Mês: Janeiro

Como ainda estamos…

View more

O casal que mora ao lado

Escritora: Shari Lapena…

View more

Mês: Janeiro

Os livros de…

View more

A pequena livraria dos corações solitários

Livro I da…

View more

O Projeto Rosie

Informações: Publicado pela…

View more

Usei… E gostei

Sabe aquele dia…

View more

Você sabia?

Agora é oficial!…

View more

Mês: Dezembro

Não sei vocês,…

View more

Mentirosos

MentirososInformações: Publicado pela Editora Seguinte e escrito pela E. Lockhart. Número de páginas 272.

Classificação: Adulto.

Descrição: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano eles passam as férias de verão numa ilha particular. Cadence — neta primogênita e principal herdeira —, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Cadence admira Gat por suas convicções políticas e, conforme os anos passam, a amizade com aquele garoto intenso evolui para algo mais.
Mas tudo desmorona durante o verão de seus quinze anos, quando Cadence sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.
‘Mentirosos’ é um suspense moderno e sofisticado, impossível de largar até que todos seus mistérios sejam desvendados. Ao mesmo tempo, a prosa lírica e o estilo seco e denso o fará mergulhar de cabeça no mundo dos Sinclair e nas crescentes angústias de Cadence — para então vir à tona completamente impactado.

Opinião: A família Sinclair é uma típica família nobre, são altos, claros, ricos, bonitos, atléticos, inteligentes, vencedores e simpáticos, sempre estão sorrindo e bem apresentados. E em todos os verões eles vão para a ilha particular onde o patriarca da família – Harris – possui uma casa.

E é nesta ilha que a família Sinclair se reuni nos verões, Cadance, seus primos – Jhonny, Mirren, Gat, Will, Liberty, Taft e Bonnie – e suas tias – Carrie, Bass e Penny. A família é bem grande, e juntos a todo momento eles deixam transparecer o ego grande e a sede pelo poder que há em todos. E claro que no meio de tanta disputa os jovens não poderiam ser diferentes e eles acabam se unindo a ganância dos adultos.

Porém Cadance é diferente, a única coisa que importa para ela é a união e a amizade dos Mentirosos – Jhonny, Mirren e Gat (que não é integrante da família).

Mentirosos

O livro começa com o relato do verão dos oito anos dos mentirosos (verão em que todos tinham oito anos) e foi o ano em que ela conheceu Gat, o menino que iria mudar sua vida para sempre. Eles passam a conversar, tem assuntos e desejos em comum e isso os aproxima cada vez mais, porém no verão dos catorze, algo muda, o Gat muda e eles percebem que na verdade estão apaixonados um pelo outro. Só que essa paixão não é bem vista pelo avó de Cadence, já que Gat não faz parte da família e é totalmente diferente dos padrões de beleza aceitos por ele. O verão acaba e cada um segue seu caminho e o mais engraçado é que durante o ano nenhum deles se comunicam, só se veem e conversam no verão, momento em que estão juntos.

Mais um ano passa e no verão dos quinze acontece um estranho acidente, onde a Cadance perdeu a memória e ficou com sequelas: dores fortíssimas de cabeça, enjoos, depressão e fraqueza. Ela simplesmente abandona tudo o que gostava e vive apenas a base de analgésicos e por isso começa a se desapegar de tudo o que não necessita. Cada vez que tenta lembrar o que aconteceu suas dores de cabeça pioram e ela chega a ficar em seu quarto horas dormindo, mas assim que consegue tenta entrar em contato com os mentirosos para tentar descobrir o que aconteceu no verão dos quinze, há dois anos atrás.

Não posso mais falar sobre o livro, há um pedido exclusivo da escritora no final do livro para que não haja nenhum spoiler. Mas uma coisa eu garanto, este livro deveria ser lido por todos, tamanho suspense que é, aconteceram coisas que eu não imaginava, nunca li um livro tão incerto e cheio de detalhes como este.

A escrita da E. Lockhart me surpreendeu do começo ao fim, tanto que não consegui parar de ler o livro até terminar. A tensão existente nas palavras, as metáforas usadas para descrever algumas coisas foram excelentes e a história é contada em primeira pessoa, pela Cadance. Os capítulos do livro são curtos, no início do livro há uma ilustração da ilha particular com a localização das casas de todos os membros da família Sinclair.

Mentirosos

O livro não possui ação, mas a agonia da Cadance nos faz querer saber o que realmente aconteceu, fora que há releituras de contos de fadas escrito por ela mesma.

A escrita envolvente nos faz achar que a história realmente é real e que fazemos parte dela, pois a leitura é suave e nos prende do início ao fim. Há ainda a crítica social que a autora traz em sua escrita, com relação ao rico que quer sempre ficar mais rico, e por isso não mede esforços para conseguir o que quer, chega até o ponto de manipular, corromper, adular, brigar, infringir e até mesmo subornar os menos favorecidos. Esta crítica está estampada no livro do começo ao fim.

Só sei que este livro recebeu 5 estrelas no meu skoob e realmente se tornou um dos meus favoritos, porque o final dele foi totalmente inesperado para mim e fiquei sim de boca aberta e chocada durante um dia inteiro, sem acreditar no que realmente tinha acontecido, há um trecho do livro que descreve bem o que senti: “Não existe uma palavra no Scrabble para descrever como me sinto…”.

Boa leitura leitores!

Um corpo na biblioteca

Agatha ChristieInformações: Escrito por uma das maiores escritoras de livros policiais da época Agatha Christie e publicado pela Editora Nova Fronteira. Número de páginas: 184.

Classificação: Adulto

Descrição: O corpo de uma jovem é encontrado no tapete da biblioteca dos Bantry, às sete da manhã. A vítima é uma completa desconhecida e o casal Bantry decide chamar as autoridades para investigar o caso — e também, é claro, Miss Marple, detetive amadora e amiga da Sra. Bantry.
Tudo se complica ainda mais quando chega até eles a notícia de outra adolescente morta, carbonizada dentro de um carro incendiado em uma pedreira. Qual será a possível conexão entre os dois incidentes?

Opinião: É uma manhã normal na casa dos Bantry, até que todos ouvem os gritos da empregada que acabou de avistar um corpo na biblioteca. A senhora Bantry como sempre foi resolver o problema afim de deixar seu marido descansar mais, porém com esta notícia ela se viu obrigada a acordar seu marido. E ao confirmarem que realmente havia um corpo na biblioteca, decidiram chamar a polícia.

Preocupada com a reputação de seu marido, a Sra. Bantry pede que seu motorista vá imediatamente buscar sua melhor amiga, a Miss Marple que resolve casos em um piscar de olhos.

Agatha Christie

Logo após o corpo ser encontrada, um carro é incendiado com uma pessoa dentro e a polícia não entende como os dois casos podem ter alguma ligação, porém Miss Marple sabe qual é a ligação dos dois casos.

O livro por ser uma história policial não posso falar muito sobre ele, senão acaba com o suspense. Ele é bem escrito e tem uma desenvoltura excelente, mas achei um pouco massante, não sei se é pela escrita formal, ou  por ser um pouco parado.

Este foi o primeiro livro da Agatha que eu li e gostei, ao procurar vi que tem vários casos da Miss Marple assim como alguns livros com outros “detetives” – se é que podemos chamar assim, rs -, mesmo a leitura deste livro sendo difícil para mim eu vou dar oportunidade a outros livros da Agatha Christie, pois amo livros policiais e seus desfechos que muitas vezes são surpreendentes.

Agatha Christie

Além disso esta edição da Editora Nova Fronteira é realmente bonita, é de capa dura, com folhas grossas e me surpreendeu por sua riqueza em detalhes na capa, por isso quero todos, rs.

 

Mês: Dezembro – parte 1

Mês Dezembro

Gente mil desculpas pelo atraso de post, mas é que eu estava sem internet desde domingo e foi difícil que viessem arrumar definitivamente o cabo da internet que havia sido rompido. Eu estou cheia de ideias e posts para este final de ano e o primeiro é este que venho falar do mês dezembro, que é o mês mais esperado e cobiçado por todos, por causa do recesso escolar, da faculdade e do trabalho. São apenas alguns dias para alguns, mas já dá para aproveitar um pouco para descansar, né?

Como temos bastante tempo ocioso agora em dezembro, hoje vim trazer 4 livros infanto-juvenis nos quais poderemos mostrar aos nossos alunos (as), pais, filhos (as), netos (as), sobrinhos (as) para que possam incentivar as crianças a fazerem bom uso das férias. Claro que elas precisam brincar, correr, pular, sair de casa, mas acima de tudo eles também precisam exercitar a mente e explorar outros mundos, por isso fiz esta lista abaixo e trarei mais indicações antes das férias terminarem.

1. Vovó Vigarista do David Walliams – Editora Intrínseca

Descrição: Se você acha que toda vovozinha é igual, precisa conhecer a avó de Ben. Ela poderia se passar por uma senhorinha qualquer: é velha, usa um casaquinho lilás e faz palavras-cruzadas. Toda sexta-feira Ben dorme na casa dela, e isso para ele é o fim. No jantar sempre tem repolho, a tevê nunca funciona e a avó o faz ir para a cama às oito da noite. E no dia seguinte nem tem aula! Como qualquer outro menino, Ben acha tudo isso chato demais. Ou pelo menos achava, até descobrir que a coisa toda não passa de um disfarce: vovó, na verdade, é uma vigarista internacional, a ladra de joias mais procurada do mundo. Agora, juntos, eles vão planejar o maior roubo de todos os tempos. Você com certeza vai rir bastante. E pode até chorar. Mas nunca, nunca mais vai pensar em vovós como antes.

2. Minha professora é um monstro de Peter Brown – Editora Intrínseca

Descrição: Monstros nem sempre são o que parecem.
Beto tem a pior professora do mundo. Ela ruge, bate o pé, e se você fizer aviõezinhos de papel, ela vai deixá-lo sem recreio. Essa professora é um monstro! Por sorte, Beto sempre tem os fins de semana para brincar no parque. Até que um dia… ele encontra a professora lá!
Ao passar algumas horas junto com ela, Beto vai aprender que as pessoas nem sempre são o que parecem.
Com senso de humor leve e fascinantes ilustrações, Peter Brown explora com sensibilidade um tema universal ao criar um livro que encanta crianças e adultos.

3. Mary Poppins de P. L. Travers – Editora Cosac Naify

Descrição: Uma das histórias mais amadas por crianças e adultos do mundo todo, ‘Mary Poppins’ ganha uma nova edição, com ilustrações do estilista Ronaldo Fraga, tradução do escritor Joca Reiners Terron e posfácio da professora de literatura inglesa da usp Sandra Vasconcellos. Depois de desenhadas por Fraga, como verdadeiros croquis de moda, os desenhos foram bordados à mão em tecido e fotografados em estúdio. O leitor vai, finalmente, descobrir a história de ‘Mary Poppins’, a babá mágica que chega inesperadamente para cuidar das crianças Banks e lhes abre os olhos para os mistérios e as maravilhas que nos cercam, todos os dias.

4. O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry – Editora Zahar

Descrição: Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.
Com essa história mágica, sensível, comovente, às vezes triste, e só aparentemente infantil, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou há 70 anos um dos maiores clássicos da literatura universal. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança.
Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger. Livro mais traduzido da história, depois do Alcorão e da Bíblia, ele agora chega ao Brasil em nova edição, completa, com a tradução de Frei Betto e enriquecida com um caderno ilustrado sobre a obra e a curta e trágica vida do autor.

 

Dezembro parte 1

Estes livros podem ser comprados nos sites das próprias editoras (basta clicar no nome da editora que o link será aberto em uma nova página), ou também podem ser encontrados em lojas como: Amazon, Lojas Americanas, Livraria Saraiva e Submarino (basta clicar no nome das lojas para ser redirecionado).

Algo que eu faço sempre antes de comprar um livro e que eu acho super válido, é olhar em todos os sites possíveis para comparar os preços e assim fazer uma compra justa e barata.

Espero que vocês façam bom proveito das férias e logo mais volto com mais dicas!

Como escolher minha próxima leitura?

Vocês já se pegaram parados em frente a estante se perguntando “E agora qual será a minha próxima leitura?”, pois é, muitos leitores caem nesse dilema porque acabamos comprando mais livros do que necessitamos.

Mas a escolha não é tão difícil, se na hora de comprarmos decidirmos comprar o gênero que mais gostamos ou nos identificamos, e não comprar aquele que está barato, ou que todo mundo está lendo, pois em toda nossa vida não conseguiremos ler todos os livros desejados, porque por ano são publicados mais de 10.000 obras, ou seja, é exorbitante a quantidade e não há comparação a quantos livros realmente iremos ler durante um ano.

Estante

Escolha da leitura

Eu ainda não sei definir o meu gosto literário, pois realmente gosto de tudo um pouco – menos terror -, acho que a minha leitura depende do meu estado de espirito, pois quando estou triste quero um livro mais dramático, quando estou feliz quero um romance (pode ser até mamão com açúcar), mas tem vezes que estou querendo mais um suspense, ou livro policial… Então fica realmente difícil de definir o meu gosto literário, mas tem pessoas que realmente já se identificaram e sabem o que realmente desejam de uma leitura e aí não acabam “perdendo tempo” com uma leitura que não é realmente prazerosa.

Mas claro, não há problema nenhum em experimentar outras escritas, outros gêneros, assim acabamos conhecendo um novo gênero que acaba nos agradando e nos tirando da nossa famosa “zona de conforto”.

O problema mesmo é quando as nossas leituras não são bem escolhidas e começamos a ler apenas por ler, acabamos nos massacrando, perdendo a vontade e até mesmo abandonando a leitura pela metade. Ler exigi tempo, dedicação, concentração e mais um monte de aspectos, então para que gastar o tempo realizando uma leitura que não lhe agrada? (A não ser que seja obrigatória como: para a escola, faculdade, cursinho, trabalho, etc)

Não julgue o livro pela capa

Nós leitores realmente nos impressionamos e julgamos um livro pela capa e isso não é algo bom, pois vamos no impulso porque amamos a capa, aí compramos o livro e vamos lê-lo e nos deparamos com uma leitura que não nos agrada, que fica parada na estante e que ainda nos fez gastar o dinheiro que poderíamos ter comprado um livro que realmente fosse mais agradável. Por isso ao comprarmos um livro para ler devemos avaliar tudo: sinopse, capa, comentários, informações adicionais como comentários, entre outros fatores.

Pode ser um exagero, mas eu sei bem como é um livro empacado na estante, possuo alguns e as vezes penso que poderia ter comprado outro que eu realmente desejava. E cá entre nós, trocar no sebo não está mais valendo a pena, estão pagando pouco e quase nunca tem livros bons – pelo menos na minha região não tem -, por isso ficam na minha estante mesmo! Vai que um dia eu resolvo ler algum, rs.

Estante

Os benefícios da leitura

Os benefícios da leitura são inúmeros, como: ler melhor, desenvolver uma boa dicção, desenvolver a memória, a imaginação, conhecer outros costumes, países, pessoas, entre outros benefícios. E gastar tempo realizando uma leitura prazerosa nos dará um ânimo e uma sensação de tempo bem gasto, ou seja, realmente valerá a pena.

Então pelo que podemos perceber a leitura é escolhida por nós mesmos e pelo gênero que preferimos, por isso desencane de ficar tirando o papelzinho da jarra, ficar sorteando, ou fazer uni-duni-tê, pois ler um livro por mais que não agrade é sempre uma leitura bem vinda, um novo aprendizado e uma nova lição, mesmo que não estejamos realmente sintonizados com aquela leitura agora, futuramente em algum aspecto de nossas vidas iremos lembrar dela e talvez desejar relê-la.

Termino este post desejando uma boa escolha a todos para a próxima leitura! Se o post realmente lhe ajudou a escolher, ou tirar dúvidas sobre como escolher a próxima leitura, deixe seu comentário aqui em baixo, irei adorar respondê-lo e saber sua opinião.

Campanha ‘Leia para uma criança’ 2014

Boa noite pessoal,

Como foi a semana de vocês?
Era para eu ter postado ontem, pois tenho o objetivo de postar toda quarta-feira e na semana que der

 

fazer mais de uma postagem, mas ontem eu estava muito cansada e me dei uma folga até dos serviços da escola (rs) e olha que tenho muitos textos (redações) para corrigir, pois na apostila (anglo) que usamos tem muitas construções de texto e também como é final de ano está mais corrido ainda.
Não sei se vocês já viram, mas o Itaú tem um projeto que se chama ‘Leia para uma criança’ aonde eles enviam livros para as pessoas cadastradas para que elas possam ler para uma criança, seja em casa, nas escolas, ongs. Eu acho esse projeto muito legal e quando fiquei sabendo a dois anos atrás logo fiz o meu cadastro e pedi os meus livros e esse ano não fiz diferente e já pedi os meus.
Os livros são fofos, com histórias bem legais e fáceis, tanto para eles entenderem, como para ajudar eles na hora de ler. Minha prima mesmo, pede para a filha dela desde que ela começou a aprender a ler, dessa maneira incentiva ela e ela treina a leitura.
Espero que vocês peçam e façam bom proveito e ‘Leiam para uma criança’! (é só clicar no nome do projeto que abrirá o site para fazer o cadastro)
Beijinhos e boa noite a todos!


Load More...