Com a chegada da estreia do último filme da trilogia Jogos Vorazes, resolvi escrever sobre o livro “A esperança” para me lembrar um pouco mais da história e para ajudá-los a se lembrarem também!

Livro III da trilogia Jogos Vorazes

A esperançaInformações: “A Esperança” é um livro de aventura e ficção científica escrito pela norte-americana Suzanne Collins e publicado pela Editora Rocco em 2010. O livro é o último da trilogia, precedido por Jogos Vorazes e Em Chamas. Continua a história de Katniss Everdeen na luta contra o governo totalitário de Panem. Valores como lealdade, guerra, pobreza, verdade e amor são abordados durante a trama. O livro em si é carregado de drama e possui críticas sobre a sociedade vivida por nós e pelos habitantes da Capital. A trilogia se tornou um best-seller e por isso foi adaptada para o cinema e seu último filme irá estrear 20 de novembro de 2015. Número de páginas: 421.

Classificação: Young Adult

Descrição: Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra? Acompanhe Katniss até o fim deste thriller, numa jornada ao lado mais obscuro da alma humana, em uma luta contra a opressão e a favor da esperança.
Apenas um sobrevive.

Opinião: Este é o final da trilogia Jogos Vorazes – “A esperança”. Quando eu assisti ao filme Jogos Vorazes não sabia que havia livros sobre ele e realmente eu me senti fascinada com o filme, com a história, com  tudo! Mas desencanei e não fui atrás dos livros, mas assim que assisti ao segundo filme que me fascinou igualmente ao primeiro eu parei e pensei “Eu preciso ler esta trilogia”, comprei e logo comecei a ler desde o primeiro livro até o terceiro, eu simplesmente não consegui parar de ler eles, terminei um já, engatei o outro e assim foi… Realizei a leitura da trilogia em duas semanas, demorei um pouco no último livro, porque eu não queria que aquele mundo acabasse. Mas até hoje eu quero reviver aquela história e pretendo relê-los em breve, nem que seja nas férias de Dezembro, estou ansiando demais por esta história.

A esperança

Esse livro inicia com o resgate dos vitoriosos do Massacre Quaternário, em que Katniss e Haymitch falharam em manter Peeta vivo e a salvo, pois ele foi capturado pela Capital e a sorte não está a favor deles. O Distrito 12 que era o distrito em que viviam, foi bombardeado e totalmente extinto, não há mais nada lá.

E agora a Katniss e os sobreviventes do Distrito 12 estão sendo amparados pelo Distrito 13. Isso mesmo! O Distrito 13 que achamos nos dois primeiros livros que havia sido subjugado pela Capital, mas que na verdade existe no subsolo do antigo Distrito 13, e novamente Suzanne nos surpreende.

O Distrito 13 é um distrito forte e estável, tem regras que ninguém questiona e um poder bélico absurdo e é comandado por Coin.  A primeira impressão que eu tive do Distrito 13 é que eles estavam apenas pensando neles e salvando o próprio distrito, pois deixaram os demais a própria sorte, porque pela descrição que lemos sobre o ele é que é um distrito bem equipado, organizado, há regras, todos tem alimentos, roupas, quartos e todos são tratados igualmente. Mas ao decorrer do livro descobrimos porque eles fizeram isso e nos sentimos revoltados um pouco mais…

A esperança

Coin deixou a impressão de ser tão ruim quanto Snow, porque  é visível que o que ela quer é tomar o lugar do Snow, e para isso ela resgata a Katniss, elas conversam e entram em um acordo no qual a Katniss será o símbolo desse ataque a Capital, para derrubar o Snow de vez.

E desde o primeiro livro sabemos que Katniss tem problemas com fazer o que os outros querem, ou mandam e por isso ela aceita ser o símbolo desta rebelião, pois ela odeia o Snow e isto é visível, tanto quanto ela querer ser a provedora da sua família. Seu ato na primeira arena foi apenas impensado, mas desde aquele ato ela é vista como uma rebelde para a população e é vista como alguém que realmente pode ajudar os distritos mais pobres.

Katniss sai abalada e machucada da última arena e com transtornos psicológicos e isto fica muito claro já que o livro é escrito em primeira pessoa. Ela está destruída emocionalmente, porque não conseguiu salvar o Peeta, o Distrito 12, pessoas inocentes, entre outros fatores e a Coin acaba persuadindo-a e ela aceita ser o Tordo. É claro que Coin a usa apenas por interesses próprios, assim como usa todo o Distrito 13.

A esperança

Este último livro em minha opinião foi o mais pesado e brutal, porque a Coin manipula todos até mesmo o Snow, ela sabe o que fazer a todo momento e usa a imagem de Katniss sem culpa nenhuma para conseguir o que quer, esta foi uma trama bem construída e amarrada.

Suzanne deu um final que realmente condiz com toda a história, pois depois de tanto sofrimento, feridas que talvez nunca irão curar, ela soube dar um fechamento justo tanto aos personagens como para Panem. Agora todos podem seguir suas vidas, mesmo com todo o sofrimento, pois não haverão mais jogos Vorazes. Mas se os dois primeiros livros já nos faziam refletir sobre a nossa sociedade este último nos fez pensar muito mais, pois ele traz cenas, opiniões e a trama cada vez nos faz enxergar como nossa sociedade está em declínio. Como toda distopia ele nos traz esta reflexão, pois não é apenas um livro de ficção, ele traz assuntos polêmicos, como problemas sociais e políticos, por isso o livro e a trilogia estão mais do que recomendados!



[instagram-feed]