Meu pé de laranja lima

Escritora: José Mauro de Vaconcelos…

View more

Mês: Agosto

As aulas já começaram, por…

View more

Danoninho caseiro

Esta é uma receita que…

View more

Usei… E gostei!

Após a escova sempre queremos…

View more

Mês: Julho

Para hoje as dicas são…

View more

Motive-se

O motive-se deste mês veio…

View more

Mês: Julho

O mês de julho é…

View more

Talvez um dia

Escritora: Colleen Hoover ǀǀ Editora:…

View more

Uma história de amor e TOC

Uma história de amor e TOC

Informações: Publicado em 31 de março de 2015 pela Editora Galera Record e escrito pela autora Coren Ann Haydu – este foi seu livro de estreia. Número de páginas: 319.

Classificação: Young Adult

Descrição: Bea foi diagnosticada com transtorno obsessivo-compulsivo. De uns tempos pra cá, desenvolveu algumas manias que podem se tornar bem graves quando se trata de… garotos! Ela jura que está melhorando, que está tudo sob controle. Até começar a se apaixonar por Beck, um menino que também tem TOC. Enquanto ele lava as mãos oito vezes depois de beijá-la, ela persegue outro cara nos intervalos dos encontros. Mas eles sabem que são a única esperança um do outro. Afinal, se existem tantos casais complicados por aí, por que as coisas não dariam certo para um casal obsessivo-compulsivo? No fundo, esta é só mais uma história de amor… e TOC.

Opinião: Bea é uma adolescente de 16 anos que está sofrendo com o término do seu namoro, porém ela surtou com este término e acabou perseguindo seu ex para saber tudo o que ele fazia, como efeito desta perseguição ela foi proibida a chegar perto dele e da casa dele e foi encaminhada a fazer um tratamento psicológico.

O livro inicia com a Bea em uma festa no ginásio da escola, onde houve blecaute, e no meio da escuridão ela consegue identificar um menino com um ataque de pânico, e resolve ajudá-lo, e por experiência própria ela sabe como controlar os sintomas, mas na esperança de ajudá-lo ela acaba beijando-o , mas ele foge e ela fica apenas com seu nome: Beck.

Uma história de amor e TOC

Certo dia ao ir a mais uma seção de terapia, a Dra. Pat a diagnostica com TOC, pois suas anotações e seu cuidado excessivo com tudo a torna uma pessoa “doente” (é assim que Bea vê), mas Bea não aceita e se sente condenada ao ter que comparecer a seções em grupo, pois ela acha que ela não é doente e no grupo haverá apenas loucos, doentes e viciados em alguma substância.

Em sua primeira seção de grupo, ela se depara com Beck e suas suspeitas estavam sendo confirmadas: seu par ideal com certeza seria alguém tão ferrado quanto ela. Mas este namoro será diferente de qualquer outro que possamos imaginar, já que Beck tem TOC e não pode de maneira nenhuma ficar sem lavar as mãos e não pode ser tocado por ninguém.

Enquanto Beck tenta superar suas obsessões, Bea está cada vez mais em um abismo, pois não aceita o seu transtorno e acaba perseguindo um casal que também faz terapia com a Dra. Pat.

Uma história de amor e TOC

Para saber mais, basta ler o livro que é bem escrito e nos comove a cada vez que vemos a Bea negar seu transtorno e cair mais dentro de um abismo, onde ela apenas conseguirá sair se realmente aceitar ajuda.  É interessante conhecer a fundo sobre um transtorno que pouco temos informações e que tem muito mais sintomas do que conhecemos.

Esta edição da Galera Record é linda, cheia de detalhes, com uma diagramação na qual não tenho o que reclamar. O livro possui uma leitura leve e não vicia, por isso às vezes foi um pouco difícil de fluir, mas é uma leitura válida que deve ser lida por todos.

Mês: Janeiro

Janeiro 2016

O primeiro mês do ano começou gente e eu preparei uma lista de livros diferentes para vocês. Hoje vim dar umas dicas de livros Young Adults, ou como somos brasileiros chamamos de livros para jovens adultos. Mas muitas pessoas as vezes tem dificuldade para diferenciar Kidult, de Young Adult e de New Adult, por isso antes das dicas vou escrever as características dos livros YA para vocês poderem distinguir os estilos de livros direitinho!

Características dos livros YA:
• Público alvo entre 14 e 24 anos;
• Status social;
• Ambiente escolar;
• Conflitos familiares;
• Dúvidas sobre qual carreira profissional seguir;
• Descoberta do primeiro amor;
• Personagens que apresentam problemas de personalidade;
• Dramatização em excesso nos acontecimentos;
• Rixas adolescentes, prática de bullying.

Essas são apenas algumas das características, mas os escritores cada vez mais usam suas imaginações e acabam acrescentando mais características na escrita YA, mas para procurar um livro deste gênero dá para usar as dicas acima! E abaixo segue a minha lista de indicações.

1. Por Lugares Incríveis da Jennifer Niven – Editora Seguinte

Descrição: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, a garota se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

2. Eleanor & Park da Rainbow Rowell – Editora Novo Século

Descrição: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

3. A Seleção da Kiera Cass – Editora Seguinte

Descrição: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

4. Claros Sinais de Loucura de Karen Harrington – Editora Intrínseca

Descrição: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai tornou-se alcoólatra. Prestes a completar doze anos, Sarah sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa porque seu primeiro beijo de língua ainda não aconteceu. Tragédia e humor combinam-se de forma magistral nesta incrível história sobre a aventura que é crescer.

5. Uma história de amor e TOC de Corey Ann Haydu – Editora Galera Record

Descrição: Bea foi diagnosticada com transtorno obsessivo-compulsivo. De uns tempos pra cá, desenvolveu algumas manias que podem se tornar bem graves quando se trata de… garotos! Ela jura que está melhorando, que está tudo sob controle. Até começar a se apaixonar por Beck, um menino que também tem TOC. Enquanto ele lava as mãos oito vezes depois de beijá-la, ela persegue outro cara nos intervalos dos encontros. Mas eles sabem que são a única esperança um do outro. Afinal, se existem tantos casais complicados por aí, por que as coisas não dariam certo para um casal obsessivo-compulsivo? No fundo, esta é só mais uma história de amor… e TOC.

Janeiro 2016

Espero que vocês façam uma excelente leitura agora em janeiro aproveitando os últimos dias de férias!