A mulher na cabine 10

Escritora: Ruth Ware ǀǀ Editora:…

View more

Usei… E gostei!

Se você assim como eu…

View more

Antepasto de berinjela

Ingredientes • 1 berinjela grande…

View more

Mês: Setembro

Este mês as dicas de…

View more

Motive-se

Para acabar com a negatividade…

View more

Meu pé de laranja lima

Escritora: José Mauro de Vaconcelos…

View more

Mês: Agosto

As aulas já começaram, por…

View more

Danoninho caseiro

Esta é uma receita que…

View more

Desaparecido para sempre

Não tem como não amar os livros do Harlan Coben! Cada vez que os leio me pego deslumbrada com sua escrita e com seus personagens, por isso hoje com certeza irei falar de um livro dele.

Desaparecido para sempreInformações: Este é um romance policial escrito pelo renomado Harlan Coben e foi publicado pela Editora Arqueiro em maio de 2002. Número de páginas: 302.

Classificação: Adulto

Descrição: No leito de morte, a mãe de Will Klein lhe faz uma revelação: seu irmão mais velho, Ken, desaparecido há 11 anos e acusado do assassinato de sua vizinha Julie Miller, estaria vivo. Embora a polícia o considere um fugitivo, a família sempre acreditou em sua inocência. Ainda aturdido por essa descoberta e tentando entender o que realmente aconteceu com seu irmão, Will se depara com outro mistério: Sheila, seu grande amor, some de repente, e o FBI suspeita do envolvimento dela no assassinato de dois homens. Apesar de estarem juntos há quase um ano, Sheila nunca revelou muito sobre o seu passado.

Opinião: Este é mais romance policial, cheio de reviravoltas que li do Harlan e como sempre ele me surpreendeu e me deixou de boca aberta, pois muitas das coisas que fui descobrindo ao longo da história eu não pensei que seria possível acontecerem.

O livro é narrado pelo Will Klein que é irmão de Ken Klein que está desaparecido há 11 anos após matar a vizinha e ex namorada do Will, Julie Miller. No início ele fala sobre os últimos momentos dele ao lado de sua mãe e sobre a grande revelação que ela fez no seu leito de morte, que era que o seu irmão ainda estava vivo, mas Will não está muito confiante e passa a achar que é apenas um delírio de sua mãe, até que mexendo nas coisas dela depois do velório ele encontra uma foto recente do Ken e a partir deste momento ele está determinado a descobrir onde seu irmão está e se os seus demais parentes sabiam que ele estava vivo.

Desaparecido para sempre

Will e Ken sempre foram muito apegados, por isso por conta própria ele resolve ir em busca de respostas, mas sua vida começa a mudar da noite para o dia. Para quem tinha uma vida pacata e trabalha ajudando crianças de rua a saírem desta vida, ele acaba se deparando com surpresas, com o sumiço da sua namorada, pessoas que ele não via há anos passam a procurá-lo e até mesmo a ameaçá-lo á procura de Ken.

Mas a história tem início quando o Philip McGuane e o John Asselta (mais conhecido como Fantasma) entram em cena. Philip é um mafioso muito conhecido e a polícia está louca atrás dele para prendê-lo e John é um assassino muito perigoso e sua obsessão é matar as pessoas estranguladas aos poucos para poder observá-las morrendo. Assim que o Will é abordado pelo John e é ameaçado ele percebe que há algo de muito ruim acontecendo e que seu irmão devia estar envolvido com a máfia.

Os personagens foram bem construídos e bem explorados, há explicações para todas as situações que ocorrem, porém não recebemos as respostas imediatamente e isso é o que nos deixa com mais vontade de devorar o livro e descobrir o que realmente aconteceu e está acontecendo. No decorrer do livro eu criei várias teses, tirei algumas conclusões que ao ir lendo vi que eram todas furadas (rs), pois realmente é um livro cheio de reviravoltas, é diferente de qualquer outro que já li do escritor, mas é tão bom quanto, por isso no meu Skoob dei 5 estrelas.

Desaparecido para sempre

A leitura flui facilmente e há mistério, drama e ação, todos ao mesmo tempo, fora o romance do Will com a Sheila Rogers. Realmente foi um livro que me fez prestar bastante atenção por causa dos suspenses, e que a todo momento me deixou com a pulga atrás da orelha, mas assim que cheguei no último capítulo me senti enganada e traída assim como o Will, pois não aconteceu nada do que eu imaginei e isso foi fascinante! Porque percebo que cada vez mais os livros do Harlan Coben tem histórias para nos surpreender, por isso ele é um dos meus escritores favoritos.

Ainda pretendo ler mais livros dele, pois ele tem uma lista de livros imensa e não li nem metade. E você já leu algum livro dele? Qual? E o que achou: Me conta nos comentários, pois eu vou adorar receber indicações!

 

Não conte a ninguém

Oláááá pessoal!

O feriado acabou e a mordomia também, o pior é que passou tão rápido que mal deu para aproveitar, mas valeu a pena. O que vocês fizeram de bom? Viajaram? Ou ficaram em casa? Assim como eu. Apesar de ter ficado em casa fiz muitas coisas, sai e coloquei em dia o que precisava da escola…

Demorei, mas vim com uma dica de livro novo. O livro de hoje não é um romance, pois não é só de romance que se vive um leitor (rs), apesar de eu ter passado por uma fase entre o final do ano passado e janeiro em que eu quis ler apenas romances, rs. Mas agora quero mudar um pouco, vamos para o livro então…

Informações: Este foi o primeiro livro do autor Harlan Coben a aparecer entre os best-sellers da The New York Times. É um romance de suspense que foi publicado em 2001 pela editora Arqueiro. Em 2006 foi adaptado ao cinema por um cineasta francês. Número de páginas: 339.

Descrição: Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer. O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto
com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter siso enviado por sua e acabar em contato com o marido?

Opinião: Esse foi o primeiro livro de suspense que eu li, pesquisei bastante e vi muitas pessoas falando muito bem dele, comprei e comecei a ler.

O livro conta a história de David e sua esposa Elizabeth, todo ano na data do aniversário de casamento deles, eles
comemoram indo ao local de seu primeiro beijo. Só que há oito anos o compromisso deles não ocorreu como esperado, David foi golpeado na cabeça e sua esposa sequestrada e assassinada. Quando um barranco desabou por causa da chuva o corpo de Elizabeth foi encontrado com a arma do crime e com o sangue do David. O desenrolar da
história é em cima do misterioso e-mail que o David recebe, falando algo que só a Elizabeth poderia saber, mas ele acredita que isso não passa apenas de uma brincadeira, mas logo ele recebe um vídeo que acaba deixando a sua vida de cabeça para baixo, pois ele começa a ir atrás e querer desvendar os segredos e mistérios que o rondam desde aquele dia, mas quanto mais ele vai atrás mais fica atolado.

Com essa busca ele deixa de ser a vítima e começa a ser suspeito de outros crimes que foram cometidos no mesmo local. A partir daí David começa a lutar contra o tempo para poder descobrir toda a verdade e poder se sair dessa ileso. A maneira como o Harlan Coben escreve e coloca os personagens em algumas situações acaba nos prendendo até o fim. Ele acaba fazendo você repensar na honestidade dos personagens, os que são bons você acaba ficando em dúvidas se realmente eles são vítimas.

Comecei minha leitura cheia de expectativa e o final foi surpreendente. Vale a pena ler e tome cuidado, pois nem tudo é o que parece ser nesse livro, preste bastante atenção.

Beijinhos e até a próxima dica de livro.