[post-slides]

Agora e para sempre, Lara Jean

Livro III da trilogia Para todos garotos que já amei

Agora e para sempre, Lara JeanInformações: Escrito por Jenny Han e publicado pela Editora Intrínseca em 2017.

Classificação: Young Adult

Descrição: Na aguardada conclusão da série Para todos os garotos que já amei, Lara Jean vai ter que tomar as decisões mais difíceis de sua vida. Em Para todos os garotos que já amei, as cartas mais secretas de Lara Jean — aquelas em que se declara às suas paixonites platônicas para conseguir superá-las — foram enviadas aos destinatários sem explicação, e em P.S.: Ainda amo você Lara Jean descobriu os altos e baixos de estar em um relacionamento que não é de faz de conta. Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás. Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir?

Opinião: O livro já inicia com a Lara Jean ansiosa e em um pico de estresse grande, tanto que ela passa o livro inteiro descontando este estresse em busca da receita de cookie com gotas de chocolate perfeito.

Seu relacionamento com Peter Kavinsky não poderia estar melhor, eles se encontram no pico da paixão, se entendem melhor, conversam e fazem planos juntos. Como Lara Jean é sonhadora e gosta de programar e fazer tudo mais do que perfeito, ela faz planos para os dois aproveitarem cada minuto juntos dos últimos dias do último ano escolar.

Agora e para sempre, Lara Jean

Mesmo programando tudo para os últimos dias serem perfeitos, Lara Jean ainda arruma um tempo para ajudar seu pai e a sra. Rothschild a planejarem seu casamento e dar atenção para a Margot que está vindo passar as férias em casa, mas há algo que não sai da cabeça de Lara Jean, que é o que sua mãe sempre dizia “Não seja a garota que vai para a faculdade namorando”, esta frase tem um impacto tão grande em Lara Jean, que várias dúvidas surgem e ela ainda tem uma escolha muito importante a fazer, que é escolher para que faculdade ir.

O livro continua com uma escrita leve, no primeiro capítulo já vemos quão maduros os personagens estão e quão estressados com a escolha da faculdade, as mudanças de cidade, o namoro a distância e esses pensamentos geraram problemas e brigas entre a Lara Jean e o Kavinsky que nos fez refletir sobre o que seria melhor para os personagens, e mais uma vez embarcamos nessa história e fazemos parte dela.

Chorei muiiiiito com este livro, mas amei muito também, passei a desenvolver mais carinho pelos personagens principais, passei a gostar até mesmo da Kitty, percebi o quão madura, quão pé no chão e desapegada ela é para a sua idade.

Agora e para sempre, Lara Jean

Esta trilogia sempre estará no meu coração, pois é um encanto, nos prende e nos fascina, não consigo deixar de amá-los! E espero que vocês tenham a oportunidade de ler algo tão leve como esta trilogia.

Leia também: Para todos os garotos que já amei e P.S.: Ainda amo você.

P.S.: Ainda amo você

Livro II da trilogia Para todos garotos que já amei

P.S.: Ainda amo vocêInformações: Escrito pela Jenny Han e publicado pela Editora Intrínseca em 26 de maio de 2015.

Classificação: Young Adult

Descrição: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Opinião: Como esperado meu amor pela Lara Jean e pelo Peter Kavinsky apenas aumentou com esta sequência, se tem um livro que é capaz de balançar nossas estruturas e nos fazer sentir paixão e torcer pelas pessoas, é este o livro com certeza! A narrativa da Jenny continua nos cativando, suas palavras nos tocam de tal forma que nos sentimos parte história.

P.S.: Ainda amo você

Lara Jean é uma adolescente diferente de qualquer outra, ela é muito família, está sempre cozinhando algo, ela é tão fofa que você se apaixona por ela a primeira lida, rs. Ela parece uma menina comum, que eu poderia conhecer a qualquer hora na rua de tão real que a autora a deixou, ela é sonhadora, costuma expor suas opiniões sem ligar para o que os outros vão pensar e é muito responsável e madura.

Peter, o seu namorado, é lindo, popular, inteligente, carinhoso, ou seja, perfeito, pois me apaixonei e suspirei tanto por ele durante o livro que foi difícil não amá-lo. Claro que ele não me fez feliz o livro inteiro, pois tanto ele como a Lara estão em um relacionamento novo, com novos desafios e ainda estão se conhecendo, e quando surgiu mais um novo integrante – John – o relacionamento foi abalado e muitas coisas aconteceram.

John é mais um dos que receberam uma carta de amor da Lara Jean, e ao receber esta carta, como reação ele foi atrás dela para querer entender – e gente… Não é possível ter mais personagens fofos, mas John é mais um, com certeza!

Este livro nos faz viajar no tempo e nos leva de volta a nossa adolescência, ele nos traz uma pureza e uma sensação tão leve, que só lendo para entender. Além disso, ele é tão explicativo que permite que observemos o processo de amadurecimento de cada personagem, acompanhamos as reflexões e os atos impensados e também os pensados de cada um. Tanto que as instabilidades emocionais, racionais, medos e inseguranças da Lara Jean não nos deixa frustrados, pois passamos a entender cada passo que ela dá

P.S.: Ainda amo você

Mas preciso confessar que a Lara Jean me deixou brava algumas vezes, pelo modo como ela tratava o Kavinsky, mas o final foi perfeito, eu não mudaria nada e nem tiraria, pois minha admiração e amor por cada personagem apenas aumentou e estou sedenta esperando o desfecho desta trilogia.

Se você ainda não conhece esta trilogia, leia a resenha do primeiro livro Para Todos os garotos que já amei.

Para todos os garotos que já amei

O primeiro post de 2016 é de um dos livros que foi meu queridinho e amado em 2015… E já estou ansiosíssima para a sua continuação que será lançado em 11 de janeiro de 2016 – P.S. Ainda te amo.

Livro I da trilogia Para todos os garotos que já amei

Para todos garotos que já ameiInformações: Escrito por Jenny Han e publicado pela Editora Intrínseca em 2014. Número de páginas: 316.

Classificação: Young Adult

Descrição: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar

Opinião: Primeiramente me apaixonei pela capa do livro que é encantadora, pois é diferente de qualquer outra, e olha que nem gosto muito de capas com fotos de pessoas, mas essa realmente me encantou; segundo a descrição do livro me deixou curiosa para saber quem eram os 5 meninos por quem Lara Jean havia se apaixonado e terceiro eu queria descobrir quem enviou as suas cartas….

Lara Jean é a protagonista e filha do meio, sua mãe morreu quando ela era pequena e sua irmão Kitty mal teve contato com sua mãe já que era menor ainda, por isso ela (Kitty) gosta de saber tudo sobre sua mãe através das lembranças da Lara e da Margot, que é a irmã mais velha.

A Margot é um exemplo de filha, dedicada, atenciosa, organiza muito bem sua casa e a administra na ausência do pai que é médico e faz muitos plantões. Por causa da morte de sua mãe ela e suas irmãs tiveram que amadurecer muito cedo e obter muitas responsabilidades em casa, por isso assim que a Margot termina o colegial ela vai para uma faculdade bem longe deixando as responsabilidades para a irmã do meio, Lara Jean. Com a partida da Margot a Lara Jean fica meio sem rumo, pois a Margot era seu patamar, as levava para todos os lugares, organizava tudo, anotava tudo que era importante e as ajudava em todos os aspectos e a Lara Jean tem alguns medos e receios. E agora o que ela fará? Como irá conseguir administrar uma casa? E se responsabilizar por sua irmã mais nova? E ainda por cima as cartas que nunca deveriam ser enviadas, foram enviadas por alguém.

Para todos garotos que já amei

O livro me surpreendeu, pois Lara Jean é uma protagonista diferente de qualquer outra, ela é caseira, sempre está em casa com sua família e seu amigo/vizinho Josh, gosta de Harry Potter, ler, escrever cartas para terminar um amor e leva uma vida bem pacata, mas sua vida acaba sendo virada de ponta cabeça por conta das cartas que foram enviadas e por isso até o seu círculo de amizades muda, ela passa a sair da sua zona de conforto e passa a ser desafiada pelo Peter, que é o seu primeiro amor e o foi o primeiro a receber sua carta.

A descrição do livro é totalmente enganosa, pois a história fala muito mais do que só as cartas de amor da Lara Jean, nos mostra o amadurecimento da protagonista, no início víamos como a Lara vivia a sombra de sua irmã e aos poucos ela foi mostrando sua real personalidade, mostra que ela terá que ser mais forte, cada aprendizado foi bem abordado, pois muitas vezes ela aprendeu errando – algumas vezes até me identifiquei com ela. A forma como a autora escreveu sobre a Lara Jean e seus medos e conflitos foi de uma forma simples e gostosa e foi isso que me deixou mais instigada a ler o livro.

Outro assunto que foi abordado de uma forma gostosa foi o relacionamento que há entre sua família, amei o modo como o pai as trata, pois é difícil ver um pai tão apaixonado e devoto as suas filhas como o pai delas é. Ele está sempre em busca de satisfaze-las e ajudá-las da melhor forma possível, mesmo não estando muito presente, mas em suas folgas ele faz questão de estar com as filhas.

Para todos garotos que já amei

A escrita flui com muita naturalidade e ao passo que a protagonista cresce com seus erros e acertos nós leitores crescemos junto com a protagonista e ficamos felizes, sua família é encantadora e muito unida, realmente é um livro fofo e que nos arranca suspiros ao ler. Por isso ele se tornou um dos meus favoritos de 2015 e não vejo a hora de ler o próximo que já já será lançado.

Os preferidos de 2015

Depois de lhes apresentar as minhas decepções, vamos para a parte boa, que são os meus preferidos, que me arrancaram suspiros, choros, dúvidas, me fizeram refletir e até me deixaram com depressão pós leitura.

1- Maybe Someday  da Collen Hoover

Não tenho nem palavras para descrever este livro, de tão fofo e encantador. Ele ainda não foi lançado no Brasil, mas uma leitora do instagram me passou por e-mail e quem quiser, pode deixar o e-mail nos comentários que eu envio 😉 Mas voltando ao livro… Ele tem uma trilha sonora que acabou com as minhas estruturas, fui lendo e ouvindo-a e isso me deixou mais sensibilizada pela história e foi aí que passei a caçar mais livros da Collen, rs.

Melhores

2- Para todos garotos que já amei da Jenny Han

Que romance fofo! Do início ao fim a Lara Jean me conquistou com suas atitudes e suas mudanças de personalidade e fora que me apaixonei pelo Peter. O livro possui uma escrita envolvente e cativante, pois as situações que acontecem chegam a serem engraçadas, pois a Lara Jean passa a se envolver em cada situação fora da sua zona de conforto que me fez devorar o livro rapidamente e ao mesmo tempo lê-lo devagar para não acabar logo. Mas em janeiro será lançada a continuação não vejo a hora!

Melhores

3- Mentirosos de E. Lockhart

Que livro foi esse? Não tenho muito o que dizer e nem posso, senão acabarei com todo o suspense que há na história. Mas só digo uma coisa… Todos devem ler este livro! E há uma frase no livro que diz tudo o que senti ao finalizar esta leitura: “Não existe uma palavra no Scrabble para descrever como me sinto…”

Melhores

4- Não se apega, não da Isabela Freitas

Vou confessar que me apaixonei primeiramente pela capa (mais uma vez deixando as capas me influenciarem), mas essa não foi uma decepção. Devorei esse livro tão rápido que nem eu mesma acreditei, a escrita da Isabela é simplesmente muito envolvente e me identifiquei muito com a história e o desapego em geral (já escrevi sobre este livro aqui no blog). Eu ri, chorei, suspirei, fiquei brava e me senti deprimida junto com a protagonista e isso me cativou do início ao fim, fora as frases que são ótimas. Enfim o livro vale mais do que a pena ser lido!

Melhores

5- Objetos cortantes da Gillian Flynn

Me apaixonei pela Gillian assim que li o livro “Garota Exemplar” que mudou totalmente minha opinião sobre thrillers psicológicos e me fez ficar fascinada pela sua escrita. O livro possui uma excelente escrita, desenvolvimento e um desfecho de cair o queixo, por isso se tornou um dos meus favoritos e ela uma das minhas escritoras preferidas.

Melhores

Bem estes foram os meus livros preferidos, que abalaram totalmente minhas estruturas em todos os sentidos, por isso vim aqui compartilhar com vocês e realmente indicá-los, pois todos acima devem ser lidos em algum momento da vida.

Melhores

Se você já leu algum livro da lista acima ou pretende ler, deixe seu comentário, vou amar saber 😀



[instagram-feed]