[mpsp_posts_slider id='1254']

Mês: Julho – parte 1

Mês Julho

Chegamos no mês tão esperado por todos estudantes e professores, rs. E como ajuda para escolher uma boa leitura, vim fazer as indicações de livros para as férias! As primeiras 5 indicações serão de livros infanto-juvenis e terá indicações toda semana e elas irão variar.

1. Diário de Aventuras de Ellie: O show tem que continuar de Ruth Macnally – Editora Ciranda Cultural

Descrição: Os alunos do 7º ano estão ensaiando a peça O mágico de Oz, e a Ellie é a diretora de palco. É um trabalho muito importante e divertido. Até que chega a hora das audições. Será que os amigos da Ellie vão culpá-la por não conseguirem o papel que queriam? Sempre que há um problema com a peça, como criar um tornado realista ou impedir que o Totó morda a Dorothy, é a Ellie quem tem que resolver. Como uma menina pode lidar com tanta pressão? É como diz o ditado: o show tem que continuar!

2. Diário de um Zumbi do Minecraft – Um desafio assustador de Herobrine  Books – Editora Sextante

Descrição: Você acha que os zumbis são diferentes da gente? Então ficará surpreso com o que vai descobrir.
Você tem nas mãos o diário de um zumbi de 12 anos. Nestas páginas, você terá a oportunidade de conhecer o dia a dia na Escola Monstro e vai saber o que realmente se passa na cabeça de slimes, esqueletos, creepers, endermen e outros personagens do universo Minecraft. Entre um passeio para o Nether e um quase encontro com o Ender Dragon, o maior desafio na vida de um jovem zumbi está em jogo: conquistar Sally Cadáver e derrotar Jeff, o maior imbecil da escola. A vida (ou seria a morte?) de um zumbi não é nada fácil…

3. O dia em que Nate entrou para a história de Lincoln Peirce – Editora Sextante

Descrição: Nate sabe que nasceu para fazer coisas importantes. IMPORTANTÍSSIMAS.
Mas a vida nem sempre é do jeito que você quer só porque você é o máximo. Parece que os problemas perseguem Nate, mas ele não quer nem saber. Leu num biscoitinho da sorte que está destinado ao sucesso. Conheça Nate, um garoto que adora bancar o espertinho, só se mete em confusão e deixa todos os professores malucos.

4. Fabriqueta de ideias de Katia Canton – Editora Companhia das Letrinhas

Descrição: Com tantas novidades no mundo dos computadores, internet, TV, videogames e outros tipos de conexão, é difícil encontrar uma criança que não se sinta atraída pelo mundo da tecnologia. Mas — ainda bem! — também é difícil encontrar algum pequeno que não se divirta com bolas de gude, peões ou mesmo só com a imaginação. Este livro traz mais de oitenta opções de brincadeiras e atividades que não saem de moda e que não perdem em nada para os iPads e companhia. Além de serem simples e superdivertidas, elas vêm acompanhadas de ref lexões sobre o mundo das artes plásticas e de seus célebres criadores, a ecologia e o meio ambiente, as tantas culturas existentes, a nossa amada língua e a literatura. Mas, acima de tudo, as propostas desta Fabriquetanos fazem pensar sobre a vida que levamos e os vários modos possíveis de existir neste mundão.

5. Peter Pan de J. M. Barrie – Editora Zahar

Descrição: “Todas as crianças crescem, menos uma.” Como pó de fada, há cem anos estas palavras transportam os leitores para um mundo mágico, povoado pela família Darling e pelos habitantes da Terra do Nunca – Peter Pan, os meninos perdidos, Sininho, crocodilos, sereias, o Capitão Gancho e seus piratas…

Mês Julho

Mês: Dezembro – parte 3

Mês Dezembro

Último post de indicações de livros infanto-juvenis de dezembro!
E por ser o último vim com quatro indicações que eu acho que são fantásticas para as crianças lerem e fecharem com chave de ouro o mês de dezembro e consecutivamente o ano de 2015.

1. Pippi Meialonga de Astrid Lindgren – Editora Companhia das Letrinhas

Descrição: Píppi é uma menina de nove anos incrivelmente forte. Não tem pai nem mãe e mora sozinha, mas feliz da vida. Seus companheiros são um cavalo e um macaquinho. Ela mesma faz suas roupas – bem esquisitas – e sua comida – biscoitos, panquecas e sanduíches. Destemida e sapeca, lembra a Emília do Sítio do Pica-Pau Amarelo. Píppi tem sempre uma resposta na ponta da língua, está sempre inventando histórias e demonstra grande confiança em si mesma. Dá uma surra em cinco meninos brigões, engana os policiais que querem levá-la para um lar de crianças, põe dois ladrões a correr e enfrenta um touro a unha. Nada convencional e um tanto anárquica, causa espanto e confusão por que realiza sonhos de liberdade e aventura.

2. Sr. Gum e o Biscoito Bilionário de Andy Stanton – Editora Galera Record

Descrição: O Sr. Gum é um horror. Odeia crianças, animais, diversão e está sempre disposto a atrapalhar a vida do pessoal da cidade de Lamonic Bibber. Desta vez, nossos heróis, Polly e Sexta-Feira O’Leary, conhecem um homem-biscoito chamado Alan Taylor, que tem músculos elétricos e é cheio de dinheiro! Ele é bonzinho, mas não muito esperto, e é claro que o Sr. Gum vai querer tirar vantagem dele. Ainda bem que Polly e Sexta-Feira estão por perto para deter esse vilão.

3. O Mágico de Oz de L. Frank Baum – Editora Zahar

Descrição: Levado aos palcos e às telas, citado e cantado, lido e relido em todo o mundo, ‘O Mágico de Oz’ é a mais famosa história infantil da literatura americana. Apó a passagem de um ciclone, Dorothy e seu cachorrinho Totó vão parar na estranah Teera de Oz. Ao lado de novos amigos – o Espantalho, O Lenhador de Lata e o Leão Covarde – encaram perigos e aventuras, desafios e seus próprios medos, num alonga viagem de volta, e de autodescoberta.

4. Uma Professora Muito Maluquinha do Ziraldo – Editora Melhoramentos

Descrição: Um livro que tem graça e ternura. Ao evocar a ‘Professora Maluquinha’, o autor coloca nos olhos do leitor algumas lágrimas de emoção e saudade. Mais do que ensinar, a ‘Professora Maluquinha’ deu a seus alunos a oportunidade de aprender a leitura, com alegria e amor.

Dezembro parte 3

Os livros acima fazem com que as crianças usem bastante a imaginação, pois há partes nas histórias dos livros que não são reais e que exercitam os pensamentos… Eu particularmente acho isso fantástico, pois ajuda realmente as crianças a terem uma visão diferente sobre a leitura, pois ela passa de algo maçante para uma leitura prazeroso, no qual eles vão querer ler mais e mais. Claro que nem todas as leituras nos pegarão de jeito e nos deixarão fascinados, porém nunca devemos desistir e devemos deixar isso bem claro para as crianças (Nunca desistirem de algo!).

Bom é isso, espero que vocês tenham realmente gostado desta seção especial de dezembro, mas logo logo volto com mais dicas, seja infanto-juvenis, young adults, suspense, ainda não sei… Mas se tem algo que você gostaria de ler aqui no blog, deixe seu comentário irei amar ler ele e poder expandir os assuntos abordados aqui no blog!

Mês: Dezembro – parte 1

Mês Dezembro

Gente mil desculpas pelo atraso de post, mas é que eu estava sem internet desde domingo e foi difícil que viessem arrumar definitivamente o cabo da internet que havia sido rompido. Eu estou cheia de ideias e posts para este final de ano e o primeiro é este que venho falar do mês dezembro, que é o mês mais esperado e cobiçado por todos, por causa do recesso escolar, da faculdade e do trabalho. São apenas alguns dias para alguns, mas já dá para aproveitar um pouco para descansar, né?

Como temos bastante tempo ocioso agora em dezembro, hoje vim trazer 4 livros infanto-juvenis nos quais poderemos mostrar aos nossos alunos (as), pais, filhos (as), netos (as), sobrinhos (as) para que possam incentivar as crianças a fazerem bom uso das férias. Claro que elas precisam brincar, correr, pular, sair de casa, mas acima de tudo eles também precisam exercitar a mente e explorar outros mundos, por isso fiz esta lista abaixo e trarei mais indicações antes das férias terminarem.

1. Vovó Vigarista do David Walliams – Editora Intrínseca

Descrição: Se você acha que toda vovozinha é igual, precisa conhecer a avó de Ben. Ela poderia se passar por uma senhorinha qualquer: é velha, usa um casaquinho lilás e faz palavras-cruzadas. Toda sexta-feira Ben dorme na casa dela, e isso para ele é o fim. No jantar sempre tem repolho, a tevê nunca funciona e a avó o faz ir para a cama às oito da noite. E no dia seguinte nem tem aula! Como qualquer outro menino, Ben acha tudo isso chato demais. Ou pelo menos achava, até descobrir que a coisa toda não passa de um disfarce: vovó, na verdade, é uma vigarista internacional, a ladra de joias mais procurada do mundo. Agora, juntos, eles vão planejar o maior roubo de todos os tempos. Você com certeza vai rir bastante. E pode até chorar. Mas nunca, nunca mais vai pensar em vovós como antes.

2. Minha professora é um monstro de Peter Brown – Editora Intrínseca

Descrição: Monstros nem sempre são o que parecem.
Beto tem a pior professora do mundo. Ela ruge, bate o pé, e se você fizer aviõezinhos de papel, ela vai deixá-lo sem recreio. Essa professora é um monstro! Por sorte, Beto sempre tem os fins de semana para brincar no parque. Até que um dia… ele encontra a professora lá!
Ao passar algumas horas junto com ela, Beto vai aprender que as pessoas nem sempre são o que parecem.
Com senso de humor leve e fascinantes ilustrações, Peter Brown explora com sensibilidade um tema universal ao criar um livro que encanta crianças e adultos.

3. Mary Poppins de P. L. Travers – Editora Cosac Naify

Descrição: Uma das histórias mais amadas por crianças e adultos do mundo todo, ‘Mary Poppins’ ganha uma nova edição, com ilustrações do estilista Ronaldo Fraga, tradução do escritor Joca Reiners Terron e posfácio da professora de literatura inglesa da usp Sandra Vasconcellos. Depois de desenhadas por Fraga, como verdadeiros croquis de moda, os desenhos foram bordados à mão em tecido e fotografados em estúdio. O leitor vai, finalmente, descobrir a história de ‘Mary Poppins’, a babá mágica que chega inesperadamente para cuidar das crianças Banks e lhes abre os olhos para os mistérios e as maravilhas que nos cercam, todos os dias.

4. O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry – Editora Zahar

Descrição: Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.
Com essa história mágica, sensível, comovente, às vezes triste, e só aparentemente infantil, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou há 70 anos um dos maiores clássicos da literatura universal. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança.
Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger. Livro mais traduzido da história, depois do Alcorão e da Bíblia, ele agora chega ao Brasil em nova edição, completa, com a tradução de Frei Betto e enriquecida com um caderno ilustrado sobre a obra e a curta e trágica vida do autor.

 

Dezembro parte 1

Estes livros podem ser comprados nos sites das próprias editoras (basta clicar no nome da editora que o link será aberto em uma nova página), ou também podem ser encontrados em lojas como: Amazon, Lojas Americanas, Livraria Saraiva e Submarino (basta clicar no nome das lojas para ser redirecionado).

Algo que eu faço sempre antes de comprar um livro e que eu acho super válido, é olhar em todos os sites possíveis para comparar os preços e assim fazer uma compra justa e barata.

Espero que vocês façam bom proveito das férias e logo mais volto com mais dicas!

Diário de Pilar em Machu Picchu

Vocês lembram que eu ganhei da Editora Zahar um dos livros da coleção do “Diário de Pilar”? Então acontece que o livro que eu ganhei era continuação de um que minha aluna tem, e por isso ela me emprestou o dela para eu ler primeiro, li e hoje vim falar um pouco sobre este livro.

Diário de PilarInformações: Este livro foi lançado em 8 de março de 2014. Sua autora Flávia Lins e Silva realmente visitou a cidade de Machu Picchu e a ilustradora, Joana Penna também. Este e os demais livros desta coleção são publicados pela Editora Pequena Zahar. Número de páginas: 169.

Classificação: Infanto-juvenil

Descrição: Onde será que o gato Samba se meteu? É o que Pilar e Breno precisam descobrir! Num pulo, os dois entram na rede mágica e… Lá se vão para uma aventura de tirar o fôlego. No alto das montanhas do Peru, eles desbravarão os segredos de Machu Picchu, a Cidade Sagrada, e tentarão evitar que a jovem Yma, escolhida do deus Sol,fique ali para sempre. Ao mesmo tempo em que conhecem as tradições e lendas da civilização inca, Pilar, Breno e Samba vivem momentos tão inesquecíveis quanto perigosos – trilham as margens do rio Urubamba, enfrentam o poderoso Sacerdote Supremo, escondem-se nos templos de pedra, deliciam-se com choclos e quinoa e aprendem um monte de palavras no idioma quéchua.

Opinião: Este é um livro bem fantasioso, mas que nos traz uma história rica e assim conhecemos a cultura inca.

Pilar e seu amigo Breno viajam por meio de uma rede mágica na qual os leva para lugares desconhecidos e o lugar escolhido desta vez foi o alto das montanhas do Peru – Machu Picchu.

Chegando lá Pilar e Breno já fazem amizade com Yma e eles veem lhamas, conhecem outros tipos de grãos e começam sua jornada. Logo após conhecem o amigo de Yma que começa a descrever a cultura do povo inca, ensina-os a fazerem um apito artesanal e até conhecem alguém muito importante da cultura inca, um sacerdote.

Diário de Pilar

E Yma passa a ser escolhida pelo Deus Sol e tem que ir com o sacerdote, para Machu Picchu onde viverá para o resto de sua vida servindo ao imperador e junto acaba levando o gato da Pilar como oferenda, o Samba. Pilar indignada com o que sua amiga está sendo obrigada a fazer tem a ideia de segui-los para poder salvar sua amiga e seu gato. Nesta caminhada eles passam por alguns perigos e tentam sair deles e conseguem com sucesso,é claro!

Mas não poderei contar mais sobre o livro se não perde a graça, rs. Mas este é livro infanto-juvenil que eu realmente gostei, pois além de ter a fantasia de se viajar por uma rede mágica, a Pilar ainda inventa palavras, conhecemos outros lugares do mundo, no qual ainda não tivemos a oportunidade de conhecer. Fora que no final do livro há o vocabulário que traz o significado das palavras quéchua, que é o idioma dos incas que conhecemos através de Yma e seu amigo.

Diário de Pilar

A capa, a diagramação e ilustrações são excelentes, chamam muita atenção e são bem coloridas, pois condizem com a cultura inca e isso faz com que as crianças sintam mais prazer para realizar a leitura e querer saber como Pilar e Breno voltam para casa.

Eu recomendo o livro na verdade para todas as idades, pois eu não conhecia a cultura inca e através deste livro fofo passei a conhecer e é uma história leve, na qual realizamos após sair de uma história pesada, rs.

Livro paradidático – Peter Pan

No último bimestre de 2015 nós vamos usar o livro “Peter Pan” como livro paradidático, onde os alunos o lerão e depois realizarão um trabalho em cima do livro com perguntas, respostas, pesquisa sobre os 7  hábitos e ilustração. Muitas vezes os alunos perguntam qual a importância do trabalho em cima do livro paradidático, porque muitas vezes não gostam de ler o livro, de interpretar, ou os pais não querem comprar, mas eu explico que a leitura e o trabalho do livro paradidático é muito importante para a compreensão e interpretação de história, fora que os ajuda na imaginação, na escrita e na própria leitura e é por isso que cobramos e insistimos que eles façam todos os anos.

Mas voltando ao assunto do “Peter Pan” (rs), como vamos usar este livro no último bimestre, resolvi entrar em contato por e-mail com a Editora Zahar para solicitar dois exemplares do livro – um para mim e outro para a professora do 4º A (as editoras geralmente fornecem um exemplar para o professor desde que este livro seja adotado pela escola e pelos alunos). Fui muito bem atendida pela Editora Zahar e seus representantes e de primeiro momento me redirecionaram para a área correta e assim entrei em contato com a representante da editora que viria a nos fornecer os dois livros, porém ela queria fazer uma visita à escola, já que eles não à conheciam e assim marcamos uma reunião (eu, minha coordenadora e a representante da Editora Zahar).

No dia marcado eu fiquei muito ansiosa (já nem sou ansiosa, rs) e fui para a reunião no horário marcado. Durante a reunião a representante nos mostrou o catálogo de livros de 2015, nos contou algumas histórias infantis na qual eu me impressionei e amei de cara. Depois ela foi para a aba dos clássicos que são os livros que nós usamos e sinceramente eu sou apaixonada pelos livros da Editora Zahar, pois são capa dura e tem um preço acessível a todos.

Terminando a apresentação do catálogo conversamos sobre o meu projeto de leitura com o 4º ano, minha coordenadora falou sobre o meu blog e dicas de livros que faço (e confesso que eu fiquei com vergonha, mas feliz pelo reconhecimento) e a representante disse para eu me inscrever na seção de parceria que há no site da editora e finalizou a reunião nos presenteando com alguns livros… Eu recebi 4 (3 para mim e 1 para a professora do 4ºA) e minha coordenadora recebeu 2 livros infantis que ela encaminhou para a educação infantil, mas eu me recordo dos nomes que são: “Na Floresta” de Anthony Browne – que é espetacular, pois traz vários contos em um só livro – e o “Não derrame o leite” de Stephen Davies – no qual eu achei fantástico para trabalhar a autonomia e a responsabilidade nas crianças pequenas.

Abaixo estão os livros que recebi!

• Peter Pan – J. M. Barrie

• Diário de Pilar no Egito – Flávia Lins e Silva

• Peter Pan – J. M. Barrie – Edição comentada e ilustrada

Editora Zahar Editora Zahar Editora Zahar

Bom é isso! Gostaria de contar sobre o livro paradidático do último bimestre, meu contato com a Editora Zahar e como fui bem atendida pelas representantes, e assim que eu finalizar a leitura dos livros eu venho fazer uma resenha para vocês.



[instagram-feed]