Usei… E gostei!

Como faço tratamento com a…

View more

Mês: Dezembro

Agora que as férias do…

View more

Motive-se

Mais um achado do Pinterest……

View more

Anna e o beijo francês

Escritora: Stephanie Perkins ǀǀ Editora:…

View more

Usei… E não gostei!

O protetor solar facial é…

View more

Mês: Novembro

Este mês vamos de livros…

View more

Mês: Outubro

As últimas dicas infanto-juvenil para…

View more

Motive-se

Ahhhh… Como eu amo o…

View more

Mês: Janeiro

Janeiro 2016

O primeiro mês do ano começou gente e eu preparei uma lista de livros diferentes para vocês. Hoje vim dar umas dicas de livros Young Adults, ou como somos brasileiros chamamos de livros para jovens adultos. Mas muitas pessoas as vezes tem dificuldade para diferenciar Kidult, de Young Adult e de New Adult, por isso antes das dicas vou escrever as características dos livros YA para vocês poderem distinguir os estilos de livros direitinho!

Características dos livros YA:
• Público alvo entre 14 e 24 anos;
• Status social;
• Ambiente escolar;
• Conflitos familiares;
• Dúvidas sobre qual carreira profissional seguir;
• Descoberta do primeiro amor;
• Personagens que apresentam problemas de personalidade;
• Dramatização em excesso nos acontecimentos;
• Rixas adolescentes, prática de bullying.

Essas são apenas algumas das características, mas os escritores cada vez mais usam suas imaginações e acabam acrescentando mais características na escrita YA, mas para procurar um livro deste gênero dá para usar as dicas acima! E abaixo segue a minha lista de indicações.

1. Por Lugares Incríveis da Jennifer Niven – Editora Seguinte

Descrição: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, a garota se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

2. Eleanor & Park da Rainbow Rowell – Editora Novo Século

Descrição: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

3. A Seleção da Kiera Cass – Editora Seguinte

Descrição: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

4. Claros Sinais de Loucura de Karen Harrington – Editora Intrínseca

Descrição: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai tornou-se alcoólatra. Prestes a completar doze anos, Sarah sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa porque seu primeiro beijo de língua ainda não aconteceu. Tragédia e humor combinam-se de forma magistral nesta incrível história sobre a aventura que é crescer.

5. Uma história de amor e TOC de Corey Ann Haydu – Editora Galera Record

Descrição: Bea foi diagnosticada com transtorno obsessivo-compulsivo. De uns tempos pra cá, desenvolveu algumas manias que podem se tornar bem graves quando se trata de… garotos! Ela jura que está melhorando, que está tudo sob controle. Até começar a se apaixonar por Beck, um menino que também tem TOC. Enquanto ele lava as mãos oito vezes depois de beijá-la, ela persegue outro cara nos intervalos dos encontros. Mas eles sabem que são a única esperança um do outro. Afinal, se existem tantos casais complicados por aí, por que as coisas não dariam certo para um casal obsessivo-compulsivo? No fundo, esta é só mais uma história de amor… e TOC.

Janeiro 2016

Espero que vocês façam uma excelente leitura agora em janeiro aproveitando os últimos dias de férias!

Eleanor & Park

Como junho é o mês dos namorados, hoje vou falar de um livro fofo e que me encantou em todos os sentidos, tem um casal que eu me apaixonei e me deixou cheia de paixão…

Informações: É um livro de ficção juvenil escrito pela Rainbow Rowell e publicado pela Editora Novo Século em 12 de abril de 2.012.

Descrição: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias.

Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

eleanor-&-park

Opinião: Eu não conhecia livros da Rainbow, mas sinceramente, após ter lido Eleanor & Park eu quero ler todos os livros dela se todos seguirem a mesma linha de fofurice e meiguice que esse livro tem.

O livro nos apresenta Eleanor como uma garota nova na escola, bem diferente das outras e que gosta de ler, seus pais são separados e ela vive com a mãe, os irmãos e um padrasto que a odeia, seu pai não liga para ela e nem para os irmãos. Já o Park vem de uma família bem estruturada, carinhosa e bem presente em sua vida.

Eles se conhecem no ônibus escolar em 1.986, onde Eleanor em seu primeiro dia de aula acaba sentando do lado de Park e ele como menino e sendo conhecido na escola, acabou ficando com vergonha e não quis papo com ela. Depois da relutância de ambas as partes e de a Eleanor ficar espiando o que ele lia a caminho da escola, ele começou a ceder e começaram a ler juntos, mas sem conversar.

Depois de um tempo começaram a falar o necessário um com o outro  e o Park começou a emprestar os gibis para a Eleanor que ficava ansiosa só de pensar em chegar o dia seguinte para que ela pudesse ler o próximo número.

E nessas poucas conversas, trocas de gibis, músicas, um esbarrando na mão do outro, acabaram descobrindo e desenvolvendo um sentimento um pelo outro. Um sentimento puro, no qual nenhum dos dois haviam sentido antes. Eleanor mesmo com medo de que eles descobrisse sobre sua história, sobre a sua vida, sobre como ela realmente pensa que é, se deixou levar e caiu nesse romance. Ela passou a frequentar a casa dele, eles passaram a se encontrar escondidos – pois o padrasto dela nunca aceitaria o namoro deles – e tiveram um encontro de verdade…

Esse livro realmente vale a pena ser lido, ele é fofo, meigo, cativante… Não tenho palavras para escrever o quanto gostei desse livro, marquei ele todo com post it, já copiei frases, falas. É um livro de escrita leve, fácil, envolvente e um romance que me fez pensar no meu tempo de escola, no meu namoro e me fez ficar apaixonada por tudo e a torcer por esse casal diferente. Espero que tenham a oportunidade de ler e que gostem assim como gostei.

Tchau Leitores e até a próxima dica.

Easy

Bom dia pessoal!
Tudo bem com vocês? Hoje vim dar a primeira dica de livros do ano de 2.015 e escolhi um romance no qual eu amo e sou apaixonada, eu o li no ano passado e é um dos meus favoritos, tem continuação, mas eu ainda não li, pois lançou faz pouco tempo, maaaas como uma boa leitora compulsiva eu já comprei e está na minha lista para ler, rs. Então vamos lá!

Livro I da série Contornos do Coração

Informações: Livro escrito pela Tammara Webber e publicado pela Editora Verus em 2.013, seu gênero é New Adult e já está em sua 2º edição. Número de páginas: 305.

Descrição: Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa.

No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.

Opinião: O gênero New Adult está cada vez mais encantando as pessoas de todas as idades e como não sou diferente me encantei por este livro.

Esta história ocorre na faculdade, que é onde Jacqueline vai com o seu namorado estudar. Ela acaba terminando o namoro de forma triste e tem que encarar tudo sozinha apesar de ter amigos que a ajudam, pois ela estava lá com ele, e acaba mostrando o que acontece quando seguimos uma pessoa e acaba não dando certo. A forma como retrata a separação e como mostra o turbilhão de sentimentos que ela tem é o que prendeu a minha atenção desde o começo.

A forma como ela e o Lucas se conhecem e o fato de os dois vivenciarem conflitos internos, mas tentarem se aproximar e ficar juntos é surpreendente. O livro ainda trás troca de e-mails entre os dois, aonde começam a se conhecer e ficarem cada vez mais íntimos.

O romance é envolvente e abrange vários fatores e assuntos polêmicos, como namoro, assédio, família, perdas e como é a universidade americana, mas tudo isso narrado pela autora é o que faz com que sentimos o mesmo que os personagens, como: raiva, aflição, desejo, conflitos, entre outros sentimentos. A leitura é fácil e agradável e nos prende do começo ao fim.

Espero que tenham gostado! Até a próxima dica de livro.

Dica de livro: Belo desastre

Boa tarde leitores!

Tudo bem com vocês? Por causa do feriado acabei não postando na quarta-feira, estava cheia de coisas da escola para fazer e também acabei me dando uma folga, mas vim hoje fazer uma postagem e quarta-feira terá outra, rs. Hoje a dica é de um romance.

Belo desastre

Informações: Esse livro foi escrito pela norte-americana Jamie McGuire, foi publicado em junho de 2.011 pela Editora Verus. Número de páginas: 392.

Descrição: A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. 

Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.

Opinião: O livro do começo ao fim é envolvente, cheio de detalhes e o Travis cativa todos com sua beleza, charme, inteligência, rebeldia e arrogância. Já a Abby é uma menina mais reservada, que não quer chamar atenção, o contrário do Travis.  O modo como se conhecem a acabam se aproximando cada vez mais, faz com que não queremos parar de ler o livro.

Algumas pessoas acham que o romance entre os dois é um pouco doentio, mas em minha opinião não é, pois  eles contam o porque agem de maneiras diferentes, porque não se entregam logo ao amor e deixam as coisas fluírem e
isso é o que mais faz com que a leitura seja agradável.

O livro fala sobre tudo um pouco, desde amor até brigas, superação, bebidas, ciúmes, entre outras coisas. É um excelente romance, não consegui para de ler. E sim, me apaixonei pelo Travis, e não tem como não se apaixonar.

E para quem quiser mais histórias desse casal fantástico e envolvente também poderá ler Desastre Iminente e Belo casamento.

Boa leitura!!!

Dica de livro: Claros sinais de loucura

Boa noite!

Sei que fiquei ausente uns 6 meses, mas é que estava muito difícil para eu poder postar, mas realmente quero melhorar as quantidades de postagem por aqui.

Estou voltando cheia de ideais e vontades, mas vou fazendo aos pouquinhos… Quero mudar a aparência do blog, tirar algumas coisas e colocar outras, mas continuarei falando sobre lecionar, dando dicas, trazendo coisas novas e até algumas coisas que eles fazem em sala de aula.

Hoje gostaria de falar sobre um livro maravilhoso que eu li e que me encantou do inicio ao fim. Conforme eu ia lendo ia falando para os meus alunos o que estava acontecendo na história e cativando-os da mesma forma em que fui cativada… Eu o li em uma semana e não queria mais largar, além de cativante ele prende nossa atenção e
fiquei mais feliz de após ter lido o livro ver meus alunos querendo saber mais, perguntando, querendo folhear o livro e até comprando-o, ou baixando no celular.

É muita fofura… Estou super feliz por poder ser um bom exemplo e fazer com que eles leiam mais e possam se interessar pela leitura, desta maneira melhorando o vocabulário, escrevendo melhor e até mesmo lendo melhor.

Bom é isso gente, queria compartilhar minha alegria com vocês, abaixo colocarei a sinopse e tudo mais.

Claros Sinais de Loucura

Informações: Claros sinais de Loucura foi publicado originalmente pela Intrínseca, escrito por Karen Harrington. Seu estilo é young adult e está cativando pessoas de todas as idades. Número de páginas: 256.

Sinopse: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos
amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai tornou-se alcoólatra. Prestes a completar doze anos, Sarah sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa porque seu primeiro beijo de língua ainda não aconteceu. Tragédia e humor combinam-se de forma magistral nesta incrível história sobre a aventura que é crescer.

Opinião: É um livro com uma leitura gostosa e fácil, contendo o significado de algumas palavras. Quem conhecer a Sarah Nelson jamais a esquecerá. É uma menina doce e com problemas como todas as meninas da idade, como: sobre o primeiro beijo, primeiro amor, pais, conflitos e tudo mais. O desenrolar da história acontece com ela narrando e sempre dividindo-o entre dois diários… Não vou contar mais, pois já tem muito spoiler, mas vale a pena
ler. Meus alunos estão amando.

Beijos e até o próximo post.

Dicas de livros: Um dia e Pollyana

Hoje estou aqui para começar uma nova sessão que terá no meu blog, como vocês viram no meu último post eu amo ler e por isso de hoje em diante irei colocar dicas de livros de alguns livros que li e gostei.

Um dia

Informações: Um Dia é um romance britânico de David Nicholls publicado pela editora Intrínseca em Junho de 2009. Foi o vencedor da categoria Livro de ficção mais popular do ano dos Galaxy National Book Awards de 2010. Um dia também tem filme, que conta a história seguindo fielmente o livro. Número de páginas: 448

Descrição: Dexter Mayhew e Emma Morley conheceram-se em 1988 após a sua formatura. Ambos sabem que no dia seguinte, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos passam e Dex e Em levam vidas isoladas – vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Opinião: É um romance envolvente, pois depois que a Em e o Dex se conhecem, eles criam um laço de amizade muito grande, mesmo com idas e vindas, altos e baixos nessa amizade, por causa do que um sente pelo outro. Eles não admitem que se gostam e chega uma hora em que parece que não terá mais jeito e eles ficam muito tempo sem se falar e quando voltam a se falar só brigam… E quando você pensa que vão ficar juntos, tudo desmorona novamente. Eu particularmente amei e tinha horas que eu amava o Dex, mas logo ele vinha com alguma sacanagem e aprontava e desapontava a Em, pois o Dex quer ser famoso, viajar pelo mundo inteiro, curtir a vida, já a Em é centrada acha que sabe o que quer e se formou para ser professora, ou escritora. A Em teve horas que estava confusa não sabia mais o que fazer e acabava fazendo escolhas erradas também, não conseguia escrever um livro e tudo o que escrevia ela colocava seus os sentimentos pelo Dex, só lendo para entender (rs).

Pollyana

Informações: Pollyanna é um clássico considerado infanto-juvenil de Eleanor H. Porter, publicado em 1913. O livro fez tanto sucesso que a autora publicou em 1915 uma continuação, chamada Pollyanna Grows Up. O filme baseado no livro foi lançado 19 de Maio de 1960, apesar de ser um livro voltado mais para crianças e adolescentes eu recomendo, pois é uma
leitura gostosa e contagiante. Número de páginas: 310.

Descrição: Com a morte de seu pai, a Pollyanna com dez anos, que já era órfã de mãe, vai morar com a tia Paulina, uma solteirona rica, severa e pouco afetuosa. Mas a vida da
pequena cidade de Beldingsville vai mudar com a chegada desta que se tornou a própria personificação do otimismo na literatura ocidental. Poliana nunca deixa de Praticar o “jogo do contente” – a tentativa de sempre se posicionar de maneira positiva frente às adversidades e com este jogo ela
cativa e chama a atenção de todos, ensinado e tentando fazer com que todos participem também. E no desenrolar desta história encontramos uma menina determinada e sempre pensando e querendo o melhor de tudo e todos.

Opinião: Pollyanna é um livro que geralmente nossos professores de português nos passam como livro paradidático e depois tem aquela prova, ou trabalho sobre o livro. É um livro fácil de ler e de se entender, apesar de ser uma história antiga. É cheio de ilustrações e há várias versões do livro, eu particularmente amo essa que eu coloquei ai em cima. Bem, Pollyanna é uma órfã que foi morar com a sua tia rabugenta, mas ela tenta levar tudo com muita disposição e pensamentos positivos, sempre fazendo o jogo do contente, que ela aprendeu com o seu pai. Eu amei o livro, pois ele nos passa uma alegria, mas claro tem horas que ficamos tristes pela maneira como a Pollyanna é tratada pela sua tia e acabamos ficando com dó dela, pois ela é apenas uma criança e não tem culpa de tudo o que acontece e de sua tia ser infeliz. Mas claro, como toda criança Pollyanna é espuleta e não para quieta, sempre tendo ideias novas e querendo fazer o bem para todos. Sou encantada e apaixonada por este livro e todas as pessoas que estão tristes, deprimidas deveriam ler esse livro para se animarem.

Se você já leu um desses livros, ou os dois, ou apenas se interessou e vai começar a ler, comenta ai em baixo e diz o que achou.