[post-slides]

Malala, a menina que queria ir para a escola

Malala, a menina que queria ir para a escolaInformações: Publicado pela Editora Companhia das Letrinhas em 27 de abril de 2015 e escrito por Adriana Carranca. Número de páginas:

Classificação: Infanto-juvenil

Descrição: No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Na obra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

Opinião: Em um local onde meninas e mulheres não podiam aprender, estudar e eram repreendidas, Malala nasceu, uma menina que sempre soube o que queria e foi atrás com unhas e garras de seus objetivos.

Primeiramente conhecemos a terra em que Malala nasceu, o vale do Swat, no Paquistão, uma terra onde reis, príncipes, princesas, nobres e até mesmo Alexandre o Grande viveram. Uma linda terra, com belas paisagens, montanhas, guerreiros, pashtuns, entre outros.

Malala a menina que queria ir para a escola

Como seu pai era diretor de escola, Malala cresceu em meio aos corredores e as salas de aula, sempre indo atrás do saber e sedenta por aprendizado. Com a guerra chegando ao seu vale, ela criou um blog e o atualizava diariamente, para contar ao mundo como sua vida passou a ser e quais as dificuldades ela teve que enfrentar.

O interessante do livro é que ele sempre nos traz o significado das palavras, o que faz com que as crianças entendam facilmente, há ilustrações riquíssimas e cheias de detalhes, combinando com algumas fotografias e a leitura é fluida.

É vergonhoso dizer isto, mas eu não conhecia a fundo a história da Malala, mas através deste livro fiquei conhecendo mais sobre a sua luta e sua vida. Malala foi descoberta e passou a aparecer nos canais de televisão e divulgar sua sede de aprendizado a todos, mas também expôs as dificuldades que há no Paquistão, e por causa disso aos 15 anos ela e suas três amigas ao voltarem para casa sofreram um atentado, no qual foram baleadas, tiveram que fazer cirurgia e sobreviveram.

Malala a menina que queria ir para a escola

Após este atentado a jornalista Adriana se interessou pela história e foi para o Paquistão conhecer tudo a fundo e conversar com as três garotas que queriam tanto aprender, o livro contém relatos pessoais e também retirados de entrevistas feitas com a Malala, e isto o torna rico e cheio de vivacidade.

Com este livro aprendemos sobre a força das palavras e a coragem que uma menina chamada Malala teve ao expor suas vontades e ambições, é um livro com uma história forte e com uma grande líder, que deve ser conhecida e ainda servirá de exemplo à todos.

Mês: Março

Mês

As dicas de hoje serão de livros infanto-juvenis, mas antes gostaria de me desculpar pelo atraso e pela falta de postagem, mas este ano estou trabalhando período integral e isto é ótimo, porém até eu me acostumar, entrar na rotina e aprender a me organizar vai demorar um pouquinho, por isso agradeço a paciência de vocês leitores!

Mas vamos ao que interessa…. 4 dicas de livros, rs.

1. Annie – Editora Intrínseca

Descrição: Aos onze anos, “Annie” é uma garotinha corajosa o suficiente para encarar sozinha as ruas de Nova York perseguindo seu grande sonho: encontrar os pais. Deixada por eles num orfanato quando ainda era um bebê com a promessa de que um dia voltariam para buscá-la, Annie leva uma vida difícil sob o comando da malvada Srta. Hannigan, diretora do lugar. Felizmente, a sorte da menina parece mudar quando o bilionário Oliver Warbucks, auxiliado por sua secretária, a amável Srta. Grace Farrell, decide convidar Annie para passar as festas de fim de ano em sua mansão e logo se vê cativado pelo otimismo da menina. Mas será que ela vai conseguir mesmo escapar da vida dura do orfanato?

2. Você é um homem mau, Sr. Gum! – Editora Galera Record

Descrição: O Sr. Gum é um terror completo, que odeia crianças, animais, diversão e milho verde. Este livro é sobre ele. E sobre uma fada irritada que vive em sua banheira. E também sobre Jake, o cão, uma garotinha chamada Polly e um açougueiro malvado e fedorento, todo coberto de tripas e as aventuras de toda essa turma em Lamonic Bibber.

3. O menino de vestido – Editora Intrínseca

Descrição: A vida de Dennis não é nenhum mar de rosas: ele foi abandonado pela mãe, não se entende com o irmão, o pai está deprimido e, para piorar, há uma regra em casa que proíbe abraços. Só duas coisas o fazem feliz: jogar futebol e olhar vestidos bonitos. Ele é o atacante do time do colégio e adora a revista Vogue. Durante uma detenção, Dennis conhece Lisa, a menina mais bonita da escola e que também se interessa por moda. Os dois se tornam amigos e passam a se encontrar na casa dela. Até que um dia ela o convence a pôr um vestido e ir à aula fingindo ser uma aluna de intercâmbio. É nesse momento que a vida chata e comum de Dennis se transforma em algo extraordinário.

4. Bat Pat 1 – O tesouro do cemitério – Editora Fundamento

Descrição: Oi! Eu sou o Bat Pat! Sim, eu sou um morcego e, sim, eu falo. Mas isso não é importante agora. O que eu tenho para contar neste livro vai fazer você se arrepiar! Uma noite, da janela da minha cripta, vi uma sombra que rondava o cemitério e parecia procurar alguma coisa nos túmulos. E logo depois veio a notícia de que alguém andava invadindo as casas da cidade…
Pela chaminé! Ai, Ai, Ai, que medo medonho! O que será que ele está procurando? Agora eu e meus amigos, Rebeca, Martim e Léo, precisamos resolver esse mistério antes que seja tarde demais!

Mês

Este último livro foi indicação de um aluno que já leu alguns livros da coleção Bat Pat, ele garante que realmente vale a pena ler, mas ainda vou lê-lo e voltarei com a resenha detalhada. Espero que tenham gostado e em breve voltarei com mais dicas!

 



[instagram-feed]