Mês: Outubro

E o mês das crianças…

View more

Usei… E gostei!

Sabe qual é o melhor…

View more

Rocambole de carne moída com purê de batatas

Ingredientes do rocambole • 1…

View more

Mês: Outubro

Mês das crianças pede o…

View more

Motive-se

O Carinhas é um site…

View more

A mulher na cabine 10

Escritora: Ruth Ware ǀǀ Editora:…

View more

Usei… E gostei!

Se você assim como eu…

View more

Antepasto de berinjela

Ingredientes • 1 berinjela grande…

View more

Talvez um dia

Escritora: Colleen Hoover ǀǀ Editora: Galera Record ǀǀ 368 Páginas ǀǀ Gênero: Young Adult ǀǀ Classificação: 3

Talvez um dia - Maybe SomedayInformações: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Opinião: Esse foi o meu primeiro contato com a Colleen Hoover e com certeza foi o que me fez me apaixonar pela sua escrita. A história é contada pelos dois protagonistas, Sidney e Ridge, e a narrativa é simples e envolvente.

Todos os dias às 20h em ponto, Sidney vai para sacada ouvir seu vizinho misterioso e charmoso tocar, e por sua vez Ridge todas as noites vai tocar na sacada para observar as caras e bocas de sua vizinha. Com o passar do tempo é visível que Sidney cria melodias para as músicas de seu vizinho e isso acaba os aproximando de tal forma que acabam se apaixonando, mas está é uma paixão que não pode acontecer, pois Ridge namora a menina dos seus sonhos e Sidney acabou de sair de um relacionamento de uma forma inesperada, e então o que fazer?

Talvez um dia - Maybe Someday

O namoro do Ridge é um namoro pra vita toda, é um relacionamento estável, palpável e durável, mas ao mesmo tempo ele estava se apaixonando por outra pessoa, esta situação nos faz pensar e repensar, principalmente nas nossas crenças e princípios, como livro me fez pensar muito e até desacreditar do que estava acontecendo, pois a namorada do Ridge não merecia passar por tal situação, umas vez que ela tinha um namorado em quem confiava. Só que ao mesmo tempo eu torcia para que algo acontecesse, pois o amor que estava surgindo entre a Sidney e o Ridge era algo puro, eles se entendiam pelo olhar, ou apenas através de uma música que compunham juntos, era algo diferente do que ambos já tiveram na vida.

Os personagens foram construídos de forma excelente, são fortes e ricos em detalhes, amei a Maggie – namorada do Ridge – desde a primeira vez que ela apareceu, sua personalidade, seu jeito, tudo foi feito para que a amássemos, e amei! Por isso da mesma forma que amei este livro, também o odiei, por causa do fim que cada personagem teve, por causa da minha instabilidade em saber com quem cada um deveria ficar. E o fato de ter trilha sonora, não me ajudou em nada, essa trilha me deixava abalada, me arrancou choros e suspiros cada vez que foi ouvida. E conforme o livro ordenava, eu lia as músicas e a história ouvindo-as e isso me abalou bastante.

Talvez um dia - Maybe Someday

A história nos traz assuntos polêmicos, nos apresenta altos e baixos, nos mostra a superação de cada personagem, mas mesmo assim não nos ajuda a aceitar o que é apresentado, por isso não posso dizer nem que gostei e que não gostei da história, mas que eu o devorei em poucos dias, ah, isso eu fiz, pois este livro me prendeu de todas as formas possíveis.

Os preferidos de 2015

Depois de lhes apresentar as minhas decepções, vamos para a parte boa, que são os meus preferidos, que me arrancaram suspiros, choros, dúvidas, me fizeram refletir e até me deixaram com depressão pós leitura.

1- Maybe Someday  da Collen Hoover

Não tenho nem palavras para descrever este livro, de tão fofo e encantador. Ele ainda não foi lançado no Brasil, mas uma leitora do instagram me passou por e-mail e quem quiser, pode deixar o e-mail nos comentários que eu envio 😉 Mas voltando ao livro… Ele tem uma trilha sonora que acabou com as minhas estruturas, fui lendo e ouvindo-a e isso me deixou mais sensibilizada pela história e foi aí que passei a caçar mais livros da Collen, rs.

Melhores

2- Para todos garotos que já amei da Jenny Han

Que romance fofo! Do início ao fim a Lara Jean me conquistou com suas atitudes e suas mudanças de personalidade e fora que me apaixonei pelo Peter. O livro possui uma escrita envolvente e cativante, pois as situações que acontecem chegam a serem engraçadas, pois a Lara Jean passa a se envolver em cada situação fora da sua zona de conforto que me fez devorar o livro rapidamente e ao mesmo tempo lê-lo devagar para não acabar logo. Mas em janeiro será lançada a continuação não vejo a hora!

Melhores

3- Mentirosos de E. Lockhart

Que livro foi esse? Não tenho muito o que dizer e nem posso, senão acabarei com todo o suspense que há na história. Mas só digo uma coisa… Todos devem ler este livro! E há uma frase no livro que diz tudo o que senti ao finalizar esta leitura: “Não existe uma palavra no Scrabble para descrever como me sinto…”

Melhores

4- Não se apega, não da Isabela Freitas

Vou confessar que me apaixonei primeiramente pela capa (mais uma vez deixando as capas me influenciarem), mas essa não foi uma decepção. Devorei esse livro tão rápido que nem eu mesma acreditei, a escrita da Isabela é simplesmente muito envolvente e me identifiquei muito com a história e o desapego em geral (já escrevi sobre este livro aqui no blog). Eu ri, chorei, suspirei, fiquei brava e me senti deprimida junto com a protagonista e isso me cativou do início ao fim, fora as frases que são ótimas. Enfim o livro vale mais do que a pena ser lido!

Melhores

5- Objetos cortantes da Gillian Flynn

Me apaixonei pela Gillian assim que li o livro “Garota Exemplar” que mudou totalmente minha opinião sobre thrillers psicológicos e me fez ficar fascinada pela sua escrita. O livro possui uma excelente escrita, desenvolvimento e um desfecho de cair o queixo, por isso se tornou um dos meus favoritos e ela uma das minhas escritoras preferidas.

Melhores

Bem estes foram os meus livros preferidos, que abalaram totalmente minhas estruturas em todos os sentidos, por isso vim aqui compartilhar com vocês e realmente indicá-los, pois todos acima devem ser lidos em algum momento da vida.

Melhores

Se você já leu algum livro da lista acima ou pretende ler, deixe seu comentário, vou amar saber 😀